Globo repete aposta na comunidade LGBT com elenco do novo 'No Limite'

Divulgados pela Globo na última terça-feira (26) os 24 participantes de "No Limite " mostram que a emissora tem mesmo seguido à risca a cartilha da Endemol e das emissoras que transmitem suas produções. Desde 2020, a diversidade virou exigência na escalação de elenco. Pelo menos metade dos concorrentes dos programas têm de corresponder a critérios de diversidade - ou seja: LGBTs, negros, indígenas, por exemplo. Nesse sentido, o reality que será comandado por Fernando Fernandes se saiu bem. Já de cara conta com a presença de um participante indígena: o pataxó Janaron , da Bahia.

Mas, aparentemente, é na comunidade LGBT que a atração concentrou os esforços neste ano. Apesar de apenas um dos participantes - Matheus , do Rio - ter se declarado abertamente em seu vídeo de apresentação, pelo menos cinco concorrentes ao prêmio de R$ 500 mil pertencem ao grupo. A coluna, que acredita firmemente no poder da autodeclaração e que acredita que tirar pessoas do armário é uma violência, não citará seus nomes, embora muitos tenham dado sinais com uso da bandeira do arco-íris, por exemplo.

O número de LGBTs corresponde a cerca de 20% do elenco, média parecida com a do “BBB 22” neste ano. Para ser mais claro, a Globo entendeu o importante papel que a diversidade desempenha em seus reality shows, uma vez que a comunidade LGBT tem espaço importante para o debate nas redes sociais.

O número de participantes também é expressivo: quase metade do elenco. Isso significa que a emissora acordou para o fato de que o Brasil precisa se ver refletido em sua tela. Agora falta só elenco entrar de sola no jogo. Até então, um grande acerto.

1 curtida

Quem são as gueis?

Nossa não tem nenhum homem bonito né

1 curtida

pessoas comuns tem assustam?

4 curtidas

gays povo animado

ver gay se ferrando, é isso que a família tradicional brasileira quer mesmo

é impressão minha ou esse vai ter mto mais gente que o primeiro? eu n lembro de ter isso tudo

1 curtida

Já acertaram muito ao não colocar famosos.
Gays anônimas vão entregar tudo nas provas

sim kkkkk
no primeiro e nem a edição do ano passado tinha tanta gente assim

mas se continuar com apenas dois episódios por semana vai continuar péssimo

deveria passar na terça, quinta e sexta. e que foquem nas estratégias e não faça o programa se tornar uma vitrine que nem o BBB22

nossa cade os padroes??

uma coisa que eu achei legal foi que no casting tem muita gente com 30-40 anos e poucos novinhos

a globo mostrando que a vida não acaba dps dos 25

1 curtida

Até então acertaram sim nesse sentido sim

Assim eu considero pessoas de 30/40 anos jovens kk

Pra mim surpresa seria se tivesse pessoas de 50/60 anos, pra mostrar que HOJE EM DIA não é mais como há 20 anos e pessoas de 60 anos não são mais como antes

1 curtida

O apagamento

Só falta colocar lgbts em novelas sem ser alívio cômico né

1 curtida

tomara que proximo ano o bbb volte a ser com nugus igual o no limite

gostei disso