China decreta lockdown em várias cidades após surto de ômicron

A China contabilizou 1.437 novos casos de covid-19 nesta 2ª feira (14.mar.2022), segundo um comunicado emitido pelo Ministério da Saúde chinês. Esse é o maior surto do coronavírus no país em 2 anos. A alta no número de infecções está fazendo o governo reativar a estratégia “covid zero” em várias localidades. De acordo com o ministério, 1.337 pessoas foram infectadas localmente em dezenas de cidades. A maioria dos novos casos (895) foi registrada na província de Jilin, no nordeste do país. A cidade entrou em lockdown. Maior parte das infecções é causada pela variante “furtiva” da ômicron.
Em Shenzhen, no sul da China, 17,5 milhões de pessoas entraram em isolamento por pelo menos uma semana. A medida anunciada no domingo (13.mar) foi adotada diante da alta de casos na região, que é um importante porto e centro tecnológico do país. O crescimento de infecções em Shenzhen está sendo relacionado a um surto na vizinha Hong Kong, onde 300 mil pessoas estão atualmente em quarentena. Embora os casos na China sejam inferiores aos relatados em outras partes do globo, eles são os mais altos desde o 1º grande surto de covid-19 em Wuhan, no começo de 2020.

No decorrer da pandemia, a China implantou a política “covid zero” de prevenção ao contágio e, assim, conseguiu controlar as infeções. Por outro lado, a medida está sendo alvo de críticas por isolar o país, enquanto outras partes do mundo têm suas atividades econômicas funcionando normalmente na tentativa de conviver com o vírus…

Que buceta hein

Ômicron já é Old por aqui
E a vacinação lá não tá com bons índices

1 curtida

Jilin é perto da Coreia do Norte

pelo visto as duas Coreias estão esfarelando, já que a do Sul registrou 350 mil casos ontem

1 curtida

Vem aí

Ai ai…
Falo nada.

pelos dados oficiais vacinaram 90% da população

Ainda bem que o Carnaval já passou, pelo menos.

real, deve estar só o caco na nk

1 curtida

Entao ainda tem 10% de 1,5 bilhões de pessoas