Exclusivo: Documentário sobre Silvio Santos no SBT tem ficção e musical com Tiago Abravanel

O SBT tem divulgado desde segunda-feira (14) um documentário sobre Silvio Santos, que seria exibido no aniversário de 85 anos do apresentador, mas acabou vetado por ele em 2015. A produção foi feita por Leonor Corrêa e contou com a participação de diversas celebridades que conheceram o homem do Baú profissionalmente e na vida íntima. O que poucos sabem é que a homenagem também possui cenas do comunicador em dramatizações – com atores profissionais – e um musical que teve a presença de Tiago Abravanel.

Conforme apurou o NaTelinha, o ator Victor Aguiar interpretou o dono do SBT no período em que era adolescente. O artista precisou reviver a época em que Silvio era camelô e vendia seus produtos no Rio de Janeiro, mostrando sua desenvoltura ao conversar com as pessoas.

Já na fase em que o apresentador começa a trabalhar na Rádio Nacional e depois chega a São Paulo, quem teve a responsabilidade de dar vida ao empresário foi Felipe Miguel. Foi na capital paulista que o talento de comunicador começou a chamar a atenção do público, fazendo-o ser um grande sucesso.

Além de Felipe e Victor, também estiveram presentes nas atuações da parte de ficção do documentário os atores João Bourdonais, Ivo Morganti, entre outros. Marília Gabriela aceitou o convite de realizar a narração, que serve como transição de uma cena para a outra.

Durante as cenas fictícias da vida de Silvio Santos, há um musical que serviu para homenageá-lo. Experiente na área, Tiago Abravanel, neto do apresentador, fez parte do número musical, que poderá estar no documentário, caso não ocorra nenhum corte antes de ir ao ar.

Silvio Santos no seu programa abotoando o terno
Vetado em 2015, Silvio Santos resgata documentário em sua homenagem no SBT; saiba como é
Silvio Santos e o documentário

O documentário tem cerca de duas horas de duração, apurou o NaTelinha, e conta com cerca de 90 entrevistados, entre eles muitos artistas, como Faustão, Xuxa Meneghel, Rodrigo Faro, Lívia Andrade, Carlinhos Aguiar, Boni, Ivo Holanda, Mara e Gugu Liberato (1959-2019). Em 2015, Silvio proibiu sua exibição por superstição, acreditando que isso poderia atrair sua morte ou alguma coisa do tipo, e também por não gostar de se promover.

Mesmo no final do ano passado, quando completou 90 anos de idade, Silvio não demonstrou vontade em colocar o documentário produzido pela irmã de Faustão no ar. O homem do Baú não queria se autopromover e não se sentia confortável com isso. Entretanto, Silvio parece ter mudado de ideia e ligou para sua emissora com a ordem para a produção da chamada.

Ainda não há uma data definida para a exibição da produção no SBT. Como já aconteceu outras vezes, inclusive neste ano, Silvio Santos pode recuar da sua decisão e cancelar a exibição do documentário mais uma vez.

será que vai ter esse dia?

E pensar que eu venerava esse senhor no passado

ou esse

nossa gente
o documentário por si só já é um mico
ai botam esse tiago superestimado
puts kkkkkkkkkk

ele não era judeu?

sim
mas aparentemente tb antisemita

Ah sim, vão ter partes em musical mas não será todo.
Tava imaginando como fariam musical na parte do sequestro da Patrícia kkkk.

Eu aclamava esse senhor até meus 15-16 anos. Depois que fui vendo as merdas que ele fazia/faz, passei a cagar pra ele.

O mico que será se for exibido, espero que acordem pra realidade e não deixe esse equivoco ser exibido na TV Aberta pois a gente não merece ver isso não