Filha do André Gonçalves MASSACRA o pilantra desgraçado: "Me coloquei pra dormir sem ele".

Eu tenho 22 anos. Nasci dia 13 de fevereiro de 1999 - sábado de carnaval. Minha mãe me botou no mundo, o outro se atrasou pro parto e não me viu chegar.
Aprendi a andar sem ele. Aprendi a ler, escrever e fazer contas sem ele. Tive meu primeiro ralado no joelho sem ele. Todas as apresentações de escola e de teatro sem ele. Minha primeira medalha na natação. Natal, réveillon. Festas de aniversário sem ele. Minha primeira nota baixa. Aprendi a desenhar, cantar e jogar bola sem ele. Aprendi a cozinhar sem ele. Aprendi a lavar a roupa, fazer faxina e mercado sem ele. Aprendi a andar de bicicleta sem ele. Aprendi a comer, tomar banho e escovar o dente sem ele. Fui a todos os médicos sem ele. Me botei pra dormir sem ele.
E não há nada que ele possa me ensinar sobre como amar meus futuros filhos

Aos pais do mundo, sempre há tempo. Enquanto se está vivo, há tempo. Não percam a gigante oportunidade de conhecer os filhos de vocês :heart:

3 curtidas

Gente as fotos! Ele não tá presente em nenhuma! Aaaaaaaaaaaa

uau

2 curtidas

As fotos…

Gente ela macetou muito

A segunda foto focando no espaço vazio onde ele deveria estar. O esmurro.

Pisou

nossa… esmurrou demais.
apesar de eu ter achado o último parágrafo uma súplica pro desgraçado conhecer quem ela é como pessoa enquanto há tempo, o que deve ser difícil pra ela admitir apesar de toda dor e vacilo causado por ele.

1 curtida

o ultimo paragrafo é incoerente com o resto

Ela matou ele … Mas não fechou bem o texto

Nossa, não sabia que ele era tão fdp assim

as pessoas são bi facetadas por natureza… ela pode guardar rancor e dor pela ausência dele como pai E desejar ele na vida dela, como ela disse, sempre há tempo né.