ANÁLISE: Marvelous Mrs Maisel: Impecável, série ganha em humor e drama na 4ª temporada

Mais de dois anos depois do lançamento de seu terceiro ano, The Marvelous Mrs. Maisel está de volta com episódios inéditos na estreia de sua quarta temporada nesta sexta-feira (17) no Prime Video. Um dos principais títulos da plataforma, a série retorna com um novo ano impecável e ganha em humor e drama.

A quarta temporada começa logo após os eventos do final do primeiro ano. Midge (Rachel Brosnahan) tenta juntar os cacos depois de ser expulsa da turnê europeia de Shy Baldwin (LeRoy McClain) por quase revelar a homossexualidade do amigo em uma apresentação.

Durante os três primeiros anos da série, Midge Maisel parecia destinada à perfeição. Mesmo com os obstáculos da época --o machismo escancarado dos anos 1950–, a protagonista conseguiu fazer seu próprio caminho como comediante e colecionou mais aliados do que desafetos por onde passou.

Com a chegada da quarta temporada, a realidade de Midge parece desabar. Ela perdeu a sua grande oportunidade e está atolada em dívidas depois de pegar um empréstimo com Moishe (Kevin Pollack), seu ex-sogro, para comprar de volta seu antigo apartamento.

Para piorar a situação, Susie (Alex Borstein) perdeu o dinheiro que guardava de Midge e precisa correr contra o tempo para não afundar ainda mais a vida de sua cliente mais querida. Para isso, ela precisa superar suas desavenças com Joel (Michael Zegen) e pedir ajuda para resolver seus problemas.

Rachel Brosnahan e Alex Borstein

Rachel Brosnahan e Alex Borstein

De certa forma, todos personagens precisam superar grandes obstáculos com suas novas realidades. Joel enfrenta a resistência dos “invasores” chineses em seu bar para que o estabelecimento dê certo; os pais de Midge, Abe (Tony Shalhoud) e Rose (Marin Hinkle), aceitam morar junto com a filha, mas têm medo de como as aparências da situação vão atrapalhar suas vidas sociais.

Da família Maisel, além da protagonista, Abe é o que mais tem problemas para se adaptar ao “novo mundo”. Mesmo estando no emprego dos seus sonhos, o pai de Midge sofre com o baixo salário e a renda mensal diminuta que impede que ele siga com o seu antigo padrão de vida --algo importante levando em conta a alta sociedade de Nova York.

Esse “desastre compartilhado” que se transformou a vida dos personagens resulta nas sequências mais engraçadas da série em suas quatro temporadas. No comando dos roteiros, a criadora Amy Sherman-Palladino demonstra (mais uma vez) total domínio de sua história e deixa a parceria entre Rachel Brosnahan, Alex Borstein e o restante do elenco ainda mais afiada.

Com o fim decretado para a quinta temporada, The Marvelous Mrs. Maisel se encaminha para um encerramento que promete estar à altura de sua história. Mesmo que o Prime Video optasse por continuar com a trama, o quarto ano é mais uma prova de que Midge Maisel e companhia ainda teriam muito gás para os próximos anos.

Assista ao trailer da quarta temporada de The Marvelous Mrs. Maisel: