Globo passa a pagar salários mais baixos nas novelas e assusta atores

A Globo passou a propor salários mais baixos para atores que irão protagonizar suas novelas e séries. A nova política salarial da emissora acontece no momento em que contratos fixos passaram a ser uma exceção nos bastidores. Esse cenário vem assustando artistas do primeiro escalão que não tiveram seus vínculos renovados e foram chamados para integrar as novas produções de dramaturgia do Grupo Globo.

De acordo com fontes ouvidas pelo NaTelinha, há alguns anos, os salários dos atores mais prestigiados chegavam ao patamar entre R$ 150 mil e R$ 200 mil. Uma situação diferente de agora. Intérpretes famosos estão sendo convidados para participar de folhetins e recebem propostas de contratos por obra de R$ 20 mil a R$ 30 mil.

A oferta de um ordenado reduzido está apavorando artistas conhecidos do público e alguns, com melhor situação financeira, se negam a participar das novas produções. O streaming vem ganhando prioridade de diversos nomes. Diante disso, a Globo enfrenta dificuldades para fechar o casting das suas produções.

As novelas Elas Por Elas e Renascer, novas tramas do horário das seis e nove, respectivamente, tiveram problemas na hora de fechar seus elencos. A saída foi apostar em rostos do teatro.

Em novas novelas, Globo tem elenco mais barato

Em Elas Por Elas, por exemplo, em sua primeira versão produzida em 1982, tinha como atrizes principais Eva Wilma, Aracy Balabanian, Ester Góes, Sandra Bréa, Mila Moreira, Joana Fomm e Maria Helena Dias. Nomes prestigiados da época e considerados do primeiro time.

No remake da novela de Cassiano Gabus Mendes que estreia no lugar de Amor Perfeito, foram escaladas nos mesmos personagens: Deborah Secco, Karine Telles, Thalita Carauta, Késia Estácio, Isabel Teixeira e Maria Clara Spinelli. Monica Iozzi estava na produção, mas deixou o folhetim alegando problemas de saúde. Com isso, Deborah Secco se tornou o principal nome de Elas por Elas.

Essa nova política salarial do canal acontece junto com diversas mudanças no modelo de negócio do Grupo Globo desde a implantação do Programa Uma Só Globo, em 2018. Onde colocou num único CNPJ as empresas TV Globo, Globosat, DGCorp (Diretoria de Gestão Corporativa), Globo.com e Som Livre – vendida no ano passado -. O intuito foi reduzir o custo da operação do Grupo.

2 curtidas

Nossa, isso é um absurdo kkkk

tomara que continuem a focar nos atores de teatro mesmo pq pelo menos eles tem talento
vai desbancar essas maria olhos claros e esses joão tanquinho com salários na casa dos seis dígitos pra fazer sempre o mesmo papel sensual

2 curtidas

bom que os bambams recusam assim dando oportunidades para outros atores

1 curtida

Alguém vão aceitar pra ficar em evidência mesmo.

passou da hora da classe artística voltar a ter contato com a realidade

1 curtida

Eles pagavam 70/100k bricando kkk

30k a obra inteira? O periodo inteiro? Se for isso decaiu hein

Acreditem esses 30k ainda é acima da média do que o mercado internacional paga kk

Acho ótimo esse situe-se que esses lixos estão sofrendo.
Só quem já lidou com globais no dia a dia sabem o quanto se acham intocáveis, deuses

Tão pau a pau com cantores/jogadores de futebol

Só Deborah Secco de A list

imagina ganhar 200 mil de salário MENSAL às vezes só pra ficar na geladeira ou fazer participações especiais

Povo estava muito mal acostumado kkk

Conte mais sobre suas experiências, neno

30 mil por mês

serio mesmo q vcs acham certo PROTAGONISTAS DE UMA NOVELA que rende horrores para a globo ganharem 20 mil reais?

bizarro kkkk

Qualidade caiu tanto tb que os atores a-list nem fazem mais questão de fazer…migram para outras plataformas e pronto.

Só ver a Isis Valverde falando que não faz mais novela…fazer pra quê, né?! Ficar 9 meses presa numa protagonista ruim do Walcyr?!

vem aqui, sag

queremos @koreaninhoseiva debutando um protagonismo na globe