Antonia Fontenelle e Léo Dias se pronunciam sobre caso Klara Castanho | Update: Métropoles se desculpa em nota: 'praticamos mau jornalismo'

Resumo para quem não tiver estômago para assistir:

1. Não se desculpou;
2. Disse que não havia citado o nome de ninguém em sua live e que apenas se indignou pelo relato de abandono de mais uma criança negra em uma instituição para menores;
3. Se disse defensora das crianças e das mulheres;
4. Disse que queria oferecer ajuda a Klara para punir quem cometeu a agressão sexual contra a atriz;
5. Disse que Léo Dias nunca a defendeu.

Léo dias:

Resumão:

  1. Disse que foi informado pelo caso por uma enfermeira do hospital e que falou com Klara, que contou sobre a violência, de imediato;
    2. Pediu para adotar a criança;
  2. Disse ter confidenciado apenas para duas pessoas e que meses depois, foi surpreendido com influencer e outros comentando sobre o caso;
  3. Pediu perdão:

''A postagem que fiz relatando o nascimento da criança e a adoção foi posterior à carta que Klara escreveu sobre tudo o que passara. Ela foi covardemente exposta. Tenho consciência disso.

Errei ao publicar qualquer linha a este respeito. Mesmo que a revelação da história não tenha partido de mim, mesmo que Klara tenha escrito uma carta pública narrando a dor que sentiu com toda esta violência e que eu só tenha escrito sobre o assunto após a carta dela ser publicada.

Mesmo que eu soubesse de tudo desde o início, eu não deveria ter escrito nenhuma linha sobre esta história ou ter feito qualquer comentário sobre algo que não tenho o direito de opinar. Apesar da minha proximidade com o fato, reconheço que não tenho noção da dor desta mulher. E, por isso, peço, sinceramente, perdão à Klara.’’

Update: Nota do Metrópoles:

O Metrópoles errou ao permitir publicação envolvendo Klara Castanho. A ela, nosso pedido de perdão

Não há justificativa que sustente o interesse público em expor detalhes sobre história em que os únicos interessados são a vítima e parentes.

Não há justificativa que sustente o argumento do interesse público em conhecer detalhes sobre uma história em que os únicos interessados são a vítima e seus familiares. E, neste caso, a Justiça e o Ministério Público, que intercederam para ajudar Klara no processo de adoção da criança.

Em relação à Klara Castanho, praticamos mau jornalismo.

Não é uma justificativa. Mas, as circunstâncias neste episódio, contribuíram para que o erro demorasse a ser corrigido. A matéria foi ao ar por volta das 21h e retirada duas horas depois.

Assim como os demais colunistas do Metrópoles , Leo Dias tem autonomia para publicar suas informações. Muito embora o portal faça uma ressalva de que o conteúdo dos colunistas não reflete, necessariamente, a posição do veículo, é claro que, se publicamos o colunista em nossa página, temos responsabilidade pelo conteúdo veiculado.

Em um veículo que publica em torno de 400 conteúdos por dia, erros, lamentavelmente, podem ocorrer. Tanto de informação, quanto de avaliação. E, em geral, somos rápidos em fazer o que for preciso para reparar os eventuais equívocos.

Esta postagem ocorreu já na noite de sábado, no final do expediente, quando havia pouquíssimos colegas na redação. Falhamos em não notar imediatamente que a matéria havia sido publicada pela equipe do colunista.

Isso não exime a culpa da equipe do Metrópoles. Todos erramos. E, por isso, pedimos perdão à Klara. Ela não merece julgamento. Não merece exposição. Merece acolhimento, respeito e empatia de todos nós.

O triste episódio servirá de lição para que façamos uma avaliação profunda sobre procedimentos em nossas rotinas. A todos os leitores, um respeitoso pedido de desculpas.

antonia lixa mds

Por mim essa otária tinha que morrer queimada em praça pública

1 curtida

vou incorporar esses amiga
obrigado

eu ainda n entendi essa parte do “criança negra”
ela quis dizer que a criança que a klara gerou era negra?

segundo os relatos da antonia e do léo, o fato gerador do abandono seria o fato da criança ser negra

dessa mulher pode se esperar tudo. do jeito que ela fala é como se a criança estivesse indo pra adoção por ser negra

1 curtida

mas foi JUSTAMENTE o que ela disse

1 curtida

Tosca sem limites

Que ela e o Léo Dias sejam condenados por expor algo que uma pessoa não queria em hipotese nenhuma que fosse divulgado na imprensa

cara, o pior não foi somente eles terem divulgado isso
eles ainda deturparam TODA a situação

Pior que o povo segue, assiste e os artistas dão entrevista para ela… audiência ela tem, esse o Cuzil

Essa dai nem está pensando no que houve com a atriz e sim em promover sua candidatura a deputada no RJ pelo PT

Nojo total ver o que essa mulherzinha de quinta fez em nome disso tudo, agora a garota está sofrendo mais ainda por ter que ver seu nome na imprensa a esse modo

essa mulher é um abutre. mds

Ela tá no hospital? Podia aproveitar e não sair de lá nunca mais

1 curtida

o buraco so desce

a mulher mesmo no hospital com o filho doente ainda teve tempo pra fazer live pra pertubar a vida alheia. não sei nem expressar o que essa criatura merece

O que me dá raiva que essa nem a primeira vez que essa mulher comete esse tipo de atrocidade amigo

A menina simplesmente desolada e totalmente destruida por causa do estupro e da gravidez não planejada que aconteceu em sua vida e essa sem noção não pensou no que nessa história vazada iria dar

De verdade mas quero que ela e o léo dias sejam condenados sim por tudo isso

Alias, as desculpas que ele deu agora pouco para mim soaram demais como muito vazias para uma pessoa que não pensou aonde isso iria dar e as consequencias que muita gente iria sofrer

1 curtida

ela tá tentando justificar que deu a opinião pq a informação chegou errada pra ela kkkk

pior ainda falou bosta e julgou sem saber o que realmente aconteceu

não há nada que justifique oq eles fizeram, jornalisno “se isso pode ser chanado jornalismo”, não vive de achismo, ‘fulano me disse isso acho q é verdade’.
Nada muda o fato da mãe querer que o filho seja adotado e estar amparado por lei.
Como disse o LD o karma vai ser pesado, mas em cima dos dois…