Bolsonaro diz que vai indicar ministro 'terrivelmente evangélico' para o STF

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na manhã desta quarta-feira (10) que terá direito a indicar dois ministros do Supremo Tribunal Federal ([STF] e que “um deles será terrivelmente evangélico”.

Bolsonaro deu a declaração durante discurso durante culto evangélico na Câmara dos Deputados.

“Muitos tentam nós deixar de lado dizendo que o estado é laico. O estado é laico, mas nós somos cristãos. Ou para plagiar a minha querida Damares [Alves, ministra]: Nós somos terrivelmente cristãos. E esse espírito deve estar presente em todos os poderes. Por isso, o meu compromisso: poderei indicar dois ministros para o Supremo Tribunal Federal [STF]. Um deles será terrivelmente evangélico”, declarou o presidente.

Ele afirmou ainda ser “apenas um instrumento”. E acrescentou que, por mais crítica que a bancada evangélica receba, tem um “superávit enorme junto à sociedade”.

Bolsonaro é católico, mas a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, é evangélica. Na campanha eleitoral, ele contou com o apoio de grupos evangélicos e, desde que assumiu, vai com frequência a eventos evangélicos. Ele foi o primeiro presidente a participar da Marcha para Jesus, em São Paulo.

Em maio, durante evento da Assembleia de Deus Ministério Madureira, em Goiânia, Bolsonaro questionou se não estaria na hora de ter um ministro evangélico no STF.

“Com todo respeito ao Supremo Tribunal Federal, eu pergunto: existe algum, entre os 11 ministros do Supremo, evangélico? Cristão assumido? Não me venha a imprensa dizer que eu quero misturar a Justiça com religião. Todos nós temos uma religião ou não temos. E respeitamos, um tem que respeitar o outro. Será que não está na hora de termos um ministro no Supremo Tribunal Federal evangélico?”, disse na ocasião.

Naquele evento, Bolsonaro disse que os ministros do STF estavam “legislando” ao discutir a equiparação de homofobia ao crime de racismo. No dia 13 de junho, STF decidiu permitir a criminalização da homofobia e da transfobia.

“Muitos tentam nós deixar de lado dizendo que o estado é laico. O estado é laico, mas nós somos cristãos. Ou para plagiar a minha querida Damares [Alves, ministra]: Nós somos terrivelmente cristãos. E esse espírito deve estar presente em todos os poderes"

1 Curtida

gilead acontecendo no brasil

4 Curtidas

UM LIXO MEU DEUS

oooh evangelicos me carreguem pro #1

surtado do caralh*

Esse homem tem que cair logooo, não aguento mais.

Veremos mais uma queda do Bozo mores. Nada de novo sob o sol.

Pu-ta te pariu

Auge dessa merda de país

Mais um ministro que daqui alguns meses se envolve num escândalo e sai do cargo

Previsível o fracasso do governo desse porco

2 Curtidas

ele ta falando de ministro do stf, anjo

1 Curtida

Não li o STF kkkk foi mal

a incoerência

3 Curtidas

Se ele já é terrível sem nenhum ministro indicado por ele lá, imagina quando ele colocar dois…

terrível e evangélico é pleonasmo

3 Curtidas

Ele só repete isso, a Damares também, eles falam em laicidade, mas ao mesmo tempo querendo impor o cristianismo sobre, é muita burrice, incoerência, pra não dizer outras coisas…

1 Curtida

Vai levar uma bela negação do Senado

falta o que pra esse governo cair de vez?

ohhh glenn você prometeu

Não tem muitos senadores evangélicos?