É fogo no feno! Ação de Jojo contra Cariúcha é prejudicada por erro

Não é novidade para ninguém que Jojo Todynho e Alessandra Cariúcha fazem questão de deixar bem público seu desafeto mútuo. As intrigas, inclusive, eram tão fortes que acabaram parando na Justiça. E a coluna descobriu, com exclusividade, novidades sobre um dos casos.

Jojo ajuizou uma ação contra Cariúcha, na qual percorre mais de 20 páginas acusando a atual peoa de A Fazenda de difamá-la na internet e disseminar ódio contra ela em suas redes sociais. Os comentários foram considerados preconceituosos e inadmissíveis.

Vários foram os pedidos feitos por Jojo Todynho. Entre eles, o impedimento de que Cariúcha tocasse em seu nome ou expusesse sua imagem. Ela solicitou também a exclusão de todos os vídeos feitos pela cantora, além de danos morais não inferiores à R$ 50 mil.

Para coroar, Jojo Todynho pediu que o Ministério Público fosse oficiado para apurar a ocorrência dos crimes de difamação, injúria e calúnia.

Acontece, meus caros leitores, que esta coluna descobriu que a ação acabou parando na roça e caiu na eliminação. Isso porque, em junho deste ano, o juiz entendeu que o processo havia sido ajuizado no local errado.

No caso, a relação entre Jojo e Cariúcha que constitui o objeto da ação não é consumerista, ou seja, dos direitos do consumidor. Logo, a competência para analisar e julgar o processo passou para uma comarca de Nova Iguaçu.

Até que isso ocorra, a guerra fica restrita ao curral, esperando que algum juiz ou juíza intervenha e coloque ordem neste pasto. É fogo no feno!

Fodam-se essas duas raparigas