"Blue", álbum lendário de Joni Mitchell, completa 50 anos de lançamento

Considerado pela Rolling Stone como o terceiro melhor álbum de todos os tempos, Blue impressionou à época por mostrar uma artista no auge de seu lirismo, com letras profundamente honestas e reveladoras. Ao desnudar seus relacionamentos em faixas como My Old Man e The Last Time I Saw Richard, Mitchell subvertia o paradigma das canções feitas por mulheres. Os homens, em seu trabalho, eram problemáticos em vez de superiores, frágeis em vez de porto seguro, e, sobretudo, eram o motivo de sua tristeza, ou blues.

Cinquenta anos depois, o legado do disco está por toda parte: de Lorde, que cita Blue como uma de suas inspirações para o Melodrama; a Lana Del Rey, que empresta as ‘Vogues e Rolling Stones’ de California para sua própria faixa de mesmo título, e que incluiu um cover de Joni em seu último álbum; a Taylor Swift, outra fã declarada. Até a cantora Clairo, de 22 anos e estilo voltado ao bedroom pop, cita Joni Mitchell como conselheira amorosa em uma de suas canções, mostrando que a influência do disco alcança também a geração mais jovem.

O álbum tá em #1 no iTunes US

que bom ne

ta ai um album que eu nunca vou escutar!

joni tu foi muito luz mulher