Ex-noiva de Liam Payne revela detalhes sobre o relacionamento abusivo dos dois em livro

Maya Henry, ex-noiva de Liam Payne, acaba de lançar um livro inspirado em seu relacionamento com o cantor. A obra semi-ficcional apresenta, segundo a autora, passagens do relacionamento dos dois descritas nos personagens Oliver e Mallory.

“Obviamente o livro é ficção”, disse Henry à People, mas é “definitivamente inspirado em eventos reais… [A personagem principal] Mallory é muito parecida comigo, e é por isso que foi muito fácil para mim escrever a personagem dela e colocar a emoção aí contida. Estou muito grata por ter esta oportunidade e plataforma para realmente ajudar a ser uma voz para as mulheres.

Uma em cada três mulheres sofreu alguma forma de violência física por parte de um parceiro - e embora Henry, 23, não acuse o músico de abusar dela, é um tópico que ela explora em Looking Forward através de sua personagem principal Mallory, uma jovem aspirante a modelo apaixonada por uma estrela pop britânica de fala mansa. O livro narra o romance turbulento de Mallory com o charmoso Oliver - e sua devastação com o desenrolar de seu conto de fadas enquanto ele fica frustrado com sua carreira estagnada.

Oliver, que como Payne alcançou a fama como membro de uma boy band formada em um programa de televisão, recorre cada vez mais às substâncias, culminando em um clímax aterrorizante de Oliver abrindo um buraco na parede de “raiva”. O livro de Henry também apresenta uma sequência emocionante em que Oliver dá um ultimato a Mallory: faça um aborto ou me perca.

Quando questionada sobre o quão próximo seu romance ficcional acompanha suas experiências reais com Payne, Henry é cautelosa:
“Eu me inspirei [na minha vida real] e queria incluir uma cena como essa no livro porque, embora nem todo mundo namore uma estrela pop, sinto que todo mundo namora alguém como Oliver”, ela diz sobre um momento em que Oliver quebra uma luminária, enviando cacos de vidro no braço de Mallory. “Eu sinto que era importante que as mulheres fossem vistas dessa forma, e pudessem se relacionar e não se sentirem sozinhas em tudo o que estão passando.”

Mds ele é o Harry Styles dos héteros mesmo

sem brincadeira nesse tipo de topico meu filho, assunto sério

“Obviamente o livro é ficção”

Quando questionada sobre o quão próximo seu romance ficcional acompanha suas experiências reais com Payne, Henry é cautelosa:
“Eu me inspirei [na minha vida real] e queria incluir uma cena como essa no livro porque, embora nem todo mundo namore uma estrela pop, sinto que todo mundo namora alguém como Oliver”, ela diz sobre um momento em que Oliver quebra uma luminária, enviando cacos de vidro no braço de Mallory. “Eu sinto que era importante que as mulheres fossem vistas dessa forma, e pudessem se relacionar e não se sentirem sozinhas em tudo o que estão passando.”

Essa é a única violência que ela afirma diretamente ter sofrido dele bimbra, cade a parte do aborto?

eita pegou pesado

mas é literalmente a sequencia do paragrafo do aborto, até no site da People

O Liam conheceu ela com 26 anos e ela tinha 18, ela ja tinha relatado que era toxico o relacionamento

Onde ela afirma que a coisa que inspirou ela foi a violência do marido

Ela não confirmou aborto :hmmm:

Eeeeeh Ian

Você que veio fazer gracinha em topico sobre assunto sério, como sempre sem ler nada pra pagar de troll

mas entendo que é sua forma de chamar atenção

Você citando o aborto no título pra confundir o povo

Como se fosse algo exigido por ele

Quem não te conhece que te compre jkk

Ele sempre me lembrou alguem mesmo

Ele é FÃ desta pessoa, já dá p tirar

1 curtida

Ela fala que é ficcional mas frisa a matéria toda que é só uma alegoria sobre o relacionamento, provavelmente pra não ser processada se citasse o nome dele

vish
sucessor do
justin timberlake

Mas sem o sucesso dos três primeiros álbuns