Cães devolvidos por Claudia Ohana ainda aguardam adoção em abrigo nove meses depois

Thor e Tigrão ainda aguardam no abrigo serem adotados novamentes, nove meses depois. Em junho de 2020, os cães foram devolvidos por Claudia Ohana, que havia adotado os dois ainda filhotes. Alegando não ter mais condições de criá-los, a atriz entregou os animais de volta para a ONG Projeto Toca Do Bicho, em Visconde de Itaboraí, no Rio, onde permanecem até hoje. A ONG fez um apelo no Instagram para que os cachorros sejam adotados, e contaram que eles seguem tristes desde que foram devolvidos.

“Thor e Tigrão, será que nunca serão adotados? Desde que foram devolvidos, sem um pingo de amor por eles, os dois entraram em depressão. Não entendiam o que estava acontecendo, o por quê estavam no abrigo. E desde então, ninguém se interessou em adotá-los, juntos ou separadamente. Thor ainda brinca, faz uma gracinha. Mas Tigrão continua triste, e quando algum humano chega perto ele fica num canto, acuado. Será que por causa de um ímpeto de adoção sem amor quando eram filhotes, eles não terão uma família? Nos ajudem a encontrar um lar de amor para eles. Divulguem, marquem seus amigos, salve a publicação. Só assim eles terão uma chance de adoção”, diz a postagem.

Tigrão foi um dos cachorros devolvidos por Claudia Ohana

Thor foi um dos cães devolvidos por Claudia Ohana

Na época, Claudia Ohana justificou a devolução dos animais numa rede social, alegando “limitações de saúde”.

“Encontrei- em uma situação muito difícil. Em função da propagação da pandemia, diante da necessidade deles enquanto filhotes e das minhas limitações de saúde (comecei a ter crises agudas na minha coluna que comprometeram a minha mobilidade), considerei a opção de devolvê-los. Fui em busca de soluções que, além de garantirem que fossem bem tratados enquanto não estivessem comigo, também permitiriam que eles estivessem espaço para correr e brincar. Em primeiro momento, pensei em mandar para o sítio de um amigo de longa data. Lé, teriam mais espaço e poderiam gastar mais energia. Dividi esse pensamento com a Toca do Bicho, e eles me alertaram que não poderia fazer isso porque sítio não tinha muros e que, pelo contrato que assinei com eles, isso era proibido. Foi quando eles mesmos, depois de perceberem que, talvez, eu não tivesse outra opção, a não ser devolver, sugeriram que os cachorros ficassem (temporariamente) o período da pandemia no abrigo”, postou a atriz quando o assunto veio a público.

a carinha do tigrão :pleading_face: @Bichinhos

Eles são lindos
Claudia Ohana MONSTRO

macho e porte grande, vai ser difícil a adoção mesmo, infelizmente

imagina devolver seus filhos

1 curtida

que mulher otária, se não tinha condições de criar, o que eu acho fic, pra que adotou?

essa mulher é um monstro

a carinha deles, gente. meu coração tá partido

e ela disse que só ia deixar eles lá por um tempo por causa da pandemia

Por isso a ONG não deveria ter exposto da maneira que foi feita. Eles ainda postaram as fotos da sala dela toda destruída. Isso afasta adotantes. Eles já são grandes, não são filhotes, expostos como destruidores de sofás… e adoção conjunta nas melhores das hipóteses já é uma loteria. Quem paga é quem não tem culpa: os cachorros. Olha essas carinhas… só precisavam de uma chance.

Essas imagens são de cortar o coração. Tomara que adotem eles logo :heart:

Espero que você essa mulher sofra muito por isso

1 curtida

Que ódio dessa desgraçada

Nossa como assim tem contrato pra adotar cachorro?

Se ela ia mandar os cachorros pra viverem na fazenda durante a pandemia e a ONG não permitiu por conta de contrato então a culpa é de todos os envolvidos, não só dela

Todo processo de adoção responsável requer aceitação de termos, ela quem viajou e achou que poderia cumprir com mais do que poderia. Mas as Ongs são muito insistentes no processo em alertar sobre todas as dificuldades da crianção canina. Ela enviar pra uma fazenda não fazia parte da adoção combinada.

Eu desisti de adotar um macho durante um processo já por perceber que não seria capaz de criar mais um filhote com essas especificidades. Liguei pra Ong e expliquei. Mas foi toda a complicação que eles impõem na adoção que fez eu perceber isso.

Entendi, de toda forma achei meio WTF essas imposições por parte da ONG.

Dada a situação acho que para os cachorros teria sido muito melhor serem cuidados na fazenda tendo espaço e companhia do que presos em um apartamento com uma mulher com problema de saúde ou depressivos na adoção como estão agora.

Até hoje queria entender o que deu na cabeça dessa doida em adotar esses filhotes já sabendo que não poderia os cuidar

Eu acho isso horrivel, se tem algum tipo de problema de saude ou algum porem para não poder cuidar deles que nem tivesse adotado e desse a chance para outra familia que daria amor integral a eles

Eu não sei porque essa piranha adotou se ia devolver… “Não tinha mais condições” é o caralho, é famosa e rica, duvido que não tenha espaço ou empregados pra cuidar deles já que ela não queria.
Espero que sejam adotados logo e por alguém que os ame muito, porque é de cortar o coração ver a carinha deles.