Em documento, chapa Lula-Alckmin prevê revogação da reforma trabalhista e uso de estatais para alavancar desenvolvimento

A coordenação da pré-campanha de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) apresentou nesta segunda-feira as diretrizes para a elaboração do programa de governo que será apresentado na eleição. Com 17 páginas e 90 itens, o documento trata, entre outros temas, da revogação da reforma trabalhista e do teto de gastos, além de defender o papel das empresas estatais na promoção do desenvolvimento.

O texto foi enviado aos sete partidos que devem compor a coligação (PT, PCdoB, PV, PSOL,PSB, Solidariedade, Rede e PSOL) e ainda poderá receber emendas até quinta-feira.

“O trabalho estará no centro de nosso projeto de desenvolvimento. Defendemos a revogação da reforma trabalhista feita no governo Temer e a construção de uma nova legislação trabalhista, a partir da negociação tripartite, que proteja os trabalhadores, recomponha direitos, fortaleça os sindicatos sem a volta do imposto sindical, construa um novo sistema de negociação coletiva e dê especial atenção aos trabalhadores informais e de aplicativos”, afirma um dos itens.

Além disso, o texto se opõe de forma direta às privatizações da Petrobras, da Eletrobras e dos Correios. Defende um fortalecimento dos bancos públicos e das empresas estatais em geral na promoção do desenvolvimento.

“Vamos recolocar os pobres e os trabalhadores no orçamento. Para isso, é preciso revogar o teto de gastos e rever o atual regime fiscal brasileiro, que é disfuncional e perdeu totalmente sua credibilidade”, afirma também.

Leia a íntegra do texto : https://static.poder360.com.br/2022/06/diretrizes-programa-Lula.pdf

@Esquerdistas

12 curtidas

Essa deforma trabalhista só tirou direitos do povo. Revoga, Lula!

3 curtidas

Isso vai ser uma ótima maneira de comecar o governo!

Pai dos pobres

Lula anjo encarnado.

Seria um acerto

Merda de reforma que só piorou a vida do trabalhador pobre e não mudou significativamente o número de desempregados

Tá mais do que nítido que toda a situação trabalhista do Brasil piorou MUITO dps dessa reforma (não que não fosse previsível antes de ser aprovado né)

4 curtidas

Gente, mas o Ramirinho prometeu que

Com certeza foi tudo ideia do companheiro Alckmin

1 curtida

lendário demais

lacre

assegurar às mulheres o
exercício de seus direitos sexuais e reprodutivos

O eufemismo pra aborto? Alguem vai encrencar com isso daqui

1 curtida

Tem que ser muito mal caráter ou estar lucrando muito pra defender essas reformas em 2022, foi avisado por todos os especialistas que essas reformas não trariam benefício algum, mas vieram com malabarismos, prometeram milhões de empregos e não tivemos absolutamente nada.

Um exemplo com provas: Reforma trabalhista não criou empregos em 4 anos, dizem especialistas

Mas me prometeram que Lula não teria nenhum plano de governo

nossa eu fico muito feliz dele nao estar recuando nisso

Qualquer coisa é só ele fingir que tá falando de relação maternidade x trabalho

REVOGA LULA

Vou salvar pra ler o documento completo depois

1 curtida

Os bolsonaristas ja sacaram

Já pisou no plano de governo do bolsonaro em 18