Jovem Pan proíbe comentaristas de extrema direita em sabatinas

A Jovem Pan tomou a decisão de proibir que seus comentaristas ligados à extrema-direita participem das sabatinas com os candidatos a presidente e a governador de São Paulo. A confirmação foi dada ao NaTelinha com exclusividade pelos diretores da emissora, Mariana Ferreira - Editora-Chefe da TV Jovem Pan e Carlos Aros - Diretor de Conteúdo Rede Jovem Pan News. Sem citar nomes, a dupla confirmou que nenhum dos contratados que tenham ligação com o campo da extrema-direita participará das entrevistas com nomes como o presidente Jair Bolsonaro (PL) ou com Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Após confirmar que suspendeu seu debate eleitoral, previsto para 09 de agosto porque Lula e Bolsonaro não confirmaram presença, a direção da Jovem Pan confirmou que irá realizar sabatinas com os presidenciáveis. Diferente da GloboNews, que usou como critério entrevistar os cinco primeiro colocados nas pesquisas eleitorais, a emissora convidou apenas os quatro líderes. Além de Lula e Bolsonaro, também foram convidados Ciro Gomes (PDT) e Simone Tebet (MDB).

A reportagem lembrou da relação amistosa que a emissora tem com o presidente Jair Bolsonaro, mas logo Carlos lembrou que não haverá nenhum tipo de privilégio. “O Bolsonaro será tratado aqui, pela gente, da mesma forma que o Lula será tratado”, garante.

Neste momento, Mariana aproveitou para informar que os profissionais ligados à extrema-direita não irão participar dos debates. “Alguns comentaristas de extrema-direita, aqui a gente tem uma galera mais xiita, mas eles não participarão de sabatinas”, garantiu ela, antes de Carlos completar. “Não sabemos que comentaristas participarão, mas a gente está tentando contemplar todos os espectros de pensamento”.

“A gente preza pela pluralidade, a gente vive falando que somos plurais e seremos plurais também na sabatina. Um de direita, um de esquerda e um de Centro, esquece a extrema-direita”

Mariana Ferreira

Não se sabe quais são os comentaristas xiitas, já que a direção do canal não citou nomes, mas existem diversos comentaristas da empresa que são ligados ao presidente Jair Bolsonaro. A expectativa, no entanto, é de que nos próximos dias a Jovem Pan confirme quais serão os nomes que irão participar das entrevistas e quais candidatos responderam ao chamado e confirmaram presença.

Jovem Pan vai fazer sabatinas

imagem-texto

Os diretores da empresa confirmaram ao NaTelinha que a pretensão é de realizar duas sabatinas. “Já fizemos os convites, vamos fazer o sorteio com as definições das datas. Fazemos as sabatinas para o governo de SP e para presidência no Jornal da Manhã e no Jornal Jovem Pan em agosto e em setembro. A ideia é fazer governo do estado e presidente no Jornal da Manhã e governo do estado e presidente Jornal Jovem Pan, uma no começo da campanha e uma mais pro fim”, explica Carlos.

Neste cenário, a própria diretora Mariana confirma que, caso Lula e Bolsonaro decidam não comparecer, as sabatinas serão mantidas. “Sabatina ok, independente de ter Bolsonaro ou Lula porque tem os outros convidados”, finaliza.

Já para governo do estado, a emissora convidou os três principais nomes, segundo as pesquisas eleitorais. Fernando Haddad (PT), Tarcísio de Freitas (Republicanos) e o atual governador do estado, Rodrigo Garcia (PSDB). Ainda não houve a confirmação das datas para os eventos.

adriles LIXO

Jovem Pan proíbe todos os seus comentaristas?

Não vai ter ninguém então

a radio inteira proibida de ir nas sabatinas

A mentira da jovem kkklan kkkkkkkkk vai tratar bolsonaro e lula iguais sim até parece

1 curtida

Então não vai ninguém

1 curtida

A entrevista vai ser um monólogo então

agora?

1 curtida

uai, quem vai entrevistar então? a rádio inteira é de extrema direita

A baixaria que ia rolar com o Ciro