Justiça nega novo pedido de prisão do MP contra Renato Cariani

Promotoria queria que influencer fitness respondesse ao inquérito na cadeia

A Justiça negou um novo pedido de prisão, nesta terça-feira (19), contra o influenciador fitness Renato Cariani feito pelo Ministério Público. A promotoria do caso deseja que o acusado responda ao inquérito na cadeia e vai recorrer da decisão.

Renato Cariani foi indiciado na última segunda-feira (18) pela Polícia Federal por tráfico equiparado, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro. Além da PF, Cariani também é investigado pelo Ministério Público de São Paulo.

A Anidrol, empresa da qual influencer é sócio, aparece em pelo menos 12 inquéritos policiais diferentes como sendo possivelmente fornecedora de produtos químicos para traficantes do PCC.

O traficante David Biassio Matias disse, em depoimento à Justiça em 2019, que pegava o material para a produção de lança-perfume diretamente na Anidrol.

A Polícia Federal deve ouvir nesta quarta-feira (19), o amigo e parceiro comercial de Cariani, Fábio Spinola.

Fonte: Justiça nega novo pedido de prisão do MP contra Renato Cariani | Band

Sempre tem um juiz pra inocentar rico né

Enquanto isso ele pode apagar provas

A investigação começou em 2019, todas as provas estão aí, difícil acharem mais coisas.