FEEL LIKE I'M LIVIN A TEENAGE DREAM: Há 11 anos, Katy Perry lançava ''Teenage Dream'', seu 2° álbum


Antes de gravar o álbum, Perry discutiu com a Rolling Stone sobre seus planos para o álbum, afirmando que ela não queria “alienar” seus fãs: ‘‘O segundo álbum é muito importante para mim porque acho que mostra se devo fazer isso ou se tive sorte. Basicamente, o que eu quero fazer é não alienar o público que tenho. Eu acho que algumas pessoas pensam que tiveram sucesso com uma coisa e querem tirar 100% ao tentar algo totalmente diferente, eu definitivamente sinto que esse é o movimento errado. Eu sinto que você apenas tem que crescer a partir dali, você pode ramificar dela, mas manter a mesma em alguns aspectos. Algumas pessoas ficam cheias de si e pensam que tudo o que fazem vai funcionar ou virar ouro ou ser a jogada certa, e a razão pela qual você está aqui é por causa das pessoas que gostam da sua música e dos fãs, então você deve estar sempre atento ao que eles estão dizendo.’’

Perry disse à MTV News sobre o processo do álbum e que ela usou seu “instinto”: ‘‘Bem no começo [deste álbum], eu estava dizendo aos executivos da gravadora, 'Escutem, não me digam quando acabar, não me digam quando devo entregar, não me digam quando estamos sem dinheiro. Avisarei quando meu instinto disser ‘Vá’. Porque sempre segui minha intuição, e isso funcionou para mim. Não vou pensar demais nisso, porque sempre funcionou para mim.’’

Quanto ao componente visual, Perry compara-o a "Ir de Shirley Temple, até Betty Boop para mais uma imagem de Bettie Page [sic], um pouco de pop art com tom sarcástico, cores brilhantes, bem saturadas, um toque de fúcsia metálico ou roxo e indo para o rosa chiclete. "


Teenage Dream

Compositores: Katy Perry, Dr. Luke, Max Martin, Benny Blanco & Bonnie McKee.

Produtores: Dr. Luke, Max Martin & Benny Blanco.

343kk de streams no Spotify.

275kk de views no YouTube.

Videoclipe dirigido por: Yoann Lemoine.


Quando Perry e McKee se conheceram em 2004, ambas estavam “realmente interessados ​​em Lolita” e “tinham um fascínio mútuo pelo estado de espírito adolescente”. Eles exploraram os temas em seus primeiros discos: Perry escreveu “One Of The Boys”, que tocou nos estágios iniciais da descoberta de que os meninos podem ser mais do que amigos, enquanto McKee escreveu “Confessions of a Teenage Girl” (2004), que tratava do uso sexual poder a seu favor. Para as sessões de ‘‘Teenage Dream’’, Perry e McKee tinham uma ideia “para sempre jovem” em mente. Perry a princípio escreveu uma letra sobre Peter Pan, mas depois eles a consideraram “muito jovem”, pois “queríamos que tivesse mais ousadia, mais sexo”. Ao discutir sobre a faixa, Katy disse que a música é sobre recapturar a sensação estonteante e emocionante do primeiro amor: ‘‘Quando você está crescendo e está se apaixonando pela primeira vez, é uma sensação tão incrível que às vezes você não pode reciclar novamente mais tarde em sua vida. Para mim, estar apaixonada de novo agora é o mesmo sentimento’’. Ao mesmo tempo, sua imagem sempre esteve envolta em uma sexualidade estilizada, inspirada na imagem de uma modelo pinup. Muitos de seus vídeos apresentam uma mistura de inocência feminina e sexualidade adulta, o tipo de transição de desejo associada à adolescência: ‘‘Quero que as pessoas pensem em mim como aquele pôster de pin-up em seu quarto, que eu possa invadir seus sonhos, ser o sonho adolescente’’.


Last Friday Night (T.G.I.F.)

Compositores: Katy Perry, Dr. Luke, Max Martin & Bonnie McKee.

Produtores: Dr. Luke & Max Martin.

493kk de streams no Spotify.

1.3B de views no YouTube.

Videoclipe dirigido por: Marc Klasfeld.


Katy comentou sobre a música durante uma entrevista para o TheDirt: ‘‘Last Friday Night" é uma canção de festa genuína. É quase como se fosse um “Waking Up In Vegas 2.0”… é meio que sobre aqueles momentos em que você jura por Deus que nunca mais vai misturar Yager com tiros de limão porque você se sente um lixo e aí você faz tudo de novo na próxima semana. Acho que vai cair bem com os universitários porque eles estão sempre aprendendo por padrão - por causa da ressaca… mas de alguma forma eles nunca conseguem parar, sabe? e eu acho que é uma daquelas divertidas, “Thank Goodness It’s Friday”, como “TGIF”, "Last Friday Night’’… Acho que todos nós nos identificamos com isso em algum momento de nossas vidas.’’ Perry revelou que ela se inspirou para escrever a faixa depois de correr nua por um parque com seus amigos. De acordo com o Music Rooms, Perry afirma que depois de uma noite selvagem de festas, ela escreveu a música sobre suas travessuras e o que ela se lembrou no dia seguinte. Perry revelou: “Não há nada melhor do que uma festa dançante improvisada com meus amigos. Minha faixa ‘Last Friday Night (T.G.I.F.)’ é uma música sobre deboche porque eu tive uma daquelas noites em Santa Bárbara. Fomos a um lugar chamado Wildcat e ficamos completamente loucos”, admitiu Perry: “Tomamos algumas cervejas e dançamos até morrer, depois trouxemos a festa de volta para o quarto do hotel”.


California Gurls (feat. Snoop Dogg)

Compositores: Katy Perry, Snoop Dogg, Dr. Luke, Max Martin, Benny Blanco & Bonnie McKee.

Produtores: Dr. Luke, Benny Blanco & Max Martin.

385kk de streams no Spotify.

600kk de views no YouTube.

Videoclipe dirigido por: Mathew Cullen.


Katy Perry afirmou durante uma sessão de fotos da Rolling Stone que ‘‘California Gurls’’ é uma resposta ao “Empire State Of Mind” de Jay-Z e Alicia Keys: ‘‘É tão bom que “Empire State Of Mind” seja enorme e que todo mundo tenha a música de Nova York, mas que porra é essa? E quanto a LA? E quanto à Califórnia? Já se passou um minuto desde que tínhamos uma música da Califórnia e especialmente da perspectiva de uma garota. Pegamos as referências do Prince, que sempre foi uma grande referência dos anos 90.’’ A inspiração da música veio para Katy Perry enquanto ela estava em uma festa. “Todo mundo estava segurando suas bebidas no ar e dançando, e eu pensei: 'Não estamos em Nova York, estamos em Los Angeles! E quanto à Califórnia? E quanto a todas as paisagens, o famoso gim e o suco, o vento balançando as palmeiras, a pele beijada pelo sol 24 horas por dia, 7 dias por semana? Então, decidi que precisávamos dar uma resposta. Quero que as pessoas queiram reservar uma passagem para a Califórnia assim que ouvirem isso!’’


Firework

Compositores: Katy Perry, Stargate, Ester Dean & Sandy Vee.

Produtores: Stargate & Sandy Vee.

567kk de streams no Spotify.

1.3B de views no YouTube.

Videoclipe dirigido por: Dave Meyers.


Perry revelou em uma entrevista que a inspiração de ‘‘Firework’’ veio de um livro mostrado a ela por seu ex-noivo, Russel Brand: ‘‘Ele me mostrou uma passagem de On The Road de Jack Kerouac e disse que isso é o que eu sou. Era algo como, ‘Eu quero estar perto de pessoas que estão comemorando e efervescendo e soltar algo de dentro do coração e fazer as pessoas olharem maravilhadas’. Então essa se tornou minha declaração de vida.’’ Em uma entrevista à MTV, Katy comentou sobre a faixa: ‘‘É difícil, eu acho, escrever uma canção que não seja cafona. Espero que possa ser uma daquelas músicas como, 'Sim, eu quero levantar meu punho e me sentir orgulhoso e forte. Mas eu também não quero ser cafona, é uma linha tênue, e acho que ‘Firework’… seria como o opus ou minha única música - se eu tivesse que escolher uma música para tocar - porque tem uma ótima batida. Mas também tem uma mensagem fantástica’’. O “fogo de artifício” é uma metáfora para a personalidade de alguém. Como fogos de artifício explodem com um monte de cores brilhantes no céu, Katy quer que as pessoas mostrem toda a sua personalidade e dêem “tudo de si”.


Peacock

Compositores: Katy Perry, Stargate & Ester Dean.

Produtores: Stargate.

50kk de streams no Spotify.

Perry disse que a música é um exemplo de quando está “se sentindo incomoda” porque a mensagem da música está claramente dizendo que ela quer ver o pênis de seu namorado. A música não deveria estar no ‘‘Teenage Dream’’, já que sua gravadora não gostava muito que ela se referisse à genitália masculina como um “pavão”. ''Eles estavam todos um pouco preocupados com a palavra ‘pau’ e isso me deu um déjà vu porque eles fizeram exatamente a mesma coisa com “I Kissed a Girl”. Eles disseram: ‘Não o vemos como um single, não o queremos no álbum.’ E eu disse, ‘Vocês são idiotas’. Perry também disse sobre a música durante a inutilização da capa do álbum que, "É apenas um jogo bobo de palavras. ‘Peacock’: É uma insinuação óbvia, e eu amo uma insinuação óbvia.


Circle The Drain

Compositores: Katy Perry, Tricky Stewart & Monte Neuble.

Produtores: Kuk Harrell & Tricky Stewart.

25kk de streams no Spotify.

Lançado como single promocional, “Circle The Drain” teria sido sobre o ex-namorado de Perry, Travie McCoy do Gym Class Heroes. Katy descreveu a música como sendo sobre uma situação que é um porre, tentar mudar alguém. Perry continuou, dizendo que você não pode mudar alguém a menos que essa pessoa queira ser mudada. Ser uma “mulher livre e independente” é importante para Perry e você não pode se deixar prender a um relacionamento porque alguém está em um caminho autodestrutivo.


The One That Got Away

Compositores: Katy Perry, Dr. Luke & Max Martin.

Produtores: Dr. Luke & Max Martin.

343kk de streams no Spotify.

858kk de views no YouTube.

Videoclipe dirigido por: Floria Sigismondi.


Katy relembra um ex-amante. Ela promete a ele que se as coisas tivessem funcionado de maneira diferente, eles poderiam ter passado a vida juntos. Perry revelou a inspiração por trás da música durante uma entrevista com TheDirt. Ela disse que isso veio de um relacionamento passado, imaginando onde vocês dois estariam se o relacionamento nunca terminasse. “É uma música sobre aquele que escapou, se foi, sabe? Acho que muitas pessoas vão se identificar com ela, especialmente se você gosta de um fã do Facebook que fica em cima de você - eles vão te encontrar e de repente você está olhando através das fotos deles e você pensa ‘oh meu Deus… nós deveríamos nos casar’ ou ‘aqueles filhos deveriam ser meus’ . É uma coisa estranha.” Ela continua: "ou você sabe quando é jovem e promete o mundo para aquela outra pessoa e isso simplesmente não acontece.’’ Após o anúncio do lançamento, Perry divulgou uma declaração da gravadora sobre o lançamento: ‘‘Estou muito feliz em selecionar ‘The One That Got Away’ como meu sexto single porque essa música mostra um lado muito diferente de mim que eu não mostrei em meus singles anteriores neste álbum. Acho que todos se identificam com essa música. Eu escrevi sobre quando você promete a alguém para sempre, mas acaba não sendo capaz de cumprir. É uma história agridoce. Felizmente, o ouvinte aprende ao ouvi-la e nunca precisa dizer que ‘O único’ se foi.’’


E.T. (feat. Kayne West)

Compositores: Katy Perry, Dr. Luke, Max Martin, Ammo & Kayne West.

Produtores: Dr. Luke, Ammo & Max Martin.

158kk de streams no Spotify. (Solo)

137kk de streams no Spotify. (Kayne West).

596kk de views no YouTube.

Videoclipe dirigido por: Floria Sigismondi.


A decisão de escrever “E.T.” veio depois que ele foi acidentalmente tocado no estúdio de gravação - originalmente destinado ao grupo de hip hop americano Three 6 Mafia. Admirando sua acústica, Perry escolheu trabalhar com a faixa, desejando escrever uma “canção futurística e alienista [sic]”. Perry disse que está muito interessada em alienígenas e queria escrever uma música sobre a ideia de um “amor estrangeiro”. Os alienígenas têm um estigma “perigoso” na cultura pop há anos, e Katy não faz nada para contestar isso. No entanto, isso não significa que ela não goste do perigo; na verdade, ela gosta muito. No filme de 1982, E.T. The Extra-Terrestrial, um alienígena vem à Terra e uma criança chamada Elliott tem que ajudá-lo a voltar para casa. Embora pareça ameaçador no início, o alienígena (chamado ET) é bastante amigável. Na mesma linha do filme (que ela provavelmente faz referência aqui), Katy reconhece o perigo potencial de ter um amante que é misterioso o suficiente para ser comparado a um alienígena. No entanto, ela corre o risco. Embora ela use palavras geralmente negativas como “abdução”, ela ainda “quer [o] amor dele”, então está claro que ela acaba gostando do risco.


Who Am I Living For?

Compositores: Katy Perry, Tricky Stewart, Monte Neuble & Brian Thomas.

Produtores: Tricky Stewart & Kuk Harrell.

24kk de streams no Spotify.

O significado por trás da música é pensado para ser sobre espiritualidade e fé, já que Katy Perry cita a personagem bíblica, Esther. Perry disse em uma entrevista à revista Q que se a versão de 15 anos dela fosse conhecê-la agora, seu antigo eu ficaria ‘apavorado’. Ela acrescentou que seu antigo eu pode se relacionar mais com essa música do álbum. Perry mais tarde revelou em uma entrevista faixa a faixa com TheDirt. que a música é baseada no que ela quer que seja escrito como seu legado: ‘‘Essa faixa é provavelmente uma das canções mais introspectivas do álbum. Você conhece uma música que é sobre minhas próprias convicções pessoais e… os pensamentos que correm pela minha mente todos os dias sobre como minha educação e meu futuro e, você sabe, no final de tudo… o que eu quero escrever o fim de tudo. ‘Quem sou eu?’ ou ‘o que eu quero alcançar?’ e espero que seja mais do que tudo isso e então eu acho que é meio que eu colocando meu coração na manga e cantando para o mundo.’’


Pearl

Compositores: Katy Perry, Greg Wells & Tricky Stewart.

Produtores: Greg Wells.

18kk de streams no Spotify.

“Pearl” é uma canção que documenta uma mulher que permitiu que um homem a derrubasse e a impedisse de alcançar seus objetivos. A mulher de quem ela estava falando é ela mesma, mas no passado. Ela costumava ser a pérola, mas depois se tornou a própria casca. Mas ela não é mais aquela garota, ela superou o homem abusivo, e ela é metaforicamente uma nova pessoa. No final, Katy revela que ela também costumava permitir que um homem a controlasse, mas finalmente acordou e recuperou o controle de sua vida. Ela incentiva a mulher a fazer o mesmo.


Hummingbird Heartbeat

Compositores: Katy Perry, Tricky Stewart, Stacy Barthe & Monte Neuble.

Produtores: Tricky Stewart & Kuk Harrell.

31kk de streams no Spotify.

Nessa canção, Katy canta sobre seu amante, que é tão incrível que faz seu coração bater tão rápido quanto o de um beija-flor sempre que está por perto. Katy teve a ideia para essa música pela primeira vez quando estava em sua cidade natal, Santa Barbra, Califórnia. "Eu estava tomando café da manhã quando vi este colibri, e o beija-flor também estava se alimentando… e não sei se você sabe, mas os beija-flores são supostamente para dar sorte e eu estava pensando em beija-flores. Eu estava pensando 'Quão rápido seu coração bate? ', ‘Quantas batidas por minuto?’ E usar essa ideia como uma ideia para alguém que faz você se sentir, em vez daquelas borboletas, fazendo seu coração bater muito, muito rápido.’’


Not Like The Movies

Compositores: Katy Perry & Greg Wells.

Produtores: Greg Wells.

33kk de streams no Spotify.


“Not Like The Movies” é sobre um amor que é cinematográfico e dramático como o tipo de amor que você vê nos filmes. Katy canta sobre ainda não ter experimentado esse tipo de amor, mas ainda se agarrando à esperança de que um dia ela o fará - e seu único amor verdadeiro está em algum lugar esperando por ela. Independentemente disso, o amor ao cinema é geralmente retratado como absolutamente perfeito; nunca há problemas no relacionamento, a menos que seja um rompimento, e mesmo que seja um rompimento, ainda é um final perfeito.


Part Of Me

Compositores: Katy Perry, Dr. Luke, Max Martin & Bonnie McKee.

Produtores: Dr. Luke, Max Martin & Cirkut.

239kk de streams no Spotify.

883kk de views no YouTube.

Videoclipe dirigido por: Ben Mor.


“Part Of Me” detalha um relacionamento no qual um homem segura Katy. Ele tirou um monte de coisas dela, mas ela diz a ele que ainda há uma parte dela que ele nunca será capaz de tirar - presumivelmente sua paixão pela música. Em uma entrevista ao Yahoo!, Perry detalha a canção: ‘‘Eu escrevi ‘Part Of Me’ há dois anos e sempre soube que era uma música especial. Parece que minha vida se desenrola com essas músicas. Eu me sinto como se estivesse em algum tipo de ‘Truman Show’ estranho, onde eu fico tipo, ‘Por que esse single é apropriado agora e não teria sido apropriado então?’ É tão louco.’’


Wide Awake

Compositores: Katy Perry, Dr. Luke, Max Martin, Bonnie McKee & Cirkut.

Produtores: Dr. Luke & Cirkut.

185kk de streams no Spotify.

966kk de views no YouTube.

Videoclipe dirigido por: Lance Drake.


“Wide Awake” é uma música inspirada no divórcio de Katy de Russel Brand, na qual ela revela que agora que o relacionamento acabou, ela vê tudo com clareza. A música detalha como Russell a levou a acreditar que a amava, até que ele decidiu terminar o relacionamento. Perry disse que a gravação da música ocorreu ao longo de um período de quatro dias, com dois dias para a composição e dois dias para a gravação. Bonnie McKee, co-autora da música, disse que os fãs podem esperar um breve afastamento da música de Perry. Ela também notou que grandes mudanças na vida foram um fator nas letras. Falando com James Montgomery da MTV sobre a música, ela disse: ‘‘Bem, havia duas músicas que eu tinha de ‘Teenage Dream’ que eu ainda tinha em mente, era ‘Part Of Me’ e ‘Dressin Up’. E então eu soube que estávamos fazendo o relançamento e pensei, ‘Tenho que entrar no estúdio’, porque mal posso esperar oito meses para ser capaz de colocar para fora esse sentimento que estou sentindo agora, porque Deus sabe que levaria oito meses para fazer outro álbum. Eu não poderia fazer isso na hora, para configurar registros leva tempo.’’


Dressin’ Up

Compositores: Katy Perry, Dr. Luke, Monte Neuble & Matt Thiessen.

Produtores: Tricky Stewart & Kuk Harrell.

14kk de streams no Spotify.


Encerrando o álbum Katy se insinua, pois esta pronta para satisfazer o seu parceiro, contando que ira fantasiar-se para ele para realizar seus fetiches, como enfermeira ou policial. Basta ele usar a imaginação e aproveitar a noite. O produtor Tricky Stewart detalhou a música em uma entrevista de 2011: ‘‘Essa música é muito especial. É chamado de ‘Dressin’ Up, então vai ser um grande álbum, eu acho”, disse ele. "Definitivamente se encaixa. Está bem ali em como estão suas sensibilidades como música e compositora. Ela não muda muito. Ela tem um gosto musical muito apurado. Vai ser muito bom.’’


  • ‘‘Teenage Dream’’ foi #1 no USA, vendendo 192 mil cópias em sua primeira semana e passando 249 semanas nos charts.
  • ‘‘Teenage Dream’’ foi #1 no UK, vendendo 53 mil cópias em sua primeira semana e passando 194 semanas nos charts.
  • ‘‘Teenage Dream’’ possui nota 52 no Metacritic com 19 reviews (13 notas amarelas, 4 verdes e 2 vermelhas).
  • 8X platina no USA. :us:
  • 5X platina no UK. :uk:
  • 5X platina na Rússia. :ru:
  • 4X platina no Canadá. :canada:
  • 3X platina na Nova Zelândia. :new_zealand:
  • 2X platina na França. :fr:
  • 2X platina na Irlanda. :ireland:
  • Platina no México. :mexico:
  • Platina na Itália. :it:
  • Platina na Suécia. :sweden:
  • Platina em Singapura. :singapore:
  • Platina na Alemanha. :de:
  • Platina nas Filipinas. :philippines:
  • Ouro na Argentina. :argentina:
  • Ouro na Áustria. :austria:
  • Ouro na Bélgica. :belgium:
  • Ouro na Colômbia. :colombia:
  • Ouro na Dinamarca. :denmark:
  • Ouro no Japão. :jp:
  • Melhor álbum de 2010 pela Access Hollywood.
  • Álbum mais importante dos últimos 10 anos pela VH1.
  • 5° melhor álbum de 2010 pela MTV.
  • 5° melhor álbum dos anos 10’ pela Tampa Bay Times.
  • 7° melhor álbum de 2010 pela PopSugar.
  • 8° melhor álbum de 2010 pela Oregon Public Broadcasting.
  • 9° melhor álbum da década pela Associated Press.
  • 14° melhor álbum dos anos 10’ pela Billboard.
  • 16° melhor álbum dos anos 10’ pela Paste.
  • 21° melhor álbum de 2010 pela PopJustice.
  • 70° melhor álbum dos anos 10’ pela Consequence Of Sound.
  • ‘‘Teenage Dream’’ foi #1 no USA, passando 2 semanas na liderança, 14 no top 10 e 33 nos charts.
  • ‘‘Teenage Dream’’ foi #2 no UK (barrada por ‘‘Please Don’t Let Me Go’’ de Olly Murs), passando 6 semanas no top 10 e 23 nos charts.
  • ‘‘Last Friday Night (T.G.I.F.)’’ foi #1 no USA, passando 2 semanas na liderança, 12 no top 10 e 24 nos charts.
  • ‘‘Last Friday Night (T.G.I.F.)’’ foi #9 no UK, passando 5 semanas no top 10 e 23 nos charts.
  • ‘‘California Gurls’’ foi #1 no USA, passando 6 semanas na liderança, 17 no top 10 e 27 nos charts.
  • ‘‘California Gurls’’ foi #1 no UK, passando 2 semanas na liderança, 7 no top 10 e 35 nos charts.
  • ‘‘Firework’’ foi #1 no USA, passando 3 semanas na liderança, 18 no top 10 e 39 nos charts.
  • ‘‘Firework’’ foi #3 no UK, passando 9 semanas no top 10 e 68 nos charts.
  • ‘‘Peacock’’ foi #125 no UK.
  • ‘‘Circle The Drain’’ foi #58 no USA, passando 1 semana nos charts.
  • ‘‘The One That Got Away’’ foi #3 no USA, passando 11 semanas no top 10 e 24 nos charts.
  • ‘‘The One That Got Away’’ foi #18 no UK, passando 29 semanas nos charts.
  • ‘‘E.T.’’ foi #1 no USA, passando 5 semanas não consecutivas na liderança, 20 no top 10 e 30 nos charts.
  • ‘‘E.T.’’ foi #3 no UK, passando 5 semanas no top 10 e 24 nos charts.
  • ‘‘Not Like The Movies’’ foi #53 no USA, passando 1 semana nos charts.
  • ‘‘Part Of Me’’ foi #1 no USA, passando 1 semana na liderança, 9 no top 10 e 22 nos charts.
  • ‘‘Part Of Me’’ foi #1 no UK, passando 1 semana na liderança, 3 no top 10 e 20 nos charts.
  • ‘‘Wide Awake’’ foi #2 no USA (barrada por ‘‘Call Me Maybe’’ de Carly Rae Jepsen), passando 13 semanas no top 10 e 26 nos charts.
  • ‘‘Wide Awake’’ foi #9 no UK, passando 4 semanas no top 10 e 20 nos charts.
  • ‘‘Dressin’ Up’’ foi #109 no UK.
  • 1 Juno Awards por ‘‘Teenage Dream’’ - ‘‘Álbum Internacional do Ano’’.
  • 2 indicações ao Grammy por ‘‘Teenage Dream’’ - ‘‘Album Of The Year’’ (perdendo para ‘‘The Suburbs’’ de Arcade Fire) & ‘‘Best Pop Vocal Album’’ (perdendo para ‘‘The Fame Monster’’ de Lady Gaga).
  • 1 BMI Awards por ‘‘Teenage Dream’’.
  • 1 ASCAP Pop Music Awards por ‘‘Teenage Dream’’.
  • 1 indicação ao Grammy por ‘‘Teenage Dream’’ - ‘‘Best Female Pop Vocal Performance’’ (perdendo para ‘‘Bad Romance’’ de Lady Gaga).
  • 1 BMI Awards por ‘‘Last Friday Night (T.G.I.F.)’’.
  • 1 ASCAP Pop Music Awards por ‘‘Last Friday Night (T.G.I.F.)’’.
  • 1 People’s Choice Awards por ‘‘Last Friday Night (T.G.I.F.)’’ - ‘‘Vídeo Favorito’’.
  • 1 Much Music Video Awards por ‘‘Last Friday Night (T.G.I.F.)’’ - ‘‘Vídeo Internacional Favorito’’.
  • 2 Teen Choice Awards por ‘‘California Gurls’’ - ‘‘Melhor Canção’’ & ‘‘Música do Verão’’.
  • 1 Music Video Production Awards por ‘‘California Gurls’’ - ‘‘Melhor Vídeo Pop’’.
  • 1 MTV Europe Music Awards por ‘‘California Gurls’’ - ‘‘Melhor Vídeo’’.
  • 1 BMI Awards por ‘‘California Gurls’’.
  • 1 ASCAP Pop Music Awards por ‘‘California Gurls’’.
  • 1 indicação ao Grammy por ‘‘California Gurls’’ - ‘‘Best Pop Colaboration With Vocals’’ (perdendo para ‘‘Imagine’’ de Herbie Hancock, P!nk, India Arie, Seal, Konono °1, Jeff Beck & Oumou Sangaré).
  • 1 Myx Music Awards por ‘‘Firework’’ - ‘‘Vídeo Internacional Favorito’’.
  • 1 MTV Video Music Awards por ‘‘Firework’’ - ‘‘Vídeo do Ano’’.
  • 1 BMI Awards por ‘‘Firework’’.
  • 1 ASCAP Pop Music Awards por ‘‘Firework’’.
  • 2 indicações ao Grammy por ‘‘Firework’’ - ‘‘Record Of The Year’’ (perdendo para ‘‘Rolling In The Deep’’ de Adele) & ‘‘Best Pop Solo Performance’’ (perdendo para ‘‘Someone Like You’’ de Adele).
  • 1 ASCAP Pop Music Awards por ‘‘The One That Got Away’’.
  • 1 People’s Choice Awards por ‘‘E.T.’’ - ‘‘Canção Favorita’’.
  • 1 MTV Video Music Awards por ‘‘E.T.’’ - ‘‘Melhor Colaboração’’.
  • 1 ASCAP Pop Music Awards por ‘‘E.T.’’.
  • 1 ASCAP Pop Music Awards por ‘‘Part Of Me’’.
  • 1 People’s Choice Awards por ‘‘Part Of Me’’ - ‘‘Vídeo Favorito’’.
  • 1 Music Video Production Awards por ‘‘Wide Awake’’ - ‘‘Melhor Vídeo Pop’’.
  • 1 MTV Video Music Awards por ‘‘Wide Awake’’ - ‘‘Melhor Direção de Arte’’.
  • 1 ASCAP Pop Music Awards por ‘‘Wide Awake’’.
  • 1 indicação ao Grammy por ‘‘Wide Awake’’ - ‘‘Best Pop Solo Performance’’ (perdendo para ‘‘Set Fire To The Rain’’ de Adele).
  • 1 Billboard Music Awards - Spotlight.
  • Perry disse à MTV News que queria trabalhar com o produtor escocês Calvin Harris, mas não deu certo. “Nós tentamos fazer isso acontecer, mas ele ficou muito famoso, então não aconteceu. Mas pode haver algumas participações realmente legais de alguns rappers legais da Costa Oeste”, acrescentou ela. "Quer dizer, você só vai ter que ver, já que sou uma garota da Califórnia, sabe. E então alguns melhores amigos podem aparecer… Veremos! Vai ser divertido.’’
  • Antes do título oficial do álbum ser lançado, pensava-se que o nome do álbum era “Summer Starts Now!” já que Katy Perry disse que a linha durante uma conferência de imprensa com a adição de vários anúncios para o próximo álbum incluiu a frase nele.
  • Em 5 de maio de 2010, Perry filmou a capa do álbum e a enviou para Will Cotton, de quem ela é fã. Perry postou em seu próprio site que ela revelou a capa oficial do álbum através de um vídeo ao vivo com Will Cotton, no Will Cotton’s Art Studio. Em 20 de julho de 2010, a capa do álbum foi revelada pela primeira vez para as pessoas que assistiram e para a própria Katy Perry. Ela disse que o álbum era “arte” e que todos precisam de um pouco de arte em suas vidas. O livreto do álbum “cheirará com o cheiro de algodão doce” e a arte não teria nenhum logotipo “Katy Perry” porque ela queria mantê-lo do jeito que está.
  • Ao descrever as músicas do álbum, Katy Perry disse: "Algumas músicas são muito doces, mas quando você ouve o álbum inteiro, é bastante apetitoso. Não queria apenas fazer música para festas. E sim para pessoas que vivem vidas reais, que trabalham, têm relacionamentos. Há uma proporção e perspectiva maiores neste álbum também. ‘Circle The Drain’ é o meu ‘You Oughta Know’ de Alanis Morissette. Falo a palavra ‘foda-se’ cerca de cinco vezes na música, mas não acho que isso vá chocar as pessoas - você sempre diz isso quando precisa.
  • Em 2019, o ator que contracenou com Katy Perry no clipe de “Teenage Dream” falou sobre um possível assédio que sofreu pela cantora na época da gravação. Josh Kloss fez uma série de posts, um dia após o vídeo completar nove anos no ar. “Feliz aniversário para um dos trabalhos mais confusos, ultrajantes e depreciadores que já fiz”, escreveu o ator no final do post. Kloss começou lembrando de como a cantora era legal e gentil no primeiro momento, mas que depois demonstrava frieza quando outras pessoas estavam por perto. “Ela até falou que foi ‘nojento’ ter me beijado no meio do set de filmagens”. “Eu estava envergonhado, mas continuei dando o melhor de mim, porque minha ex estava ocupada me traindo e eu precisava cuidar da minha filha. Sabia que eu tinha que continuar firme por ela”, lembra. Kloss também falou do dia em que foi a uma festa e Katy abaixou o moletom e a cueca que ele usava, deixando o pênis à mostra. “Vocês podem imaginar como eu me senti patético e envergonhado?”, escreveu o ator. Na sequência, ele diz que o objetivo da postagem é mostrar que relacionamentos abusivos nem sempre são liderados por homens. “Nossa cultura está voltada para provar que homens no poder podem ser perversos, mas mulheres com poder são tão nojentas quanto”, afirma. A cantora não falou diretamente sobre o assunto, mas fez um tweet que mudava o assunto da sua nova música, “Small Talk”. “Todos nós não podemos ser bons e gentis? Por que isso é tão difícil?”. O ator revelou que ganhou US$ 650 com “Teenage Dream” na época e sua imagem foi usada na turnê mundial e no DVD da cantora, além do clipe. Ele alega que o único do elenco que aparecia era ele. “Fui advertido por seus representantes para não falar nada publicamente sobre Katy. Eles editaram e até responderam a entrevistas por mim”, conta.
  • Em alguns países, o single ‘‘Last Friday Night (T.G.I.F)’’ foi censurado nas rádios, especificamente pela letra “then had a menage a trois”, que significa “had a threesome”, embora também possa fazer referência ao vinho de mesmo nome. Curiosamente, algumas outras letras inadequadas, como “we went streaking in the park”, não foram editadas. A maioria das estações de rádio dos Estados Unidos não censurou a música.
  • Inicialmente a música era intitulada “California Girls”, mas Perry mudou a grafia para “California Gurls” a pedido de seu empresário em homenagem a Big Star, que havia recentemente perdido um de seus membros, como uma referência à sua música “September Gurls” e também para que não se confundisse com o clássico do surf dos Beach Boys. Depois que a música vazou online, a Capitol Records decidiu lançá-la mais cedo e postou-a no site de Perry.
  • Perry usou a Wikipedia para pesquisar com qual rapper ela deveria colaborar para ‘‘California Gurls’’, navegando por artistas da Costa Oeste antes de selecionar Snoop Dogg. Perry decidiu incluir Snoop Dogg na música porque “Nós pensamos que soaria muito legal e daria à música outra dimensão.” Ela esperava que a referência ao gim com suco atraísse sua atenção. No entanto, os Beach Boys teriam ameaçado um processo judicial devido à frase de Snoop Dogg “I wish they could all be California Girls”, que eles consideram ser uma de suas linhas clássicas. Quando o álbum foi lançado, a linha foi removida da música.
  • Enquanto era entrevistada pela MTV, Perry explicou por que a ideia principal por trás do vídeo de ‘‘California Gurls’’ tinha a ver com doces, em vez de incorporar um tema de praia, “É definitivamente algo para assistir quando você está na larica… É tudo comestível. Chamamos de ‘Candyfornia’ em vez de ‘Califórnia’, então é um mundo diferente”, disse ela. “Não é apenas como, ‘Oh, vamos para a praia e dar uma festa e depois gravar um videoclipe!’ É mais como, ‘Vamos colocar ‘California Gurls’ em um mundo totalmente diferente!’’
  • Em 5 de novembro de 2010, o site de mídia e entretenimento britânico, Digital Spy, relatou que o vídeo de ‘‘Firework’’ havia sido parcialmente censurado para a televisão britânica; o beijo entre os dois homens, apesar de ter apenas cerca de um segundo de duração e o vídeo sendo usado como parte da campanha ‘It Gets Better’, foi dito ser pixelizado. No entanto, o público de canais de música britânicos relatou que essas informações estavam incorretas.
  • A curiosa frase ‘‘do you ever feel like a plastic bag’’, presente logo no começo de ‘‘Firework’’ transmite uma sensação de impotência e de não ter controle sobre a direção, já que a direção da sacola de plástico depende da direção do vento. Ao transformá-la em uma pergunta com um pronome pessoal de segunda pessoa “você”, o escritor traz um apelo pessoal para a música desde o início. Haverá momentos em que a pessoa não terá controle sobre a própria vida, às vezes devido a fatores externos dos quais você não participa e outras vezes devido a ações que alguém fez e não estava totalmente ciente das consequências. Existem problemas dos quais você deseja escapar, mas não pode porque não pode apagar o passado.
  • Quando finalmente questionado sobre sua opinião sobre a faixa ‘‘Circle The Drain’’, Travis McCoy admitiu ter ouvido sobre a música, mas nunca realmente a ouviu. No entanto, ele disse ao entrevistador: "Ouvi dizer que ela lançou uma música que é sobre mim, ou sobre alguns velhos hábitos ou algo assim. [E] eu vejo assim: Estou simplesmente feliz por ela finalmente ter uma música com alguma substância em seu registro. Bom trabalho.’’
  • Em 17 de janeiro de 2012, a Electronic Arts lançou um videoclipe oficial de “The One That Got Away” apresentando Katy como sim. A história mostra Katy e seu interesse amoroso se apaixonando e se casando. Um dia, o interesse amoroso de Katy desmorona no chão do banheiro, ele é levado ao hospital e depois morre. Katy é então vista de luto em seu funeral. De repente, Katy é transportada “para outra vida” onde seu interesse amoroso ainda está vivo e bem; eles se reúnem e se beijam.
  • A faixa ‘‘E.T.’’ tem esse nome por um motivo um tanto quanto curioso (e óbvio ao mesmo tempo), Katy Perry acredita em Ets ! ‘‘Eu vejo tudo de uma forma mais espriritual. Eu acredito em muito do que a astrologia diz. Eu acredito em aliens. Eu olho para as estrelas e penso: como nós nos achamos tão importantes a ponto de acreditar que somos a única forma de vida? Se minha relacão com o Obama evoluir eu vou fazer essa pergunta a ele. Mas ainda não é o momento.’’
  • Em 23 de agosto de 2017, Bonnie McKee, que ajudou a co-escrever a música ‘‘Wide Awake’’ com Perry, tuitou um vídeo em que mostrava a página original do caderno onde a música foi esboçada pela primeira vez. Ao invés da canção se chamar ‘‘Wide Awake’’, inicialmente ela teria se chamado ‘‘No Matter What’’. McKee explicou que a música foi escrita durante uma difícil separação na vida de Perry e eles queriam escrever a antítese de “Teenage Dream”. Perry pegou a letra de seu próprio diário ao escrever a música. Eventualmente, a equipe sentiu que “No Matter What” não era visualmente forte o suficiente para a direção para a qual estavam mirando.
  • A primeira vez que Ellie Goulding viajou os Estados Unidos em turnê foi como ato de abertura da turnê ‘‘California Dreams Tour’’, em 2011. Na época, ela não tinha nenhum hit nos Estados Unidos, embora “Starry Eyed” e “Your Song” já tivessem bombado no UK. Depois da turnê, ela emplacou “Lights” na Billboard Hot 100.
  • Após convidar o rapper Snoop Dogg para participar de seu single, ‘‘California Gurls’’, Katy Perry quer mais colaborações. A cantora afirmou que adoraria fazer uma parceria com Marina Diamandis, mais conhecida como Marina and The Diamonds. “Eu vi o cover que ela fez da minha música ‘Starstrukk’ e achei incrível, adoraria trabalhar com ela. Sou muito fã desses novos artistas, tão talentosos que conseguem superar as dificuldades do início de carreira mantendo sua identidade intacta. Marina com certeza é uma dessas sobreviventes”, afirmou Katy Perry em entrevista ao Daily Star. Em abril de 2015, enquanto estava promovendo o seu álbum ‘‘FROOT’’ e conversando com o ‘Pride Source’, a cantora relembrou momentos abrindo turnês de Perry e também do Coldplay, além da intimidade que ela tem com esses artistas enquanto trabalha. ‘‘Ela me convidou para um feriado de quatro de julho; foi muito bom. Ela é uma pessoa que se cuida bem, mas eu não costumo sair com pessoas muito ocupadas. E então, com Coldplay – Chris (Martin)… ele veio até mim e me disse ”oi” algumas vezes, mas você sabe… eles são pessoas ocupadas. Eu promovo apenas minha carreira, e o Coldplay tem muito mais responsabilidades que isso. Quero dizer, eles têm filhos para cuidar! Para ser honesta, mesmo com os apoios que eu tive, eu não consegui uma relação muito próxima com eles. Às vezes, você pode começar a sair, mas não é muito comum ver as pessoas com frequência.’’
  • A música “Teenage Dream” influenciou o trabalho da, na época adolescente, Lorde, sobretudo no “Melodrama”. Em entrevista a New York Times Magazine, Lorde contou que foi tão influenciada por David Bowie, Flettwood Mac. e Neil Young quanto por Katy Perry. “Há uma tristeza em ‘Teenage Dream’, onde você se sente jovem ouvindo, mas sente a impermanência ao mesmo tempo” , declarou.
  • Para a alegria dos fãs brasileiros, Katy Perry se apresentou no Brasil, em São Paulo e Rio de Janeiro (Rock In Rio). A apresentação em São Paulo foi uma das mais marcantes para a cantora. Na época, Katy Perry era casada com Russel Brand e, momentos antes de subir ao palco, foi pedida em divórcio. ''O Brasil teve um papel muito importante na minha turnê. Fui para lá quase no final da excursão, com o cansaço já aparecendo. Aí teve esse momento em que eu estava no palco, e a plateia, do nada, começou a gritar ‘Katy eu te amo’. Eu não tinha a menor ideia do era. Mas eu me senti muito confortada. E era disso que eu estava precisando” , afirmou Katy.
  • Katy Perry revelou ter sido alertada sobre os riscos à sua segurança impostos pelo seu famoso sutiã giratório. De acordo com a cantora, sua seguradora preocupa-se com uma eventual lesão em seu pescoço depois que seu cabelo ficou preso no mecanismo. “Sempre me dizem que os seguradores estão preocupados de que eu machuque meu pescoço. Eu duvido muito que ele possa ser letal, mas eles querem que um novo sutiã que não permita que o cabelo fique preso seja confeccionado”, disse a estrela ao tabloide The Sun. “Bem, sempre fui conhecida na escola como a que usava sutiãs grandes”.


    ‘‘Algumas músicas são muito doces, mas quando você ouve o álbum inteiro, é bastante apetitoso. Não queria apenas fazer música para festas. E sim para pessoas que vivem vidas reais, que trabalham, têm relacionamentos. Há uma proporção e perspectiva maiores neste álbum também.’’

@Katycats
@LOANN @angel @SocialMedia

22 curtidas


QUAL É A MELHOR FAIXA DO ÁLBUM ?

  • Teenage Dream
  • Last Friday Night (T.G.I.F.)
  • California Gurls
  • Firework
  • Peacock
  • Circle The Drain
  • The One That Got Away
  • E.T.
  • Who Am I Living For?
  • Pearl
  • Hummingbird Heartbeat
  • Not Like The Movies
  • Part Of Me
  • Wide Awake
  • Dressin’ Up

0 votantes

@Enqueters

muito ruim e datado, parabéns pelos hits Dr Luke

4 curtidas

Eu amo

2 curtidas

Dr Luke foi luz.

lembrando que ET solo é a maior!

1 curtida

Algumas pessoas ficam cheias de si e pensam que tudo o que fazem vai funcionar ou virar ouro ou ser a jogada certa, e a razão pela qual você está aqui é por causa das pessoas que gostam da sua música e dos fãs, então você deve estar sempre atento ao que eles estão dizendo .’’

Engraçado que ela mesma caiu nisso kkkkk e passou a ignorar os fãs pedindo singles kkkkk

2 curtidas

Apaga isso agora

Old mor

1 curtida

ai esses viados chatos fazendo zona

hinário

4 curtidas

Sinto saudades da organização que a kween tinha nessa época. Só ladeira abaixo depois.

1 curtida

Simplismente a MAIOR ERA DO MILÊNIO
E não adianta chorar

3 curtidas

horripilante e datado. 52 ainda é muito pra esse

firework comprando carreiras que sabor maravilhoso

1 curtida

Like it or not, three things are certain: we are born, we will die, and Katy Perry‘s Teenage Dream is a perfect album.

Eu amo. Viram a luz.

5 curtidas

Hinário maior que o BTW

qualquer album da gaga é menor que o td

1 curtida

Qualquer álbum de qualquer act dos anos 10*