DATAFOLHA: Rejeição a Bolsonaro atinge novo recorde, 51% // 72% dos Homossexuais e Bissexuais o rejeitam, 34% entre os evangélicos

Ruim/Péssimo - 51% (+6)
Regular: 24%
Bom/Ótimo: 24%

Reprovam o governo de Jair Bolsonaro

Resposta estimulada e única, em %

Entre quem prefere o PT 79
Entre estudantes 61
Entre quem mora na região Nordeste 60
Entre quem ganha mais de dez salários mínimos 58

Aprovam o governo de Jair Bolsonaro

Resposta estimulada e única, em %

Entre empresários 49
Entre quem prefere outro partido que não PT, MDB ou PSDB 36
Entre moradores do Centro-Oeste 34
Entre quem tem mais de 60 anos 32

Regionalmente, sua melhor avaliação segue nos bastiões que o acompanham, com variações, desde a campanha eleitoral de 2018. No Norte/Centro-Oeste (15% da amostra), Bolsonaro é visto com um presidente ótimo ou bom por 34%. No Sul (15% da amostra), por 30%.

Na mão inversa, seu pior desempenho é no Nordeste (60%), região na qual ele havia logrado uma melhora expressiva de avaliação no ano passado com a primeira fornada do auxílio emergencial para os afetados pela pandemia.

Aparentemente, a nova e mais magra versão da ajuda deste ano, renovada pelo governo nesta semana, não surtiu efeito.

Empresários seguem sendo o único grupo (de apenas 2% da amostra) em que Bolsonaro goza de apoio maior do que rejeição: 49% o consideram ótimo ou bom.

O presidente mantém seu apoio com melhores índices entre os evangélicos, segmento ao qual é fortemente associados: nesta semana, ele anunciou que irá indicar o “terrivelmente evangélico” advogado-geral da União André Mendonça para o Supremo Tribunal Federal, por exemplo.

Sua rejeição cai para 34% entre eles, e a aprovação sobe a 37%. Evangélicos somam 24% da amostra do Datafolha.

O instituto buscou saber a opinião de pessoas por sua orientação sexual. Como Bolsonaro é historicamente conhecido por suas declarações homofóbicas, é pouca surpresa que seja rejeitado por 72% dos homossexuais e bissexuais (8% da amostra, dividida igualmente entre os dois grupos).

Quando o quesito é racial, Bolsonaro atinge sua maior rejeição entre pretos (57%), com certa homogeneidade entre os demais grupos (brancos, pardos e amarelos).

1 curtida

Ainda é pouco

1 curtida

mais uma vitória da era bolsonarática

Quero 60%

correu pra criar o tópico

Morto com o “novo recorde do presidente” em ênfase.

vai acontecer igual o trump

unico presidente nao reeleito em décadas

ele ja sabe que perdeu e vai começar chorar dois anos antes vai trabalhar seu merdinha

1 curtida

Esse fã clube de Jesus é um saco, o povo cego!

2 curtidas

É ‘pouco’ perto do que estamos passando, mas é ótimo ver que a tendência é de queda. Até o fim da CPI deve bater a casa dos 60%

Esfarela desgraça,tem que esfarelar mais . Tá muito pouco ainda ,o temer fez muito menos que o bozo e teve aquela rejeição…

1 curtida

pq matar 500mil pessoas já não seria suficiente pra isso…
ai ai classe merdia

72% entre as gays?
Tinha que ser 100%

Sempre tem as poc burras

4 curtidas

O eduardo leite fazendo parte dos outros 28%

O datafolha ta dizendo que 8% da população brasileira é abertamente homo ou bi? Duvido muito.

Uai kkkkkk tu acha q é menos? Ou mais?

Muito menos.

Se não fossem os evangélicos já estaria na casa dos 60%

Católicos maiores

Oxe, estamos em 2021 e não em 2012

1 curtida