G1: ANVISA recebe pedido de aprovação para início dos testes de fase 1 e 2 da vacina da UFMG

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou neste sábado (31) que recebeu pedido de autorização para o início dos testes em humanos da Spintec, vacina contra a Covid-19 desenvolvida por pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). De acordo com a UFMG, as duas fases serão desenvolvidas concomitantemente e estão previstas para setembro.

O dossiê entregue à Anvisa reúne dados e informações sobre o desempenho da Spintec contra a Covid-19 nos testes pré-clínicos realizados em camundongos humanizados, cujo sistema imune se comporta de forma semelhante ao do ser humano, em hamsters e em primatas.

Segundo a UFMG, os resultados foram positivos: a vacina não gerou efeitos colaterais adversos detectáveis e demonstrou a capacidade de produção de anticorpos tanto para proteína S, na qual ocorre a maioria das mutações do coronavírus, quanto para a N. Além disso, foram identificadas respostas protetoras de linfócitos T.

A expectativa é que a Spintec esteja disponível em 2022, quando toda a população já tiver recebido duas doses de vacina. O objetivo é que a vacina reforce a imunidade das pessoas contra o coronavírus.

6 curtidas

Amém ciência nacional

Tomara que tudo de certo

arrasaram

Quanto mais vacina, mais acelerado será o esquema do ano que vem.

@Coroners @mineiros

1 curtida

UFMG lendaa pode testar nos estudantes mo

2 curtidas

o tanto de vacina ano que vem pra nova campanha de vacinação, vai hitar horrores

1 curtida

Butanvac e Spitenc, contamos com vocês

Amo.
Quanto mais vacinas melhor.

Adorei os nomes
Só perdem para

CureVac, que é alemã e é produzida pela BAYER

1 curtida

Quanto mais vacina melhor