Juliette Freire expõe 'culpa grave' por fazer sexo com homens com quem não tinha intimidade

Juliette Freire contou que durante muitos anos teve um diário, que servia também com um “caderno de culpa”. Ali, a então maquiadora e estudante de direito anotava tudo relacionado às suas ações e reações como se fosse uma análise pessoal. A campeã do BBB 21 lembrou que uma das atitudes que a incomodava bastante era ter relações sexuais com homens que não tinha intimidade.

“Eu tinha um caderno de culpa e entendia quando sentia isso, eu precisava anotar para me analisa. Um exemplo: Falei uma coisa ruim para meu irmão, uma culpa grave”, começou Juliette. “Fiz sexo com uma pessoa que eu nem tinha tanta intimidade, culpa grave. Comecei a entender de onde vinha essa culpa e comecei a equilibrar. Eu fazia a minha análise”, reconheceu a cantora em entrevista ao podcast E Você, de Manuela Xavier.

Por conta do caderno, Juliette disse ter conseguido construir limites e “uma ética meio que própria” que não a machucasse nem ao outro. “Não é uma ética imposta. Às vezes o que é ético para mim, pode não ser para outra pessoa. Isso me faz bem. Eu sinto que estou equilibrada”.

Juliette disse que conseguiu também mudar suas atitudes a partir das suas anotações. “Comecei a trabalhar isso. Existe a preocupação com o outro, o sentimento de empatia, igualdade, mas existem outras coisas e eu tento equilibrar. Hoje me sinto muito mais desprendida de culpa em relação a minha família, talvez porque eu tenha conseguido ajudá-los”, pontuou sobre a autoanálise.

Ela prosseguiu: “Me sinto mais livre para viajar, para comprar uma roupa, gastar, para usufruir de algumas coisas, exercer minha intelectualidade plena sem me sentir culpada”.

a culpa cristã

pior que tem viado com a mesma coisa

7 curtidas

Eu ficava assim tbm, transava e depois passava uma semana culpado

1 curtida

sou assim

No começo da minha vida sexual eu também fiquei. Depois foi indo um atrás do outro e eu fui querendo cada vez mais.

4 curtidas

A bcharts cheio disso ultimamente

hoje é porta aberter prolapsado

Todo mundo nos primeiros anos de vida sexual decora os parceiros que teve e os detalhe sobre cada um. Só as pecoras dadeiras que não

essencial deixar as portas bem arreganhadas

a surra nos usuários do whatsapp amalero

Já me senti assim

1 curtida

@GTAY me manda o pauzao

1 curtida

chega devagar

tadinha da jur

Esqueço que ela tem sobrenome

a rolivia rodrigo entrevistando

Eu sentia que era pecado…

Acho que isso é normal para toda mulher que cresceu no cristianismo.

Eu tive isso porque eu nasci e fui criada numa cidade de interior

1 curtida

sentia só quando comecei a bater punheta
primeira vez q enfiei minha rola numa buceta eu só queria fazer de novo nem pensava mais nisso