Filhos de Mocímboa: a crise de extremismo religioso em Moçambique

Sequestros, decapitações e queima de casas tornaram-se os cartões de visita de um grupo secreto e brutal de insurgentes em Cabo Delgado, no norte de Moçambique.

Desde 2017, eles realizaram centenas de incursões, causando um número desconhecido de mortes e forçando mais de 700 mil pessoas a fugir para salvar suas vidas.

Pouco se sabe sobre os reais motivos da insurgência: quem são esses homens e o que eles querem?

Ao rastrear os movimentos dos insurgentes no terreno e online, o BBC Africa Eye investiga como Moçambique se tornou o mais recente centro de terrorismo da África.

Confira.

Fonte: BBC NEWS BRASIL

eles são adeptos extremista do Islã e estão destruindo o norte de Moçambique, medo

1 curtida

bizarro…

e isso começou do nada

1 curtida

e ‘‘curioso’’ que só tomou uma proporção internacional quando ameçaram a extração do gás rs

extremismo religioso = atraso

sim, enquanto isso o povo sofrendo e morrendo com os ataques

**** aberração assim como todas as religiões

todas

vem @Juno

hoje eu tava lendo sobre os evanjegues na Coreia do Sul, extremamente delirantes e fora da realidade, 10x pior que os daqui

Meu deus

que horror

só isso? eu pago internet pra ver suas beiradas

Estou com desanimo no momento pra beirar amg

quem sabe amanha

pior que ta crescendo la.

ta não, ta é caindo
a presidente deles foi impeachmada + os crentes causaram surtos de covid na pandemia e não querem se vacinar

1 curtida

religião = Câncer

mas eu tenho ctz que tem dedo dos ***