Farm utiliza assassinato de jovem negra para aumentar as vendas e recebe críticas

A jovem grávida Kathlen Romeu, que foi assassinada ontem no Rio, era vendedora da Farm, e a loja resolveu que era de bom tom fazer uma campanha incentivando as pessoas comprarem na loja com o código da jovem, dizendo que toda a comissão seria destinada à família (sim, apenas a comissão, eles ainda teriam o lucro normal)

A medida está sendo duramente criticada por internautas, que não viram como de bom tom a utilização de um assassinato para alavancar as vendas

1 curtida

Se quem fez isso, parasse pra pensar uns minutos antes, a pessoa jamais teria uma ideia podre dessas.

3 curtidas

Gente que absurdo, a falta de caráter.
E muitos vão comprar achando que o dinheiro vai integralmente pra família.

2 curtidas

jesus

É um close super errado

acho que a pessoa sabe que é escrota, mas a vontade de ganhar dinheiro a qualquer custo fala mais alto

2 curtidas

é isso

4 curtidas

A Farm é podre e não é de hoje. Marca nojenta.

1 curtida

o conglomerado de marcas que a farm faz parte utiliza mão de obra escrava na confecção das roupas e pelo que vi, não trata bem os funcionários de forma geral

então nada com o que se surpreender

1 curtida

Genteeeee???
Cadê a família processando essa porra

meu deus cara???
que nojo

Que lixo de empresa, lucrando com a morte de uma funcionária, não tem como defender

Que baixaria

Gente, que coisa mais bizarra fazer isso!

Grupo Soma só ta dando bola fora.

Imagino a correria dessa empresa nojenta agora ao ver o absurdo que fizeram.
Nojentos demais. Filhos da puta