Confira os bastidores da briga de Rogério Gomes e Ricardo Waddington + diretores e autores já estão se queixando de Ricardo

O diretor Rogério Gomes, o Papinha, e o chefão do Entretenimento da Globo, Ricardo Waddington, estão se estranhando nos bastidores por causa de Pantanal, próxima novela das nove que estreia em março do ano que vem. O fato escancarou um racha que existe no núcleo de dramaturgia da emissora.

A pressão em cima do remake da trama da Manchete (1983-1999) é grande, já que o folhetim assinado por Bruno Luperi baseado no roteiro original de Benedito Ruy Barbosa é a primeira aposta aprovada pela nova direção de Dramaturgia da emissora. A Globo quer uma novela perfeita em todos os aspectos.

Segundo apurou o Notícias da TV com diversas fontes, Papinha está incomodado com os pitacos de Waddington na condução das gravações e na parte artística. O chefão da Globo espera algo mais arrojado, enquanto Papinha aposta na mistura do primor técnico com linguagem clássica de folhetim.

As divergências foram tão grandes que culminaram em discussões acaloradas. A reportagem apurou que, apesar disso, não houve um pedido de demissão formal por parte de Rogério Gomes. Ele está na Globo há 42 anos, desde 1980, é filho de Hilton Gomes (1924-1999), o primeiro apresentador do Jornal Nacional ao lado de Cid Moreira.

Mas uma coisa é fato: Papinha tem vontade de fazer trabalhos fora da Globo. E ele já falou isso para amigos em conversas mais reservadas. Um exemplo usado foi o do diretor Pedro Vasconcellos, que saiu da Globo no início do ano para fazer trabalhos mais curtos e priorizar sua qualidade de vida.

Vários talentos, incluindo atores renomados, estão deixando a Globo justamente por isso. Muita gente optou pelo streaming porque os projetos são mais curtos, dão menos dor de cabeça durante a produção e dão um retorno até maior financeiramente --já que contratos são pagos em dólar.

Diretores e autores se queixam na Globo

Outro ponto importante da questão é que Ricardo Waddington não é a figura mais querida da Dramaturgia da Globo. Diretores e autores reclamam que não há alguém que faça a ponte no dia a dia entre eles e Waddington.

José Luiz Villamarim, atual diretor do núcleo de Dramaturgia e que está abaixo de Ricardo Waddington nesta hierarquia, não tem feito essa função. Na antiga gestão de Silvio de Abreu, havia um tratamento mais próximo.

Pantanal será protagonizado pela jovem Alanis Guillen, que viverá Juma Marruá. O elenco também contará com Renato Goés, Bruna Linzmeyer, Juliana Paes, Osmar Prado, Dira Paes, Juliano Cazarré, José Loreto, Debora Bloch, Murilo Benício, Julia Dalavia e Gabriel Sater, entre outros. A novela já teve grande parte de seus capítulos escritos.

A vindoura produção começará em 14 de março e será a atração das nove até setembro. A missão será árdua: levantar os números do horário nobre, que estão em baixa.

mds o Silvio de Abreu pelo menos sabia mediar as coisas
o Ricardo Waddington tá triturando todo o RH da Globoh

1 curtida

Meu deus do céu

Esse auto comando que a Globo deu ao Ricardo subiu demais a cabeça dele porque não é possivel que esse seja o mesmo diretor bem aclamado com excelentes ideias, visto com bons olhos dentro da emissora e uma pessoa querida e que atualmente esteja fazendo esse monte de coisa equivocada ao comandar esse cargo importante

Sinceramente eu estou odiando sim o que ele está fazendo, eu achava que ele iria arrumar os problemas que o Silvio de Abreu deixou pelo caminho mas até agora ele só está piorando e muito

1 curtida

quantas notícias sobre demissões e brigas de bastidores na globo ultimamente
o ambiente de trabalho deve ser tudo

1 curtida

papinha + gostoso, portanto tem razão

É bem ótimo para muita gente pedir pra sair da emissora amigo

acho que se juntar os autores + diretores, o waddington sai sim

1 curtida