Atuação da Semana: Andreia Horta acerta em cheio com interpretação solar

A novela Um Lugar ao Sol chegou ao fim e serviu para comprovar o quanto Andreia Horta é uma talentosa atriz. Ela ganhou uma mocinha difícil, que no início sofreu com as injustiças sociais e também com a falsa morte de Christian, papel de Cauã Reymond. Ao longo da trama, sua personagem precisou recomeçar a vida para superar o amor do passado, no entanto, fantasmas retornaram no seu caminho, dando cambalhotas que poderiam prejudicar a coerência de atuação da artista.

Porém, na última semana, isso não aconteceu. É primeiro fazer algumas comparações para entender o caminho escolhido pela atriz na sua forma de interpretar. Juan Paiva, Alinne Moraes e Cauã Reymond, por exemplo, optaram por dar um tom soturno aos seus papéis. Horta seguiu o caminho contrário, porque Lara era uma das poucas personagens que davam luz na trama de Lícia Manzo.

Andréia poderia se inspirar nas atuações mexicanas e buscar o choro fácil para comover o público. Ela não quis. Mesmo em situações difíceis, a atriz não caiu no exagero e, quando cabia em cena, esbanjava seu belíssimo sorriso para contagiar o telespectador. Tendo consciência que é carismática, soube utilizar isso ao seu favor.

Na cena em que é beijada por Ravi, só funcionou porque a alegria sempre esteve na alma de Lara. E Horta nunca tirou isso da personagem, mesmo quando ficou depressiva por causa da morte de Christian.

Andréia Horta foi o pouco escape de Um Lugar ao Sol

imagem-texto

Lara poderia ter recebido um destaque maior em Um Lugar ao Sol. No miolo da trama, ocorreu da personagem ficar com pouco espaço. Se Lícia tivesse feito a sua mocinha ter tido mais espaço e feito embates com outros atores, poderia ter criado uma empatia maior com uma das suas protagonistas.

Enfim, pelo menos a última semana serviu para mostrar que Andréia Horta merece outras personagens no horário mais nobre da Globo.