Jornalismo de qualidade: Record inventa explosão de shopping durante o "Fala Brasil"

O Jornalismo da Record deu uma das maiores barrigadas de sua história na manhã na edição desta terça-feira (19) do Fala Brasil. Durante quase cinco minutos, o telejornal matinal deu informações detalhadas sobre uma explosão em um shopping da cidade de Barueri, na região metropolitana de São Paulo. O jornalístico afirmou que o gerador de energia localizado no estacionamento do Shopping Tamboré teria explodido e deixado sete feridos, fazendo com que o centro comercial fosse evacuado às pressas. De acordo com a apuração da emissora, quatro pessoas já teriam até sido levadas para hospitais. A explosão, no entanto, não aconteceu e não passou de uma falha grave de apuração.

Enquanto faziam a cobertura do caso, que contou com o auxílio do helicóptero da Record, Sérgio Aguiar e Mariana Godoy não pouparam esforços em alimentar o caos.

Ele, vendo as imagens capturadas pela aeronave, perguntou ao comandante Uan Hamilton se já haviam informações sobre a causa da explosão. “A princípio seria uma explosão na parte de um gerador, essa ambulância acabou de chegar, uma vítima já está sendo colocada, vítimas com ferimentos na parte do rosto. O fato é que pelo menos sete pessoas feridas nessa grave ocorrência”, afirmou o piloto.

Na sequência, Mariana passou a teorizar sobre quem poderiam ser as vítimas da tragédia. “São trabalhadores do shopping. Nesse horário, faltando dez minutos para nove horas da manhã, ainda não está aberto o comércio para o público em geral. Então são trabalhadores do shopping, que estavam nesse subsolo e são esses trabalhadores que ficaram feridos. Sete pessoas por enquanto, comandante?”, questionou a âncora do Fala Brasil.

“Exatamente isso”, prontamente confirmou Uan Hamilton, que logo continuou alimentando a cobertura da explosão fictícia. “Confirmado aí sete vítimas, a gente acompanhou pelo menos quatro vítimas saindo. São trabalhadores, eles foram posicionados aqui no estacionamento, neste momento todo o shopping foi evacuado. Pelo menos quatro nós já acompanhamos que seguiram em direção aos hospitais aqui da região oeste de São Paulo. Lembrando: há pelo menos sete vítimas. Pode ser, inclusive, que a estrutura tenha sido danificada, viu, Mariana? Eles podem ter que fazer o trabalho de remoção dessas vítimas debaixo de escombros”, sentenciou o piloto do helicóptero.

“Significa então que ainda temos vítimas aguardando para serem resgatadas, comandante?”, questionou Aguiar. “Provavelmente, Sérgio. Porque eles posicionaram as macas nessa parte onde tá escrito estacionamento, a gente vê que as macas estão indo pra esse ponto. As macas foram pra lá, lá tem uma lona também, colocada pelo pessoal da Defesa Civil, então ainda há vítimas para serem retiradas desse shopping”, respondeu Hamilton.

A cobertura da suposta explosão foi interrompida para a entrada de um intervalo, às 8h54. Antes da entrada dos comerciais, porém, Mariana Godoy prometeu aos telespectadores que o Fala Brasil continuaria trazendo notícias sobre a tragédia. ” A gente vai para um breve intervalo e volta depois do intervalo com mais informações sobre a explosão desse gerador que aconteceu em um shopping na região de Barueri, na região metropolitana da Grande São Paulo, com sete feridos por enquanto. Quatro já foram resgatados no momento em que o nosso helicóptero sobrevoava a região. Daqui a pouquinho, mais informações”, anunciou a apresentadora.

O matinal da Record voltou do intervalo às 9h01, mas sem trazer atualizações sobre o tema. Só onze minutos depois, às 9h12, a explosão retornou ao telejornal. Durante 12 segundos, Sérgio Aguiar disse que a notícia dada não era bem daquele jeito e alertou aos telespectadores que se tratava de uma simulação de incêndio.

“Uma correção sobre o episódio em um shopping da Grande São Paulo. As imagens que nós vimos na verdade não são de uma explosão. O shopping está fazendo neste momento uma prevenção de incêndio com treinamento de funcionários”, afirmou, sem pedir desculpas ao público pela informação falsa veiculada anteriormente. No entanto, a barrigada do Fala Brasil repercutiu imediatamente nas redes sociais.

“A Record transmitiu AO VIVO um treinamento de prevenção a incêndio e tava falando que era uma EXPLOSÃO EM UM SHOPPING???”, questionou o internauta Alisson Fray. “Meu pai falando que a Record noticiou uma explosão com várias mortes. Aquele sensacionalismo de sempre. Sendo que na realidade era um treinamento, não tinha nenhuma explosão real”, disse Ana Aotoni. “Record espalhando fake news”, disparou Sérgio Custódio.