Cachorro é resgatado após passar por castração em república de estudantes universitários em Presidente Prudente;

Um cachorro foi resgatado pela Polícia Militar Ambiental, na noite desta segunda-feira (14), em Presidente Prudente (SP). O animal foi castrado em uma república de estudantes universitários, segundo a corporação ( assista ao vídeo acima ).

A polícia informou que recebeu denúncias de que o proprietário de um cão estaria postando vídeos nas redes sociais, que mostravam o animal sendo mutilado.

No local indicado, no Jardim Vale do Sol, a equipe constatou que se tratava de uma república de estudantes e que os autores dos vídeos não estavam na residência.

Segundo a polícia, quatro estudantes realizaram o procedimento, filmaram e publicaram as imagens nas redes sociais.

A Universidade do Oeste Paulista (Unoeste) divulgou nota sobre o ocorrido e sobre identificação dos estudantes. Leia íntegra da nota mais abaixo.

Nas imagens, é possível ver o cachorro em dois momentos:

  • O primeiro, antes de ser sedado. A pessoa fala: “Últimos momentos do cachorro branco estar feliz. Preparando o centro cirúrgico”. Ao fundo, é possível ver uma mesa e alguns materiais e ouvir a pessoa rindo;
  • Já na mesa, a mesma voz relata que nunca viu o cachorro tão “quietinho”. “O que aconteceu? Você não tem mais o controle do seu corpo? Você está drogado? O que foi?”, fala a pessoa enquanto ri novamente.

Como os cães foram encontrados

Os policiais encontraram dois cães no quintal, sendo um deles de cor branca, da raça labrador, “aparentando estar sedado e com dificuldade de locomoção e com uma sutura próximo ao órgão genital, aparentando ter sofrido castração”.

“Foi localizada também a mesa em que foi feito o procedimento cirúrgico, bem como os materiais utilizados como luvas cirúrgicas, gazes sujas de sangue, embalagens com agulhas, fio de sutura, seringas e em uma lata de lixo estava o testículo do animal”, explicou a Polícia Ambiental.

A corporação afirmou também que um médico veterinário foi até o local e “atestou que o animal passou pelo procedimento de castração”.

O profissional também é membro do Conselho Municipal de Proteção Animal e presidente do grupo de proteção animal “Beco da Esperança”, que ficou responsável pelo cão até sua total recuperação.

“A ocorrência foi apresentada na Delegacia Seccional de Presidente Prudente e, tão logo os autores sejam localizados, as providências administrativas serão tomadas”, disse a polícia.

‘Covardemente’, diz Polícia Ambiental

“A Polícia Ambiental realizou uma ação juntamente com o policiamento territorial de um resgate de dois cães, um deles sofreu maus-tratos através de mutilação em procedimento cirúrgico, em local completamente inadequado, causando sofrimento ao animal. São quatro indivíduos, estudantes, universitários, em um pensionato realizaram esse procedimento, filmaram, publicaram, de maneira que zombam até do animal, do sofrimento que causam no animal e essa prática configura maus-tratos”, disse o capitão Júlio César Cacciari de Moura, oficial da Polícia Ambiental.

“A Polícia Ambiental resgatou esses cães, estão encaminhados agora para mãos que cuidam, que defendem o interesse e a causa animal”, complementou.

“A Polícia Ambiental sempre adverte, a modificação na lei hoje trouxe uma pena de reclusão de 2 a 5 anos. Esses indivíduos, infelizmente, covardemente, fugiram do local, se evadiram do local que praticaram o ato, mas a Polícia Ambiental já elaborou o auto de infração, a Polícia Civil, através de inquérito, irá apurar e responsabilizar cada um deles”, disse Moura.

Ainda de acordo com o capitão, a Polícia Ambiental se coloca à disposição de toda a população, através do telefone 3906-9200.

O nível da doença

Nossa fiquei até arrepiado lendo o que eles falaram no vídeo
Nunca q vou assistir

Muito chocado
Porém não surpreso
Muita gente ruim

geeeeeeeeeeeeente

que monstros

Vontade de matar esses doentes