Giselle Prattes fala da carreira de atriz e da relação com o filho Nicolas Prattes

Desde criança, Giselle Prttes sempre quis seguir a carreira artística. Aos 7 anos, pediu à mãe para fazer aulas de teatro em uma escola perto da casa onde morava na época, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio. A atriz, que é mãe de Nicolas Prattes, pausou o trabalho por um tempo quando engravidou, aos 17, mas depois voltou a atuar e, além de fazer teatro, trabalhou em obras como “Tempo de amar” e “Rock story”, na Globo. Agora, fazendo uma nova retomada da carreira, diz que nunca desistiu de seus objetivos.

— Eu não tive uma vida comum. Fui mãe aos 17 anos, e desde esse primeiro momento eu nunca critiquei essa gestação, nunca escondi filho, nunca fiquei preocupada com o tempo certo de casar, de me formar na profissão. Eu não tinha nenhum artista na família e escolhi fazer faculdade de Teatro. Depois, eu fiz outra faculdade, me formei em Psicanálise, mas sempre segui meu desejo, nunca segui um padrão familiar — lembra.

Giselle, hoje com 43, fará sua estreia na Record como Basemate, filha do Rei Salomão, na 11ª temporada de “Reis”. Ela conta como será a terceira fase da personagem, que já foi vivida também por Joana Freymüller, na infância, e Amanda Orestes:

— Vinte anos se passam, e a personagem vai mudar. Ela vai entrar numa fase muito dramática e corajosa. Ela é casada com um marido de caráter duvidoso, que tem outras mulheres. Basemate perdoa as traições, mas existe uma torcida do público para que ela não fique com esse homem. Ela é jovem, ainda fantasia tudo, ainda tem um colorido nos olhos, que, com o tempo e as dores, infelizmente, a gente vai perdendo. Nesta minha fase, eu sinto que ela ainda não perdeu totalmente esse brilho. Ela continua acreditando nas pessoas e acreditando que pode refazer a vida dela. Ela vai em busca de um amor verdadeiro, dos desejos dela — diz Giselle, que precisou fazer aulas de equitação para o papel.

Uma das primeiras oportunidades artísticas de Giselle na TV foi como Garota do Zodíaco, do programa “Planeta Xuxa”, entre 1999 e 2000, quando tinha 19 anos. Ela conta que aprendeu muito no período:

— A Xuxa era a referência da época. Toda menina da nossa geração sonhava em ser Paquita. Eu vi num recorte de jornal “Xuxa Produções recruta” e fui. Fiz testes por dois meses e passei. Foi maravilhoso, a realização de um sonho. Eu já era mãe, já tinha o Nicolas. Eu fui a única menina que trabalhou com ela já sendo mãe. A Xuxa é incrível.

Giselle acredita que possa ter sido uma inspiração para Nicolas Prattes também se tornar ator:

— Acredito que inconscientemente. Eu nunca coloquei o Nicolas para fazer teatro, só quando ele me pediu. Ele era mais reservado. Depois que começou a fazer teatro, passou, inclusive, a soltar as emoções. Foi muito interessante, ele se sentiu livre e se permitiu ser mais artista. Desde pequeno ele queria fazer televisão. Ele me ensinou muito, eu pude aprender com ele a força da televisão.

Giselle comemora o sucesso do filho, que emendou papéis de destaque em “Todas as flores” e “Fuzuê”. Ele também será um dos protagonistas da próxima novela das 21h de João Emanuel Carneiro, “Mania de você”:

— Cabeça de mãe é uma loucura. A gente vibra, a gente sofre, a gente fica com medo. Mãe vive em alerta 24 horas. Ao mesmo tempo que eu fico muito orgulhosa, rezo o tempo todo, desejando que nada de mal aconteça. Eu curto muito, eu choro com os personagens, me envolvo. Em “Todas as flores”, por exemplo, eu sofri demais. O personagem dele sofria, e eu brigava com a televisão.

Giselle frequentemente recebe elogios pela jovialidade. É comum ver comentários sobre ela parecer irmã do filho. Ela diz que gosta do retorno do público:

— Eu acho fofo, bonitinho. Hoje em dia nem parece tanto, até porque ele cresceu muito. O problema é que ele está muito mais velho, não parece meu filho (risos). Mas o que mais acho incrível é que eu posso acompanhá-lo e acompanhar minha filha, Maria Fernanda, que tem 15 anos. É muito legal eu ter a minha saúde, a minha cabeça e poder acompanhar a geração deles, ter entendimento sobre o universo deles. Nisso, eu me sinto muito privilegiada como mãe. Eu me sinto muito próxima deles.

Atualmente, Nicolas está namorando a apresentadora Sabrina Sato. Giselle afirma que nunca foi uma mãe ciumenta e que sempre se deu bem com as namoradas do filho:

— Eu só tive ciúme do Nicolas no primeiro beijo. Foi um choque. Depois, quando eu vi Nicolas namorando pela primeira vez, achei muito fofo. Eu me aproximei bastante da primeira namorada dele. A partir daí, eu confesso para você que eu prefiro mil vezes o Nicolas namorando. E ele gosta de namorar. Graças a Deus, eu me dei bem com todas. Sou completamente apaixonada pela Sabrina. Como não? Já viajamos juntas, ela já veio aqui em casa, já fui lá. Estamos todos juntos e misturados. Eu e ela já temos nossos papos paralelos no WhatsApp. A Sabrina tem um brilho, um carisma, uma generosidade, uma leveza. É muito impressionante. Não tem como não gostar, como não se dar bem com ela. É muito bonito ver uma mulher torcendo verdadeiramente pelo seu filho. E é muito bonito ver o Nicolas admirando uma mulher como ele admira a Sabrina. Ele tem um encantamento, que faz parte da paixão. Ele acha lindo tudo o que ela faz. Os dois são fãs um do outro. Ela dá muita força, ele também. E como mãe eu só posso falar “está tudo bem” e agradecer.

Nicolas Prattes com a namorada, Sabrina Sato, e com a mãe, Giselle Prattes — Foto: Reprodução/Instagram

Nicolas Prattes com a namorada, Sabrina Sato, e com a mãe, Giselle Prattes — Foto: Reprodução/Instagram

Giselle Prattes entrará no elenco de 'Reis' — Foto: João Paulo Freitas

Giselle Prattes entrará no elenco de ‘Reis’ — Foto: João Paulo Freitas

Nossa a mae dele é linda