Colunista do maior jornal de SC faz campanha CONTRA doação de sangue por GAYS

A decisão que autoriza a doação de sangue por homens gays, tomada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no último dia 9, preocupa o diretor do Hemosc, médico hematologista Guilherme Genovez. Para o profissional, a transfusão de sangue não é uma prática 100% segura: "A grande segurança é obtida através do teste e das entrevistas clínicas, que servem para suprir as deficiências dos testes sorológicos”, explica o médico.

Segundo pesquisa da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, a prevalência do vírus HIV entre Homens que fazem sexo com homens (HSHs) em São Paulo foi de 15,4% —cerca de 450 vezes superior à encontrada entre os doadores de sangue, que é inferior a 0,03% (Hemocentro de Ribeirão Preto-SP). A informação é a da Associação Brasileira de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular.

“Para os casais homoafetivos estáveis não há problema. A decisão judicial não se discute. Se há algum equívoco, será corrigido. A nossa preocupação é que isso possa trazer um dano irreparável para algumas pessoas”, explica Genovez.

O Ministério da Saúde já encaminhou, na última sexta-feira (12), uma circular em que orienta pela retirada da pergunta ao doador sobre a prática sexual entre homens como fator identificador de inaptidão.

“O problema é a janela imunológica. O HIV, por exemplo, é detectado após o nono dia de contágio, mas a partir do terceiro dia a pessoa já está transmitindo. Nesse período, a pessoa pode transmitir e o Hemosc pode não detectar por limitação técnica. A questão não é o direito de doar, o direito que se impõe é o da pessoa que está doente e que precisa da doação, e que ela receba a transfusão mais segura possível. Não é uma questão de discriminação social, é uma questão de prevalência”, finaliza.

Existem diversos estudos que contestam a tese levantada pelo colunista e visibilizada pelo jornal… Os homofóbicos estão surtando!

deveriam mostrar pra ele aquela pesquisa que mostra a evolução do percentual de ISTs em casais hetero

ngm pode doar se for assim

pode chorar a vontade senhor Guilherme Genovez

exato
tem mto estudo que refutam os dados que ele traz
ele parte do preconceito e de dados questionáveis e sem contexto

1 Curtida

alguém quota pra eu ver?

quotada

Cadê o nome do jornalista?

renato igor

o segundo dessa foto

É O RENATO IGOR.

UMA VEZ JA LIGUEI PRA CBN E DESCI A LENHA NESSE FUDIDO

ela levou uma advogada dos direitos humanos que falava sobre estudar na cadeia e cada 2 dias estudados o preso diminuia um e esse DESGRACADO esperou a mulher desligar e ficou falando “ahh mas tem que ver se querem estudar ou so reduzir os dias, pq bandido é complicado”.

eu liguei pra cbn e XINGUEI TANTO mas TANTO

1 Curtida

PQP QUE ESCROTO ESSE CARA

lixo de jornal ceder espaço pra esse cara
NSC afilhada da Globo né

pior que a nsc ja se livrou de DOIS LIXOES esse ano que são o cacau menezes e o moacir pereira.
mas falta o renato igor tbm. esse MERDA

tinha que ser da onde? do sul né

OLHA O NIVEL DESSE CACAU MENEZES

sim, mas não adianta o grupo é dominado por cabeças conservadoras

esse cara é o próprio reflexo do bolsonarismo

Resposta da Carla Ayres

2 Curtidas

o pior é que da ultima vez que vi topico sobre doação de sangue de homens gays tinha boiola daqui sendo contra
a mão já ta solta há tempos

sim
desinformação e preconceito entre as próprias gays

Imgur