EUA podem ter mais vacinas do que pessoas que querem ser vacinadas já em maio

Em meados de maio, os EUA provavelmente terão mais doses das vacinas do que pessoas que desejam recebê-las, e isto tem preocupado especialistas.

“Todos os dias o Facebook faz uma pesquisa sobre vacinação. Nós olhamos esses dados diariamente e percebemos que a confiança na vacina nos EUA tem diminuído de forma lenta, mas contínua desde fevereiro”, disse o Dr. Chris Murray, presidente do Institute for Health Metrics and Evaluation (IHME, o que numa tradução literal significa Instituto de Métricas e Avaliação de Saúde) da Universidade de Washington.
“Chegamos a 75% dos adultos dizendo que queriam a vacina”, disse ele a Anderson Cooper, da CNN. “Mas, segundo essas pesquisas recentes, caímos para cerca de 67%.”

Autoridades de saúde, incluindo o Dr. Anthony Fauci, estimam que 70% a 85% do país precisa estar imune ao vírus --seja por inoculação ou infecção prévia-- para impedir a disseminação. Em sua última projeção, o IHME disse que cerca de 602.723 americanos morrerão por causa do coronavírus até 1º de agosto, número abaixo da estimativa da semana passada, que marcava pelo menos 618 mil mortes.

O IHME observou que a adesão da vacinação e cumprir o tempo entre duas doses foram suficientes para impedir o aumento das mortes, mas fez um alerta. “Dada a importância da vacinação para a estratégia dos EUA em controlar o aumento potencial de B.1.1.7, a falta de confiança na vacina nos últimos dois ou mais meses é, sim, motivo de preocupação”, afirmou o IHME.

Pelo segundo dia consecutivo o a média de aplicações ficou abaixo de 3 milhões, de acordo com dados do Centers for Disease Control and Prevention (CDC, que uma tradução literal é o Centro de Controle e Prevenção de Doenças).

A onda se expande também às forças armadas. “Ouvimos frequentemente que pessoas mais jovens sentem que não estão tão vulneráveis à Covid-19 e que talvez o risco de ser vacinado seja maior do que contrair a doença, o que sabemos que não é verdade”, disse o secretário de Defesa para Assuntos de Saúde, Terry Adirim, numa coletiva de imprensa esta semana.

A preocupação em relação a uma das vacinas também aumentou a hesitação de alguns norte-americanos. A produção da vacina Johnson & Johnson foi interrompida após a ocorrência de seis casos raros de síndrome da coagulação do sangue, mas na sexta-feira (23) o CDC e a Food and Drug Administration (espécie de Anvisa) voltaram a recomendarem a vacina.

negacionistas de merda

2 curtidas

esse país é uma vergonha.

estamos no seculo 19 é

Mandem pra cá então. Todos meus miguxos q moram no EUA já tomaram suas vacinas. Morro de inveja.

Mas também com a fake news e as confusões com a vacina dando coágulo.
Esses dias tava vendo um especialista comentar que no passado, em outras pandemias, foi mais fácil quando se tinha apenas 1 jornal impresso como fonte de informação, por incrível que pareça.
Hoje em dia a informação tá fácil mas a desinformação também.

1 curtida

Aí enviam pro Brasil:
“Não vou tomar. Pq não tomaram lá? Pq sobrou? Algo tem Nessa vacina”

Situação não tá diferente por aí

2 curtidas

Tinha que ser obrigatório, imagina ter liberdade para ser depósito de covid e sair por aí contaminando quem não pode se vacinar e entre outros.

Nego, eu tomo. Se for pensar em bolsonaristas, estamos ferrados.

1 curtida

Tudo que vem dos eua os cusileiros amam, qlqr esmolinha já querem

Isso de desperdiçar vacina é um absurdo, eu entendo que tem que seguir protocolos, mas vai chegar um momentos que deveriam vacinar quem quer ser vacinados mesmo para diminuir esses números de contaminação e salvar vidas.

O Brasil é um dos países que a população mais quer se vacinar

e os filhos da puta monopolizaram a compra de vacinas

desgraçados

bando de egoístas.

Vão começar a descartar as doses ?

Pq a da Pfizer eles quase não guardam

Vão mandar pros outros países, creio

Brasil aceitou até estoque de Cloroquina do US.
Se vir de lá as cadelinhas aprovam.

Por isso eu acho ótimo que vitalize esses bolsominions e negacionistas (tipo esses Ratinho da vida) vacinando prq acaba influenciando muito essa milícia que fica de fakenews no WhatsApp. Quando eles próprio aparecem vacinando “os argumentos” caem por terra e acabam enfiando o rabo entre as pernas e fazendo o mesmo.

Geral tava querendo que o Bolsonaro não se vacinasse, pois por mim ele pode até fazer uma transmissão em rede nacional.

Isso é uma questão de necessidade coletiva que vai muito além de ego de partidos/lados políticos.