CASO YASMIN NERY 2: Menino de 14 anos mata menina de 13 anos para saciar a "vontade de matar"

Uma adolescente de 13 anos foi encontrada morta em Araraquara (SP) na noite de terça-feira (10). Um menor de 14 anos, suspeito do crime, foi apreendido. A Polícia Civil investiga a motivação do assassinato.

A vítima Júlia Peixoto Machado estava desaparecida desde a manhã de segunda-feira (9), quando saiu para ir à escola e não foi mais vista.

O corpo da jovem foi encontrado no estacionamento do antigo Shopping Tropical, no bairro do Melhado, por policiais que procuravam pela adolescente.

Segundo a Polícia Militar, o corpo de Júlia tinha diversas perfurações e estava em um ponto coberto por mato e sujeira, localizado no fundo do antigo shopping.

A Polícia Cientifica foi acionada para periciar o local e analisar as causas da morte. Policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) também foram ao local e deram início à investigação.

Desaparecimento

Júlia teria desaparecido após a van deixá-la em uma escola do bairro São José, na manhã de segunda-feira. A jovem não entrou na sala de aula e desde então não foi mais vista ou atendeu o celular.

Durante todo o dia, familiares, amigos e até desconhecidos passaram a procurar pela garota e divulgar a foto delas nas redes sociais.

Policiais militares e civis realizaram buscas pela jovem durante todo o dia e acabaram encontrando a jovem já sem vida.

Adolescente de 13 anos é encontrada morta em Araraquara — Foto: Rebeca Branco/EPTV

Um adolescente de 14 anos confessou ser o autor do crime que vitimou a garota Júlia Peixoto Machado, de 13 anos, em Araraquara. A jovem havia desaparecido na última segunda-feira (9), quando foi deixada em frente a Escola Estadual Augusto da Silva Cesar, no São José, por uma van escolar. Ela não entrou na unidade escolar e foi flagrada por câmeras de monitoramento caminhando em direção ao Jardim Arangá, passando próximo ao Terminal Rodoviário de Araraquara.

Com o desaparecimento, a Polícia Militar, Civil e a Guarda Civil Municipal empenharam-se e encontraram, na noite desta terça-feira (10), o corpo com sinais de perfurações e violência no imóvel do antigo Tropical Shopping, que está há muitos anos em situação de abandono.

O principal suspeito passou a ser um adolescente, de 14 anos, aluno da mesma escola e com quem ela estaria se relacionando. Ele foi localizado, ouvido pela equipe da Delegacia de Investigações gerais (DIG) de Araraquara e confessou o crime.

Ele teria revelado aos policiais os detalhes de como atraiu e levou a menor até o local, mostrando onde o corpo foi deixado. O crime foi praticado por “impulso”, segundo sua versão. O adolescente foi detido e encaminhado para a Fundação Casa.

Vai passar dois anos preso e quando fizer 18, o crime sequer vai constar na ficha dele. Ai ai Brasil…

1 curtida

Prisão perpétua é necessária

se a moda pega…

O caso da Yasmin é terrível tanto quanto esse.
E ela ainda sentiu que não era para ir e escreveu no Twitter.

Não lembro desse caso, vou pesquisar

Triste demais, mas qual a fonte da explicação ser “sede de matar”? Li as duas reportagens e não menciona isso. O que menciona é que quem falou isso foi o adolescente que matou a Yasmin Nery, mas não sobre esse caso do tópico

Ler aqueles tweets depois de saber sobre o caso foi horrível