Globo deixa Europa e encerra canal de TV internacional depois de 22 anos

A TV Globo encerrará um importante ciclo de sua história em 31 de dezembro deste ano. A emissora, que foi pioneira em transmitir suas produções nacionais para outros continentes, irá encerrar as transmissões da Globo Internacional para 43 países europeus depois de 22 anos de transmissões ininterruptas. Isso, porém, não significa que a empresa esteja abandonando suas operações em outras nações — os esforços da companhia fora do território nacional vão ser direcionados para o Globoplay, que contará com novos reforços em seu catálogo a partir do início de 2022.

Inicialmente, a Globo manterá a sua operação televisiva apenas na Europa em Portugal. A rede responde por dois canais de programação regular em terras lusitanas: a Globo Portugal, disponível no pacote básico das operadoras e que transmite novelas e alguns programas de entretenimento, e uma programação alternativa da GloboNews, vendida no sistema de pay-per-view. Até o início do , o sinal utilizado pelo canal de notícias era chamado de Globo Now e transmitia as atrações da versão brasileira da emissora, como telejornais, revistas eletrônicas e programas de auditório.

De acordo com a líder de audiência, o encerramento dos canais trata-se de uma movimentação estratégica. “Iremos mudar de casa na Europa. A Globo Internacional será desligada das operadoras de televisão na Europa, com exceção de Portugal, em 31 de dezembro de 2021. Mas não vamos dizer adeus! Você agora pode assinar o Globoplay e ter acesso aos programas do canal e a um mundo de conteúdos. São sete canais ao vivo e muitos programas para você ver a hora que quiser”, anunciou a empresa, em comunicado divulgado para os telespectadores europeus.

“Estamos muito felizes por expandir as fronteiras do Globoplay para novos territórios. Agora, mais experientes, damos um novo passo com o negócio na Europa e no Canadá. O streaming da Globo oferece um universo de possibilidades para os assinantes através de filmes, novelas, séries originais e de tantos outros produtos incríveis presentes na plataforma”, afirmou o executivo Raphael Corrêa Neto, diretor de Negócios Internacionais da Globo. Na Europa, a plataforma custa € 9,99 por mês (R$ 62,53 na cotação atual da moeda).

1 curtida

Vish. Tá começando a esfarelar… Sorte que a Globo já deu um ponta pé inicial no streaming… Pq o futuro como canal de televisão não é muito promissor

1 curtida

Tão apostando tudo no globoplay mesmo ou tão usando como desculpa?

Morto que o GloboPlay tá acontecendo

Não entendo as poc desse fórum, falam que tv não da audiência, aí a globo resolve encerrar suas transmissões fora do Brasil e no globoplay falam que a globo tá esfarelando … se decidam porra

eu via uma pá de brasileiro que mora na Europa reclamando no Twitter por não poder usar o Globoplay por lá e ficar refem dos horários da Globo Internacional se quisesse ver programação daqui. Deve dar resultado essa mudança.