FÁBIO PIPERNO Comentarista de futebol deixa Band e segue 'carreira política' na Jovem Pan

Conhecido por ser comentarista de futebol na Band, o jornalista Fábio Piperno deixou a emissora após sete anos atuando na TV aberta e no BandSports, o canal esportivo do grupo na TV paga. Ele vai investir na carreira de analista político em programas de debate da Jovem Pan News, na qual já atua desde agosto do ano passado, mas conciliava as duas funções.

Piperno se despediu da Band nesta quarta-feira (23). Seu último trabalho foi uma edição do programa Bola Rolando, do BandSports. Ele frequentemente participava de partidas de times brasileiros na Libertadores pela Conmebol TV, o pay-per-view feito pela Band em parceria com as operadoras Claro e Sky.

Segundo apurou o Notícias da TV , a direção da Band não queria mais dividir Fábio Piperno com a concorrente, mas também não lhe ofereceu um contrato maior. Já a empresa de Antônio Augusto do Amaral Carvalho Filho, o Tutinha, cobriu o valor que Piperno ganhava no antigo emprego.

Piperno tem se destacado como um comentarista político com mais moderado do que os da Jovem Pan tem feito. Em uma de suas participações, chegou a dizer que Lula é favorito para vencer as eleições de 2022, algo incomum para um veículo que defende Jair Bolsonaro ferrenhamente.

O comentarista já faz parte do elenco fixo do programa 3 em 1, exibido das 17h às 18h e segunda maior audiência do canal pago --atrás apenas de Os Pingos nos Is. Ao mesmo tempo que participa de atrações políticas, Fábio Piperno também, se necessário, será convocado para alguns trabalhos no esporte da nova casa.

A Jovem Pan vive um momento conturbado em seus bastidores. Nesta semana, o então chefe de reportagem foi demitido por um suposto erro em uma entrevista com o presidente Jair Bolsonaro. O ex-BBB Adrilles Jorge, dispensado por fazer um gesto nazista, foi recontratado 43 dias depois da polêmica e volta ao ar na semana que vem.