Antivax pragas: Biden acusa Facebook de ter "sangue de pessoas nas mãos", facebook afronta a cacura


Casos de COVID-19 estão novamente em alta nos Estados Unidos, à medida que a taxa de vacinação de adultos parece ter estagnado frente ao ritmo acelerado 1º trimestre. O presidente americano Joe Biden culpou redes sociais como o Facebook: “estão matando as pessoas”, disse ele ao comentar a estatística de morte entre os não-vacinados. A plataforma rebateu em um post, dizendo que a maioria de seus usuários é favorável a tomar imunizantes.
A proposta de Joe Biden para vacinar 70% da população adulta até julho fracassou. Casos de COVID-19 nos EUA voltaram a subir, principalmente entre estados com menores porcentagens de vacinação.

O mandatário americano culpou redes sociais como o Facebook pela baixa adesão à vacinação, que parece ter estagnado em comparação ao ritmo acelerado do primeiro trimestre.

O Facebook rebateu as críticas do presidente americano sobre desinformação de imunizantes atrasarem a vacinação no país.

Facebook diz que 85% de seus usuários querem se vacinar

Em artigo intitulado “Para além de apontar culpados”, o vice-presidente de Integridade da plataforma, Guy Rosen, apontou que enquanto as redes sociais ocupam um lugar importante na comunicação entre pessoas, o combate à pandemia deve ser uma iniciativa multilateral. “E fatos — e não alegações — devem ajudar a informar sobre esse enfrentamento”, pontuou o executivo do Facebook.

Em contraponto ao argumento de Biden, o Facebook concluiu a partir de uma pesquisa feita com usuários nos EUA que a intenção de vacinação entre os que navegam pela rede é de 85%. Ela cresceu 15 pontos percentuais desde janeiro, quando 70% queriam se vacinar ou já haviam tomado uma dose do imunizante.

Facebook registrou aumento nos usuários propensos a se vacinarem (Imagem: Facebook/Divulgação)

Facebook registrou aumento nos usuários propensos a se vacinarem (Imagem: Facebook/Divulgação)

Desde abril de 2020, o Facebook vem colaborando com as universidades de Carnegie Mellon e Maryland para obter dados sobre vacinas, sintomas da COVID-19 e testagem clínica. Foram 70 milhões de respostas em mais de 200 países — 170 mil por dia. Para usuários americanos, a hesitação em se imunizar caiu 50%.

Casa Branca quer atitude mais firme do Facebook

Na semana passada, um relatório do Cirurgião-Geral do Serviço de Saúde Pública dos EUA, Vivek Murthy, fez uma série de recomendações para combater conteúdos falsos e enganosos relacionados a tópicos como o coronavírus. Dentre as sugestões debatidas, as plataformas de redes sociais deveriam “aumentar o monitoramento sobre desinformação” e “amplificar a comunicação de fontes confiáveis e especialistas no assunto”.

Mas o Facebook afirma que já tomou providências para atender às recomendações de Murthy, ressaltando que mais de 2 bilhões de usuários já se depararam com informações confiáveis sobre COVID-19 na rede social.

“Como uma companhia, nós estamos investindo recursos sem precedentes para combater a pandemia, direcionando pessoas a informações confiáveis e ajudando-as a marcar horários para vacinação. E continuaremos a fazer isso”, concluiu Guy Rosen na publicação do Facebook.

fonte:

markinhos tem que entender que 15% do facebook é muita gente kkkkk

1 curtida

Biden principezinho que apenas aperta o botão
as mortes e destruição em massa ficam com os subordinadohs

Não mentiu

Face e zapzap bueiros de fake news

mas que menino bonito. É você no seu ícon?

Tadinha do Biden, encheu a boca no começo do ano GARANTINDO o 100% até julho e não se tocou da corja burra que vive no próprio país

essa empresa é um lixooooooooooo

infelizmente não consegui abandonar o instagram ainda, o facebook totalmente, o whastapp só uso profissionalmente e entro raramente, tem dia que nem abro

que bom, hein
mas retirar gente que propaga conteudo anti vacina esses porras não querem?

até hoje tem video do bolsonaro no perfil dele falando vachina ou dizendo que vacinas não funcionam, facebook
cadê vocês e essa integridade de merda pra tirar isso?

capaz dele ser tão antivax quanto o trump

amig, eu passo mal na hipocrisia
essas redes sociais deveriam pagar MILHÕES pelo dano que causaram durante a pandemia

O Biden tá certo e errado ao atacar o Facebook.

Certo na questão de tentar fazer a plataforma conter a divulgação de coisas falsas.

Errado na questão de: é uma plataforma. Quem cria e distribui são pessoas não ligadas a empresa. Fora a questão de “censura” que pode acarretar situações mais complicadas.

Enfim. Biden medroso em não querer atacar os QAnon, extremistas e burrões em geral.

O Biden pro Facebook

Isso porque não usam o WhatsApp lá. Senão Biden ia ver o que era.

mas amig eles tem que moderar os conteudos postas pq se não eles respondem por isso. Se a BC permitir conteúdo racista e homofobico e etc e tal. Alguém vai denunciar e quem vai responder é a staff . Mesmo caso é o facebook.

mas essas pessoas deveriam ser censuradas pela plataforma

Mas a questão é: postagens sobre vacinas (que creio ser a questão), não ferem nenhum tipo de política. Nem da plataforma e nem nada.
Não é conteúdo ou ataque de ódio.

Mas, restringir uma pessoa falando que não vai tomar vacina, por mais que ela seja mega idiota e possa influenciar outras… é um direito de expressão dela.

É bizarro, mas é uma coisa nova, que deve ser moderada e discutida com cautela pra não criar brechas pra algum tipo de censura futuramente.

mas até que ponto é um direito de expressão ou é algo que como o Biden falou, que ceifa vidas?

É a mesma coisa que piadas machistas. A pessoa tem a liberdade de postar, mas isso ajuda a outras pessoas a replicar atitudes que acabam matando outras

1 curtida