Atriz mirim de O Cravo e a Rosa cresceu, se tornou estilista e empreendedora

Quem liga a TV nas tardes da Globo para assistir à reprise de O Cravo e a Rosa (2000) já deve ter se perguntado por onde anda a intérprete da Fátima, a meia-irmã de Catarina (Adriana Esteves) e Bianca (Leandra Leal). Na época em que a novela foi exibido pela primeira vez na televisão, Thais Müller tinha apenas 7 anos. Hoje, aos 29 anos, a atriz se formou também em Design de Moda, tem duas marcas de roupas e uma loja física, localizada na Vila Madalena, em São Paulo.

O papel na trama escrita por Walcyr Carrasco marcou sua estreia na TV e, segundo ela, até hoje é reconhecida por causa da personagem. “Acho que meu rostinho não mudou muito”, brinca em conversa exclusiva com o NaTelinha .

“Eu amo ser lembrada por uma personagem que foi tão importante pra mim, um trabalho que deu início a minha carreira na televisão. Tenho muito orgulho de ter feito parte de uma novela da qual as pessoas amam e não se cansam”, acrescenta.

Apesar da pouca idade na época, Thaís conta que sempre foi muito expressiva, conversava com todo mundo, e era paparicada pelo elenco e a produção.

Atriz mirim de O Cravo e a Rosa cresceu, se tornou estilista e empreendedora

“Virei a mascote, de cara! Eu era toda pra frente, falava a beça, não parava quieta!”, recorda.

Filha dos atores Marcela Muniz e Anderson Müller, a atriz já conhecia algumas pessoas do elenco, o que facilitou sua convivência nos bastidores e set de gravação.

“Amigos dos meus pais, como a Dri [Adriana Esteves] e o Du [Eduardo Moscovis], que frequentavam a minha casa sempre. Então, me sentia muito a vontade!”, garante.

“A gente formou uma grande família mesmo ali. Gravávamos todos os dias e, ainda, encontrávamos no final de semana, elenco e equipe. Acho que fui muito paparicada sim, e sinto que foi muito importante para eu querer dar continuidade na carreira”, avalia.

Atriz mirim de O Cravo e a Rosa cresceu, se tornou estilista e empreendedora

A Fátima era uma criança bem gordinha. No entanto, Thaís nunca teve problemas de saúde relacionados ao peso durante a infância ou adolescência. Porém, confessa ter perdido trabalhos por causa do seu corpo.

“Nunca estive muito acima do peso para ter problemas, minha mãe estava sempre de olho na minha saúde, mas acho que a pior parte foi a autoestima. A gente vive em um país com muitos padrões. Então, acho que sofria mais com o externo, de perder trabalhos por causa disso, do que internamente mesmo”, observa.

“Hoje, quero me sentir bem comigo mesma e com o meu corpo. Busco a saúde sempre, me alimentar bem e me exercitar diariamente refletem diretamente em como todo o meu corpo funciona e, consequentemente, reflete no físico também”, pondera.

Atriz, estilista e empreendedora

Além de atriz, Thaís Müller é formada em Design de Moda. Dona de uma marca unissex, a Ladotê Ateliê, ela também lançou recentemente uma marca de camisas sustentáveis, a Fito.

“Moda sempre foi uma paixão. Nunca achei que fosse levar tanto a sério, mas foi avassalador. A Ladotê já está com vida própria, crescendo por si só, e a Fito tá chegando aos poucos também no mercado sustentável. É um mundo de muitas possibilidades e eu amo fazer parte disso, nem que seja um pouquinho”, vibra.

A atriz conta que antes as vendas eram feitas online. Agora, ela já conta com sua primeira loja física, localizada na Vila Madalena, em São Paulo. E é claro que ela pensa em expandir seus negócios.

Atriz mirim de O Cravo e a Rosa cresceu, se tornou estilista e empreendedora

“Antes nem era algo que passava na minha cabeça. Eu gosto do contato com o cliente, olho no olho. Mas já entendi que não tenho mais controle sobre isso. [risos]. Então, sim, pretendo expandir, crescer e ver mais pessoas usando a Ladotê e a Fito”, dispara.

Mas engana-se quem pensa que Thaís deixou o trabalho como atriz de lado. Seu último papel da TV foi em Gênesis (2021), na Record. Com ampla experiência no teatro, ela retornou aos palcos em abril, no Sesc Santo André, em São Paulo, com a peça Zoológico de Vidro.

“Nesse momento, estou me dedicando à peça, que também estou como idealizadora. É um projeto que luto para colocar de pé há 3 anos”, desabafa. Sobre voltar à TV, a atriz faz suspense. “Tenho algumas coisas em vista sim, também para esse ano ainda, mas vou ter que esperar um pouquinho pra dividir com vocês”, fala.

Questionada sobre se lhe sobra tempo para relaxar, Thaís garante que sim e dá a receita. “Quando a gente ama muito o que faz, fica mais fácil de conciliar tudo. Porque eu me divirto muito no meu trabalho também.”, ressalta.

“Claro que é importante se divertir fora dele, né?! Acho que faz parte de um combo, que quando dá tudo certo, o resultado é maravilhoso. Eu me preocupo muito com a cabeça, o mental. Pra mim, é o grande segredo para o tempo estar a seu favor sempre!”, conclui

Eu sabia que o pai era famoso, morto que ela e filha da Marcela.