Irmão do surfista Pedro Scooby é solto após pagamento de pensão alimentícia

João Vitor da Mota Vianna devia mais de R$ 31 mil de pensão ao filho menor de idade.

Preso nesta quinta-feira (29) falta de pagamento de pensão, o comerciante João Vitor da Mota Viana, de 33 anos, foi solto nesta sexta (30) após pagar um débito de R$ 31 mil. João Vitor, que é irmão do empresário e surfista Pedro Scooby, tinha sido detido pela 32ª DP (Taquara).

Na manhã desta sexta (30), a juíza Mônica Poppe de Figueiredo Fabião, da 3ª Vara de Família da Barra da Tijuca, a mesma que mandou prender João na última semana, determinou que ele fosse solto depois que o débito foi quitado.

Escreveu a juíza no despacho a que o g1 teve acesso:

“Considerando o pagamento do débito, revogo o decreto prisional. Expeça-se alvará de soltura com urgência, considerando que o executado encontra-se acautelado na 32ª DP.".

A ação, que corre em sigilo, foi movida por Thalita Iorio Barbosa, mãe da criança e ex-mulher do acusado.

O advogado Leandro Meuser, que faz a defesa de João, destacou que em menos de 24 horas o comerciante conseguiu cumprir com a obrigação. Segundo Leandro, agora a soltura depende apenas do oficial de justiça ir até a 32ª DP.

“A defesa conseguiu a revogação da prisão civil e a expectativa é que ele deixe a carceragem da 32ª ainda hoje. A decisão já foi, inclusive, disponibilizada no site do Tribunal de Justiça, e resta pendente apenas o alvará de soltura para que o João seja posto em liberdade ainda hoje."

Prisão em 2015

Em 2015, João Vitor, então com 25 anos, foi preso acusado de tentar subornar policiais da 1ª DPJM (Delegacia de Polícia Judiciária Militar), da Corregedoria da PM, durante uma ação em um bar em Vila Isabel, Zona Norte da cidade, para apreender máquinas caça-níqueis. Ele produziria um evento no bar.

Na época, João foi preso em flagrante e autuado por corrupção ativa na 19ª DP (Tijuca).

Os policiais fizeram a apreensão após receberam uma denúncia anônima de que havia máquinas caça-níqueis no bar. Além de seis máquinas, também foi apreendido material para o jogo do bicho.

lixo e bosta
bosta e lixo