CRÍTICA - Reacher: Série do Prime Video surpreende e faz esquecer filmes com Tom Cruise

Nova série sensação do Prime Video, Reacher estreou na plataforma no início de fevereiro e se mantém como a produção mais assistida pelos assinantes há três semanas. Com o desconhecido Alan Ritchson no papel do protagonista, a nova atração surpreende pela qualidade e faz esquecer os filmes estrelados por Tom Cruise.

A produção é inspirada na série de livros escrita por Lee Child sobre Jack Reacher, ex-soldado e agente dos Estados Unidos que se envolve em missões perigosas pelo país e no resto mundo para procurar criminosos.

Enquanto na literatura o personagem protagonizou nada menos do que 26 romances de Child, Jack Reacher virou estrela de cinema com os dois filmes encabeçados por Tom Cruise em 2012 e 2016. Os longas até receberam alguns elogios de críticos e público, mas decepcionou muitos fãs da obra original pela falta de fidelidade à versão dos livros.

Apesar de ser um dos grandes astros de ação da sua geração, Cruise tem apenas 1,72 de altura, tamanho considerado abaixo dos padrões de Hollywood. Já o Jack Reacher dos livros de Child é um brutamontes com mais de 1,90 e uma aparência ameaçadora para qualquer um que ouse encará-lo de frente.

Talvez por isso a escalação de Alan Ritchson deixou alguns fãs dos livros esperançosos pela série do Prime Video. O ator, que antes se destacou apenas por participações em Titãs e Smallville (2001-20211), tem 1,96 de altura e pesa 113 kg. Em tela, Ritchson é praticamente um tanque humano.

Mesmo sem contar com o talento de Cruise para atuação, Ritchson se aproveita do carisma introspectivo de Reacher para se destacar. O protagonista é de poucas palavras, mas consegue conquistar com frases de efeito utilizadas de forma precisa nos roteiros do criador e showrunner Nick Santora.

O trio Finlay (à esq), Reacher e Roscoe

O trio Finlay (à esq), Reacher e Roscoe

Na trama, Jack Reacher (Ritchson) se vê no centro de uma enorme conspiração ao visitar a pacata cidade de Margrave, no sul dos Estados Unidos. Confundido com um suspeito de assassinato, ele é preso e levado à delegacia comandada pelo detetive Oscar Finlay (Malcolm Goodwin).

Finlay e seus subordinados acreditam que Reacher seja o responsável por um assassinato em massa ocorrido nos arredores de Margrave, mas a policial Roscoe Conklin (Willa Fitzgerald) é a única que parece confiar em sua inocência.

Sua vida parece estar sob controle, mas Reacher é puxado de volta ao caso quando uma tragédia pessoal o liga diretamente ao mistério envolvendo Margrave. Recém-saído do exército para seguir seu próprio caminho, ele decide ficar na cidade para derrubar tal conspiração, e conta apenas com a parceria de Roscoe e do rabugento Finlay.

Um imponente Alan Ritchson vive, respira e encarna Reacher. Ele tem a aparência física certa, mas é muito mais do que isso. O ator interpreta o personagem com uma disposição encantadora que mascara sua brutalidade, ciente de seu tamanho e força --com os quais se diverte muito.

Com o trio principal completado por Willa e Goodwin, a série entrega um produto mais do que competente na missão de entreter. É engraçada e intrigante na medida certa, fórmula que nem sempre é atingida pela maioria de outras produções semelhantes. Com uma segunda temporada já confirmada pelo Prime Video, Reacher tem tudo para continuar sendo um dos principais títulos da plataforma pelos próximos anos.

Assista ao trailer legendado de Reacher: