K-POP: Venham tirar suas dúvidas sobre os termos usados pelo nicho kpopper do fórum

Bom, eu sempre vejo as pessoas fora do nincho kpop terem muitas dúvidas sobre os termos usados, então eu decidi trazer algumas explicações básicas. Caso tenha mais algo que vocês queiram saber ou se algum kpopper achar que eu esqueci de algo, só ir falando pelo topico que eu atualizo na first.

Glossário K-pop

Empresas = Nada mais que as gravadoras dos grupos, mas que abrangem todas as áreas para o funcionamento da carreira do artista. É comum que artistas ocidentais tenham sua gravadora mas que tenham um agente por fora, um empresário, as vezes uma equipe de marketing própria, etc. No K-pop a empresa é responsável por tudo, o gerenciamento dos lançamentos, o gerenciamento da vida pessoal (como lidam com escândalo), etc. Por muito tempo se teve o termo Big3 para se referir as maiores empresas do K-pop, sendo elas a YG, a JYP e a SM, atualmente se tem a HYBE no mesmo patamar que essas (ou até maior que algumas).

Trainee = pessoas que treinam para estreiar em algum grupo. As maiores empresas chegam a ter centenas de trainees sendo sempre avaliados e treinados até o momento de sua estreia. Não sei o método de outras empresas, mas por exemplo na YG, sabemos que os trainees são mensalmente testados, tendo que se apresentar e mostrar suas habilidades em rap, vocal e dança.

Idol = Quando o trainee finalmente consegue debutar em um grupo, ou como um solista, ele passa a ser reconhecido como idol. Se o artista é do meio de k-pop, ele é um idol, simples assim, se alguém tiver outra explicação sinta-se livre pra dar.
Se eu não me engano é uma nomeclatura chupinhada do j-pop mas enfim né, o que no K-pop não é?


Posições dos grupos:

Main vocal = (supostamente) São os integrante com melhor técnica vocal, melhor desempenho no palco em questão de canto. (costumam) Recebem a maior parte das linhas nas músicas.

Lead vocal = São os vocalistas bons mas nem tão bons, não tem muito o que explicar aqui. É só isso mesmo, eles fazem o que os main fazem mas (aparentemente) não são bons o suficiente pra serem main.

Sub-vocal = São os que sobraram da parte vocal. Geralmente dão esse cargo pra dancers ou visuais só pra dizer que tem algo a mais.

Main dancers= São os melhores dançarinos do grupo. Geralmente ajudam na criação da coreografia ou pegam as partes mais difíceis e de maior destaque das danças.

Lead dancers = Novamente, são bons mas nem tanto, mas ainda assim, são bons.

(tem os dançarinos de apoio mas o nome diz por si só)

Main rappers = são os melhores rappers do grupo, costumam (ou ao menos deveriam) escrever seus próprios versos.

Lead rappers = Aí vocês já entenderam né.

Sub rappers = É, isso aí que você tá pensando.

Líder = É a pessoa designada para guiar o grupo. Vamos ser honesto que antigamente esse título era mais enfeite, mas atualmente os idols nessa posição costumam realmente serem guias pro resto dos integrantes, mostrar apoio a eles, direcionar conceitos para os lançamentos, definir como será o álbum, entre outras coisas.

Visual = É o que a empresa decidiu que é o mais bonito. Nem sempre é o mais bonito, porém não podemos fazer nada.

Face = É o membro mais popular do grupo, mais conhecido.

Center = É o membro com maior destaque dentro do grupo, geralmente pegando o centro (duh) das coreografias, mais forçado em programas, MVs, propragadas e etc.

Maknae = Esse aqui é o mais novo do grupo.

14 curtidas

Agora a parte que todo gay gosta… Charts! Eu não sou tão bom explicando essa parte, mas vamos lá. Se puderem ir completando o que faltar aqui, eu agradeço.

Charts digitais: Nada menos que os charts de música, singles, etc. Como já bem sabem, cada plataforma tem seu próprio chart. As principais plataformas da Coreia do Sul atualmente são:

  1. MelOn Music
  2. FLO
  3. Genie
  4. VIBE
  5. Bugs

Alguns charts (MelOn, Genie e Bugs) possuem um sistema de realtime, que atualiza a cada uma hora, ou seja, contabiliza os streams nesse espaço de uma hora, então uma música que estava em #1 as nove da manhã, pode não estar mais as dez. Mas eles também possuem o chart diário, que atualiza a cada dia. Flo e VIBE possuem apenas o chart diário.

O site ICharts contabiliza todas as plataformas e monta um ranking de músicas mais consumidas naquele momento, se baseando na posição da música em cada plataforma. O ICharts também funciona de forma similar a Billboard, tendo uma atualização semanal, mostrando as músicas mais consumidas no país durante a semana.
Temos os termos All-kill, Certified All-kill e Perfect All-Kill. O All-Kill (AK) é quando uma música está em #1 simultaneamente em todos os charts realtime. O CAK é quando ela pega #1 simultaneamente em todos os charts realtime + charts diários. E o famoso PAK que é quando a música pega #1 em todos os charts realtime, diários e o #1 no chart semanal do ICharts. (me corrijam se eu estiver errado).

(eu sei que aqui na parte dos digitais entra algumas coisas como Index e etc, mas eu não entendo muito bem, então não vou me aprofundar, espero que o @diego apareça pra explicar)

Charts físicos: Esses são onde se contabiliza as vendas físicas, de CDs. Temos dois principais charts nesse quesito.

Hanteo: O Hanteo mantém informado sobre os álbuns comprados individualmente, por uma pessoa, em lojas físicas ou lojas digitais certificadas pelo Hanteo. Basicamente, o Hanteo contabiliza aqueles álbuns que foram diretamente para as mãos de uma pessoa, que ela mesma comprou.

Gaon: o Gaon contabiliza envio para lojas, a quantidade de cópias distribuídas pela distribuidora e gravadora, etc.

É comum que o número de vendas de um álbum no Gaon seja maior do que o número dele no Hanteo, principalmente com grupos que são mais famoso internacionalmente do que na Coreia em si.

11 curtidas

As gerações do K-pop.

Bom, vocês já devem ter visto sendo discutido sobre segunda, terceira e quarta gerações, sim? Pois bem. O K-pop é dividido entre gerações, marcadas por questões socio-culturais, sonoridade e etc. É comum que as pessoas tenham visões diferentes de quando começa uma geração e de quando termina outra, porém a divisão mais comum é a seguinte:

Primeira geração: No começo dos anos 90, surgiu o grupo Seo Taiji & Boys, que trouxe uma nova sonoridade para a Coreia, com uma pegada similar ao que estava rolando do outro lado do mundo, no EUA. Com visuais mais “grunge”, rap nas músicas. Lá para o meio da década, as grandes empresas comeceram a surgir, com o produtor e cantor Lee Soo-man fundando a SM Entertainment em 1995. No ano seguinte tivemos o Yang Hyun-suk, ex-integrante do Seo Taiji & Boys, fundando a YG Entertainment, e no outro ano, o cantor Park Jin-young, trazendo a vida a JYP Entertainment. Para muitos, o início do K-pop se deu mesmo com a estreia do boygroup H.O.T, formado pela SM, em 1996, que foi um sucesso não só na Coreia mas na China e entre as comunidades asiáticas no EUA. Outros nomes populares dessa geração são a solista BoA e o trio de rap Epik High, responsáveis pelo começo da “hallyu”, ou onda coreana, que começou a levar a cultura do país para além das fronteiras.

Segunda geração: Marcada principalmente pela estreia do boygrup TVXQ, que foi um verdadeiro sucesso em toda a Ásia, essa geração é o começo da formação de uma verdadeira indústria, focada em exportar sua música para salvar a economia do país. O número de empresas e artistas só foi crescendo, e também se firmou o termo “idol”, com as empresas se preocupando em treinar eles em todos os aspectos, focando em dar um espaço além da música para eles, os colocando em realities, programas e doramas (famosas novelas). Nessa geração temos nomes como BIGBANG, KARA, 2NE1, SHINee, Girls Generation, entre outros.

Terceira geração: O ponta pé inicial dessa geração é sem dúvida o estouro que o canto PSY teve mundialmente graças a sua música Gangnam Style, trazendo novos olhares do mundo para o mercado coreano. Essa geração também é bem marcada pelo uso do YouTube e outras redes sociais para aumentar a popularidade dos grupos mundialmente. Também é possível dizer que um dos pontos altos dessa geração foi o sucesso de reality shows para formar grupos de K-pop, como o famoso Produce. Nomes dessa geração são: BTS, BLACKPINK, EXO e TWICE.

Quarta gerações: Chegando a atual geração da indústria fonográfica coreana. Com o sucesso internacional sem precedentes do BTS e do BLACKPINK, as portas do K-pop para o mundo foram ainda mais abertas, o que fez com que as empresas pensassem não apenas no mercado coreano, mas também se preocupassem com o exterior. Com idols já debutando sabendo até três idiomas, grupos estreiando com contrato com gravadoras americanas, chamadas de vídeos com fãs internacionais, entre outros aspectos. No entanto, essa geração sofre de um mal sério, que é o fato de ainda estarem na sombra da geração anterior, tornando difícil para os grupos emplacarem grandes hits. Mas aos poucos estão conseguindo seu espaço, como por exemplo o grupo I*ZONE mudando o rumo das vendas físicas para girlgroups, ou o aespa conseguindo o primeiro lugar no MelOn, sendo o primeiro grupo da geração a ter esse feito. Alguns dos grupos dessa geração que você mais vai ver sendo citado por aí, além dos já ditos aqui, são ITZY, (G)I-DLE, Stray Kids, TXT e ATEEZ.

10 curtidas

@Kpoppers gostaram?

3 curtidas

gente, o glossário.

arrrrr

quando se fala rainha do kpop = taeyeon

fica a dica amigos

valeu, nao sei nada sobre
sou novo no kpop

STRAY KIDS REIS DO KPOP

2 curtidas

Tudo que o RM nao é

1 curtida

Parabéns pelo trabalho, gostei

NOEASY 23 DE AGOSTO

1 curtida

RM vagabundo fracassado
Ta na hr da BH demitir

Ban por n citar SuJu
@ELFs

quer enganar quem show? tu eh uma cacura no kpop

mesmo que eu já soubesse isso tudo ainda assim li, parabens por trazer cultura para esse forum

Fabs para noveleiro do ano

ERIC GP FRACASSADO

stream nessa