Kogut (16/04): Elenco do 'Vai que cola' tem viagem para o Catar cancelada. Entenda

O “Vai que cola” já teve uma temporada em Miami, em 2019, e iria para o Catar, gravar durante a Copa. Não vai mais. Aliás, vai, mas só na ficção. A ação será ambientada lá, mas os 40 episódios serão produzidos no estúdio, no Rio, perto do Riocentro. Não é só uma questão de custos, mas também operacional, já que viajar está mais complicado depois da pandemia.

Esquina maravilhosa

Dennis Carvalho e sua parceira de muitos projetos, a produtora de elenco Vanessa Veiga, estão juntos num novo projeto no teatro. É o musical “Clube da Esquina”. Mês que vem começam as audições para encontrar os intérpretes de Milton Nascimento e dos demais integrantes da banda. Eles procuram atores que tenham entre 20 e 30 anos.

Comunicação

Com foco na diversidade, os roteiristas de “As Five” têm tido cuidado redobrado com o texto. Eles ouvem sugestões do elenco jovem para fazer adaptações em cenas quando isso é necessário. Há um esforço para que o público LGBTQIAP+ se identifique com os diálogos da trama.

Mariana Gross usa adereço feito pela sua mãe (Foto: Arquivo pessoal)
Mariana Gross usa adereço feito pela sua mãe (Foto: Arquivo pessoal)

Mariana Gross vai cobrir as escolas de samba na Marquês de Sapucaí usando adereços confeccionados por sua mãe, Maluh Pinheiro. É como na imagem acima. “Ela comprou os tecidos e está fazendo as cabeças, os ombros. E é o maior sucesso. Mamãe fez um protótipo e mostramos à editora de moda da Globo (Patrícia Veiga), que aprovou”, conta a jornalista. Talentosa Maluh, não é?

Luciana Lima e Domingos Montagner (Foto: Arquivo pessoal)
Luciana Lima e Domingos Montagner (Foto: Arquivo pessoal)

Essa é uma das 150 imagens que estarão na biografia de Domingos Montagner (com a mulher, Luciana Lima). Escrita por Oswaldo Carvalho e com orelha de Denise Fraga, a obra sai em maio pela Máquina de Livros. É a história do ator desde a infância, com inúmeras entrevistas

A largada

Após um longo adiamento, começaram os testes de caracterização e os ensaios de “Fim”, série do Globoplay baseada no livro de Fernanda Torres.

programa sem graça

E os homofóbicos seguem vencendo. Como pode?

o que esse monte de viado ia fazer la mesmo
a falta de bom senso

Só assisto para ver o Maicon de sunguinha.

Inacreditavel que fará 10 anos de programa nesse ano e eu continuando achando desde o seu começo um programa mega sem graça