Empatia? Personal trainer banido do Instagram por nazismo é encontrado morto em Natal-RN

Defensor do nazismo, Paulo Leitão é encontrado morto em sua casa no RN. O extremista de direita havia sido bloqueado pelo Instagram por propagar informações falsas sobre fatos históricos e por debochar da pandemia

www.pragmatismopolitico.com.br/2021/12/paulo-leitao-nazismo-encontrado-morto-rn-natal.html/amp

6 curtidas

Os braços, parece o geodude

5 curtidas

O Leitão? Foi abatido pra ceia de natal

2 curtidas

Que agunia essas veias

Sou do RN e nem sabia da existência

1 curtida

It’s what she deserves

1 curtida

Menos um negacionista e preconceituoso no mundo amooooooo

O braço que é bomba pura kkkkk que nojo

Deve ter explodido com tanta bomba que tomou

1 curtida

God’s timing is always right

2021 surpreendendo positivamente no finalzinho

1 curtida

Empatia??

o capeta vindo pegar pessoalmente

1 curtida

É sobre isso
E tá tudo bem

3 curtidas

morreu de que?

A vida é um sopro rs

A matéria completa:

Resumo

O corpo do personal trainer Paulo Leitão, 48, foi encontrado pela polícia neste sábado (25) em Natal, Rio Grande do Norte. O extremista de direita ficou famoso por propagar informações falsas sobre fatos históricos nas redes sociais.

Leitão chegou a ter sua conta removida pelo Instagram por exaltar o nazismo. Em uma das postagens, o personal publica uma imagem de Adolf Hitler acompanhada da seguinte legenda: “Isso é uma direita realmente genuína e conservadora”.

Em outra publicação, Paulo Leitão desdenhou do diário escrito por Anne Frank, uma garota judia morta por nazistas no campo de concentração de Bergen-Belsen, na Alemanha. O diário de Anne Frank foi transformado em livro por seu pai, única pessoa da família a sobreviver ao holocausto.

Paulo Leitão também era um negacionista da pandemia e fez uma postagem em suas redes incentivando as pessoas a desobedecerem as regras de isolamento social para conter o coronavírus.

Por conta da postagem contra as medidas sanitárias de isolamento social, Leitão foi autuado pela Polícia Civil do RN por suspeita de apologia contra as medidas sanitárias.

Leitão ainda publicou um vídeo em que debocha dos mortos pela Covid: “Eu estava errado e as pessoas que estavam certas. Existe realmente uma epidemia gigantesca, inclusive, eu vou pedir ao motorista aqui para desviar dos cadáveres. Tá cheio de cadáver na rua né por causa do coronavírus”.

A Polícia Civil informou que Leitão morreu em sua residência e que serão realizados exames para confirmar a causa da morte.

Personal trainer que exaltava o nazismo é encontrado morto no RN

Deve ter morrido de tanta bomba de cavalo que injetou no corpo