Bichas que entendem de artigo e trabalho acadêmico me ajudem com as Referências

Você reciclando os GIFs, que fofo! :amei:

Bora lá: sim, precisam. Todavia, é ordem alfabética do primeiro sobrenome em caixa-alta na lista final de referências, não dos autores de uma mesma obra. Fazendo esta ressalva apenas porque, certa vez, em um dos cursos que iniciei, uma disciplina de Metodologia do Trabalho Científico estava sem professor e quase seria cancelada. Após muita pressão do corpo estudantil, descolaram uma professora de outra área só para cumprir tabela e ninguém ficar dessemestralizado. Era uma querida, mas dava aulas lendo manuais e interpretando na hora. Eu fiquei chocado quando, em uma dessas leituras coletivas, ela simplesmente entendeu e repassou à turma que os autores de um mesmo material deveriam ser listados em ordem alfabética, não na ordem de aparição DA PRÓPRIA OBRA, conforme estava na CAPA e na FICHA CATALOGRÁFICA.

Não sei se me fiz entender, mas, basicamente, ela estava dizendo que, se no livro A, consta na capa e na ficha que os autores são Maria José, João Silva e Antônio Santos, nessa ordem, antes de montar as referências deveríamos primeiro colocar os autores em ordem alfabética para, só depois, repetir o feito na lista final de referências. Isso não existe!!! Você deve respeitar o que está no documento. Nesse caso, seria: “JOSÉ, Maria; SILVA, João; SANTOS, Antônio. Título […]” ou “JOSÉ, M.; SILVA, J.; SANTOS, A. Título […]”. Gosto de colocar sem abreviatura, por preciosismo meu, mas isso é opcional.

Na seção de Referências, agora sim, você vai considerar a primeira letra de tudo aquilo ali, que no caso seria o “J”. Acho que a professora confundiu com o caso das citações de materiais distintos em um mesmo parágrafo do corpo de trabalho, porque aí também precisam estar na ordem alfabética. Digamos que você vai introduzir um pensamento através de citação indireta que mescla três autores diferentes (obras separadas). Neste exemplo, Maria José é autora de um artigo publicado em 2002, João Silva de um publicado em 2006 e Antônio Santos de outro publicado em 2020. Ao iniciar esse parágrafo, você necessariamente precisaria ordená-los da seguinte forma: “De acordo com o que propõem José (2002), Santos (2020) e Silva (2006), podemos afirmar que […]”. Saca?

Por fim, se você utilizar vários materiais de um mesmo autor, não repita o sobrenome das referências. Você vai usar o “underline” seis vezes a partir da segunda ocorrência. Exemplo hipotético para livro:

BOSS, Eder. Bichas que entendem de artigo e trabalho acadêmico. 2. ed. São Paulo: BCharts, 2024. Disponível em: < link >. Acesso em: 8 jun. 2024.
[Obs.: sem espaço entre os símbolos “<>” e o link a ser colocado dentro. Separei porque o fórum apaga a formatação se não for desse jeito]
______. Me ajudem com as referências. 4. ed. São Paulo: BCharts, 2024. Disponível em: < link >. Acesso em: 8 jun. 2024.

Não entendi a pergunta da parte em inglês. Você ainda está falando de referências ou do Resumo/Abstract, amigo? Se for a segunda opção, é obrigatório sim. Novamente, caímos naquela máxima de que algumas instituições e/ou docentes não ligam, mas é um elemento essencial a um TCC, porque partimos do pressuposto de que a pesquisa tem relevância e pode ser publicada para acesso público.
Gretchen - Teaching

1 curtida

Morro que vc além de ser lenda na dança é na ABNT também amg que tudo

Precisamos enaltecer mais a ABNT porque eu tô tendo que escrever minha dissertação seguindo a APA e oh formatação feia

1 curtida

Ahhhh, você sempre uma querida! Gentileza sua, lenda! :smiling_face_with_three_hearts:

Oh, nem me fala, amiga! Eu esqueci tudo quando saí do curso, até porque, no próprio curso, havia professores que optavam pela ABNT (a maioria). :clown_face:

De todo modo, guardei todos os manuais para que eu tenha condições de aceitar eventual proposta de correção de trabalho acadêmico conforme a APA. Rsrsrs.
Gretchen

2 curtidas

Felizmente vou pagar a alguém pra fazer essa parte. Já chega de passar raiva