Bolsonaro comentou com Joice 1 semana antes da facada: "Se eu tomar uma facada, ganho a eleição"

DCMTV: Dez dias antes, Bolsonaro diz a Joice: “Se eu tomasse uma facada ganhava a eleição”

Em entrevista concedida hoje ao historiador Vinicius Carvalho e ao advogado Marco Aurélio de Carvalho na Live das 5, a deputada federal Joice Hasselman (PSL-SP) fez uma revelação sobre um fato ocorrido na campanha eleitoral de 2018 .

Questionada por uma espectadora sobre a facada no então candidato Jair Bolsonaro, Joice fez o seguinte relato:

“Eu não tenho informação a respeito, mas alguns fatos me deixaram muito apreensiva depois do que aconteceu. Viajei algumas vezes com o presidente durante a campanha e, em uma delas, pela região de Araçatuba (interior de São Paulo), eu pedi a ele que usasse colete à prova de balas quando estivesse em meio à multidão. Às vezes estava calor, mas eu fazia ele sair de colete.”

“Na volta, entramos no carro e ele olhou pra mim e disse: “Se eu tomasse uma facada, ganhava a eleição”.

A frase deixou Joice impressionada, a ponto de naquela noite ter sonhado com Bolsonaro sendo baleado.

Na sequência de seu relato, Joice manifestou “estranhamento” com os fatos que se sucederam em 6 de setembro de 2018 em Juiz de Fora.

“No dia da tragédia, algumas coisas me deixaram com estranhamento. Primeiro, o número de policiais ao redor dele estava reduzido pela metade. Naquele dia, a célula de segurança estava incompleta. Algumas pessoas que normalmente estariam com ele naquele momento, como eu mesma, não foram comunicadas daquela agenda”, contou Joice. “Outra coisa que estranhamos foi ele estar nos ombros de alguém.”

Joice reconhece a existências de diversas teorias sobre o fato e considera estranho o fato da Polícia Federal, “que está debaixo do guarda-chuvas da presidência, mas não deveria” não ter dado resposta à pergunta sobre quem ‘contratou’ o Adélio.

5 curtidas

minha mãe gozando

Morto q ela foi no youtube do site DCM

11111111111

1 curtida

Joice presidente
Vice Dilma

2 curtidas

kween sensitiva

Por que ela comentou isso só agora, bichotas?

Pq foi perguntada, amor

Se ela tivesse falado antes, as chances de se voltarem contra ele iam ser provavelmente maiores

A fakeada é real

1 curtida

Dois lixos que merecem o mesmo fim

1 curtida

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) afirmou, em live realizada na última sexta-feira, 2, que do que teria ouvido do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) dias antes do primeiro turno das eleições presidenciais de 2018. Aliada do presidente à época, Joice narrou na live uma conversa com Bolsonaro que teve entre 10 e 15 dias antes de 6 de setembro de 2018, quando o hoje presidente levou a facada de Adélio Bispo.

“Se eu tomasse facada, ganhava a eleição”, teria dito o presidente pouco mais de uma semana antes do evento, contou Joice na live promovida pelo site DCM com o historiador Vinicius Carvalho e ao advogado Marco Aurélio de Carvalho.
Ex-líder do governo e hoje rompida com Bolsonaro, Joice disse que não tinha informações sobre o que realmente aconteceu, mas que “alguns fatos” a deixaram apreensiva depois do ocorrido. Por exemplo, a deputada contou que acompanhava o presidente em muitos eventos de campanha e sempre indicava que ele usasse colete à prova de balas. Na volta de um desses comícios, o então candidato teria dito que, se tomasse uma facada, ganharia a eleição, como aconteceu. Joice diz que chegou a sonhar com o presidente sendo baleado.

Segundo Joice, todo o episódio, que ocorreu em 6 de setembro de 2018, foi "estranho’. “Primeiro, o número de policiais ao redor dele estava reduzido pela metade. Naquele dia, a célula de segurança estava incompleta. Algumas pessoas que geralmente estariam com ele naquele momento, como eu mesma, não foram comunicadas daquela agenda”, disse. “Outra coisa que estranhamos foi ele estar nos ombros de alguém”, completou
Crime sem mandante

Joice também afirmou ser estranho não se saber quem teria sido o mandante do crime, apesar de, em maio de 2019, a Justiça ter concluído que Adélio tem transtorno mental e é inimputável, isto é, não é capaz de entender seu crime e responder por seus atos.
À época, Adélio revelou ainda que o motivo para tentar matar o então candidato à presidência porque ele era um “impostor”. Ele também disse que tinha “desejo pessoal” de matar o ex-presidente Michel Temer.

Fonte: 'Bolsonaro falou dias antes que se tomasse facada, ganhava a eleição', diz Joice Hasselmann | Brasil | O Dia

MEU DEUS @CPI

Ja postei amiga

1 curtida

Opa, não vi. Tem como juntar?

1 curtida

podia espalhar kkkkk

Isso explica tanto ele insistir nessa facada, para sensibilizar seus apoiadores quando casa tá caindo para ele

Bolsonaro é um terrorista,não duvido dele ter coragem de arriscar a vida dele

1 curtida

A fic

Mas gente ainda tinha alguém nesse país achando que a facada foi de verdade ?

3 curtidas