G1: Iza tenta impressionar The Town e sair da mesmice que se encontrava há anos, mas apresentou hits de outros artistas

Iza tenta impressionar no The Town e celebra hits de Beyoncé, MC Carol, Djonga e L7nnon

Cantora abriu as atrações do principal palco do The Town neste domingo (9).

Iza está interessada em mostrar uma nova Iza. Tanto em termos de performance quanto de setlist. É o que ela deu a entender em seu show no The Town, no palco Skyline, neste domingo (10).

Com um álbum novinho em mãos (“Afrodhit”), já era esperado que a cantora diversificasse mais seu repertório, saindo da mesmice que se encontrava há anos. Mas, ao contrário do que você pode pensar, a seleção das músicas para a apresentação se diversificou principalmente por hits que pertencem a outros artistas.

Teve um medley com a voz de Beyoncé em trechos de “Flawless”, “Say My Name” e “Cuff It”. Uma rápida passagem por “Tá Ok”, de Kevin O Chris e Dennis DJ, e três feats encenados ao vivo e a cores.

MC Carol dividiu o microfone com Iza não apenas para cantar sua parceria de “Fé nas Malucas”, como também para agitar a plateia com seu funkão dos anos 2000 de “Meu Namorado é Maior Otário”.

Djonga, então, protagonizou um dos momentos mais marcantes. Enquanto os dois cantavam “Leal”, a frase “fogo nos racistas” tomou conta dos telões — e em chamas para fazer jus à ordem. A cena foi ovacionada até mesmo pela parcela do público mais morna do show.

O carioca L7nnon também teve espaço. Ao lado de Iza, ele cantou “Fiu Fiu” e seu hit “Ai Preto”, preenchendo os vazios vocais de elogios à cantora, carregados de sensualidade e negritude.

Também nessa energia de exibir uma nova face, Iza fez um show mais ousado do que costuma fazer. Dos feats ao conceito mitológico de Afrodite explorado por ela.

Vestida com um figurino de aspecto teatral, a cantora entrou no palco usando um longo vestido da cor de sua pele. Seu abdômen e mamilos eram realçados por brilhantes peças douradas. A cabeça estava adornada por uma grande auréola.

“Vou dedicar [esse show] a todas mulheres que se sentem renascidas. O brilho pode até ofuscar, mas não apaga, não. A gente volta com tudo”, afirmou a cantora.

É difícil não associar a fala a suas declarações recentes sobre um relacionamento abusivo que a artista teria vivido com seu ex.

Indireta, ou não, dá para dizer que ela não está tão ofuscada quanto ficou nos últimos tempos. Basta ver a energia que causou na multidão que assista ao show.

Houve uma tentativa de impressionar. E provavelmente, foi alcançada para aqueles que gostam de sequência de hits. Pode ter decepcionado, no entanto, os fãs com sede por mais faixas da nova era de Iza.

1 curtida

MC Carol ofuscou ela

Morreu pela própria vontade, vai com Deus

A carreira dessa daí acabou né ?

Flopou tanto que agora tá fazendo show de cover de outros artistas.

o sonzer fazendo essa matéria só pq a diva mandou tacar fogo na luisa

3 curtidas

Já pode iniciar a tour Dona de mim para barzinhos.

Mc Carol foi o auge do show

Esse jornais tão todos amargurados hj. Uns trechinhos de hits de outros artistas e um monte dela que todo mundo cantava

1 curtida
7 curtidas

PISADAAAAAAA

PrejuIZA só serve nas propagandas mesmo

Entregou um baita show com vocais, hits, carisma, presença de palco, produção e muita beleza!!

4 curtidas

passando mal com o estático

Kkkkkkkkkkkk o estático

ele falando de hits pra provocar o cão que não tem nenhum

6 curtidas