Banco Central do Brasil reduz dólar e quadruplica reservas do yuan chinês

O Banco Central (BC) do Brasil mais do que quadruplicou suas reservas internacionais em yuanes chineses no ano passado, informaram autoridades nesta quinta-feira (31).

Enquanto o BC aumentou as suas reservas nacionais de moeda chinesa, houve uma redução nas participações em dólares e euros .

O objetivo, escreve a Reuters, é construir reservas brasileiras com a moeda do seu maior parceiro comercial : a China.

A moeda chinesa, que até 2018 estava ausente das reservas cambiais da maior economia da América Latina, subiu para 4,99% das participações do BC brasileiro no final do ano passado.

Com isso, tornou-se a terceira maior parcela das reservas do Banco Central, um pouco atrás do euro, que caiu para 5,04% no ano passado, de 7,85% em 2020 . E também ainda atrás das reservas em dólar, que caíram para 80,34% do total .

A mudança ressalta a crescente importância econômica da China para o Brasil, onde representa 28% do comércio internacional, mais que o dobro dos Estados Unidos.

Há ainda maior incentivo às aplicações em yuan depois que os Estados Unidos bloquearam aplicações da Rússia em dólares . Com isso, alguns economistas têm afirmado que a tendência é que a moeda chinesa ganhe relevância nas reservas dos países.

1 curtida

Quero o lula trazendo o mijo chinês para cá

Saiu de 1 para 4…

o medo da guerra na Ucrânia polarizar o mundo de novoh

O yuan chinês recebeu relativamente recente o meio q o ‘selo’ de conversibilidade que faz uma moeda de alguém país valer como reserva tbm… provavelmente os outros países tão tudo aumentando a reserva em yuan tbm…

já compraram seus yuans amigas? esse é o começo do fim da era dolar

2 curtidas

Yuan é um nome bom, achei catchy

Amo, que o luly fortaleça o papel do br no brics, precisamos estrangular o dólar e o ocidente. Latinos e orientais em primeiro lugar, estadunidenses e sua cadelinha europa na lata de lixo

1 curtida

A jogada de milhões

biden não chora não fique assim

De novo? mas isso já aconteceu, o véio da otan deu um tiro no proprio pé sancionando a russia e ameaçando países que se recusaram a seguir seus passos. Petróleo, gás, aviões e tecnologia agora serão vendidas em rublos. A China declarou que irá estreitar os laços com a Russia. A Russia já disse que os brics estarão no centro de uma nova ordem mundial. Argentina e México já demonstraram querer entrar no brics para uma aliança militar. Países do oriente médio já declararam interesse em comprar aquilo que o ocidente sancionou da Russia. Coreia do Norte está se preparando para uma eventual guerra a longo prazo contra os estados unidos. É o fim do tio Sam

:chocada:

sim, amg
e é a chance da China rivalizar com parceiros que consumam em yuan

1 curtida

as coisas serão baratinhas em yuan?

vem papai luly transformar o br em uma potência outra vez

pois a partir de agora só irei pagar meu pãozinho na padaria com yuan

1 curtida

Vou comprar 100 mil yuan, daqui a uns anos terei milhões

lendas, BRICS no poder

Agora só falta um aplicativo digital pra fazer reserva d yuan

Comprando meus yuan

1 curtida