Estou me sentindo um monstro depois da primeira dispensa "amorosa" da minha vida

Parei de ficar com um cara depois que eu baixei o Grindr e via que sempre um dia depois das nossas transas, ele estava no Grindr procurando “pegação” (esse era o nome dele).

Eu tinha esperanças de ter algo sério com ele, tentei ser um cara mais liberal, com pensamento mais aberto, mas não deu, aquilo ia muito contra com meus próprios valores. Mas meu erro foi ter deixado rolar natural, não perguntei nada e nem ele também.

Aí ele começou a sentir uns ciúmes estranhos, por exemplo: Fui ao cinema e ele ficou com raiva, achou que eu estava com outro. Mas eu só fui ao cinema sozinho mesmo, até porque ele me falou que dorme quando assiste filmes… Aí eu me depilei para ver melhor a evolução na academia também e ele surtou, achou que era para outros caras.

Então tentei me afastar naturalmente, ghosting, deixar de seguir nas redes etc. Passamos vários meses sem nos falar, agora no Natal veio querer saber o que aconteceu.

Eu me esquivei total desse assunto de Grindr. Falei que a gente não batia e ele insistiu até o fim para tirar toda informação que pudesse. Até que perdi a paciência e falei tudo o que já estava na garganta: Que eu não gostava de ver ele no Grindr, que ele seguia pessoas de índole duvidosa do Grindr no Instagram, que se ele bebeu minha porra com certeza ele bebia a dos outros, que eu peguei infecção na garganta depois de ter ficado com ele e eu havia achado que peguei HIV. Fiquei 3 meses com ansiedade só esperando dar uma janela bem alta para matar com a ansiedade de vez.

Aí depois ele ficou jogando que ficou decepcionado comigo, que “esperava mais” e que ainda há muito preconceito no meio gay.

No final, falei que por mim, eu não seria gay e que esse seria um fardo que levaria para a minha vida toda.

Agora estou meio triste por ter sido ignorante com uma pessoa, já que eu sou paz e amor. Ele que insistiu. Ele poderia ter saído dessa sem a verdade.

2 curtidas

Nós primeiros surtos de ciúmes dele você já deveria ter jogado na cara que ele não tinha moral nenhuma pra sentir ciúmes, caso você estivesse saindo com outros, porque ele também não saía do Grindr. Devia ter matado a marra da poc logo no início.

3 curtidas

Agora que eu juntando os pontos… Ele queria se encontrar comigo em um domingo e eu respondi seco dizendo estava em Araçatuba, no cinema. Ele ficou com raiva.

Mas respondi seco porque ele passava o dia no Grindr, com o nome “Pegação” ou “A fim”. Ele tinha até um album de nudes. E comigo ele só falava lá para às 16h, que seria o horário que ele iria se organizar pra gente transar às 18h. Com certeza não achava transa e tinha eu como última opção. Vsferrar.

Você se livrou.

acho que vc devia ter pisado mais nesse lixo petulante
dando showzinho de ciúmes enquanto ele estava no Grindr?
nojo de gente assim
por isso que não se confia em gente ciumenta, eles escondem e acham que todo mundo esconde (projeção)

Tópico Luizito

Busque terapia.
Se livrou, mas mais um pouco, seria difícil.

Me parece que ele queria exclusividade sua, mas ele queria ter o direito de sair com outros. Você se livrou super

Tenho os prints, depois faço um compilado e posto.

1 curtida