Gays que moram sozinhas venham aqui

Minha mãe é aquele apoio velado nível “não tenho nada contra mas queria que não fosse o meu filho”

Sem falar que temos estilos de vida completamente diferentes

Ela é muito agitada e eu sou mais na minha

Isso gera inúmeros conflitos

Adorei seu relato amg obg por compartilhar
Espero que de tudo certo pra gente

O 1 mês é uma experiência única!
Fique ciente que depois que sair da casa dos seus pais, quando volta em determinados momentos, nunca mais será a mesma coisa.

1 curtida

Se eu pudesse já estaria longe novamente kkkkk

A vida sempre foi sofrida pra mim, e não é querendo romantizar sofrimento mas isso me ensinou muita coisa

Eu me adapto fácil

ter “local” não faz diferença pra mim, não consigo trazer ninguém aqui, nem mesmo amigos. Se alguém entrar no meu ap, limpo até as paredes quando a visita sai, quem dirá minha cama.

ter toc de limpeza é horrível, não recomendo.

Inclusive um medo que eu tenho é de sair mas ter que voltar por não conseguir me manter
Quando eu sair não quero mais voltar nunca

Meu sonho não dá satisfação pra ninguém da minha vida

Como vai? Vou bem.

E acabou.

Quero que ninguém saiba de mim.

2 curtidas

Meu deus?

Essa parada da solidão é realmente algo que bate. Eu to sentindo falta de coisas simples com alguns familiares e amigos. E parece que estou valorizando mais. As vzs até encontros de app me parece q são motivados pelo fato de sentir muito sozinho aqui. Então to no processo tb.

Eu kkkkkk
Se minha mãe ficar me enchendo muito o saco quando eu mudar eu meto um block nela sem dó

quando é assim, realmente morar juntos só desgasta a relação

esse distancia das casas separadas faz é melhorar os ânimos

Dizem que quem mora sozinho nem percebe e fica contando coisas do dia a dia para pessoas aleatórias kkkk eu já tive isso.

se vc já faz muitas coisas sozinho não vai ser problema

ô se bate
eu sempre amei ser sozinho, amo solitude…mas uma hora a coisa dói

Eu nem moro sozinho e tenho isso

Amo puxar papo

Sim, exatamente

ja deu amor
2024 é nosso

eu era “normal”, mas a pandemia me deixou meio assim tbm