Léo Dias: Pabllo Vittar repudia acusação de exercício ilegal da educação física

Após o Conselho Regional de Educação Física da Primeira Região (CREF1) protocolou uma notícia-crime contra Pabllo Vittar por exercício ilegal da profissão junto ao Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro, a cantora se pronunciou.

Por meio de sua assessoria de imprensa, Pabllo afirma que a denúncia é infundada e inverídica”. A cantora nunca prescreveu, deu aula como profissional ou orientou nenhum treino”, diz nota enviada à coluna. Além disso, a equipe de Vittar explicou que os vídeos produzidos por ela são apenas um retrato de seu hábito de treino.

“A cantora ainda deixa claro no vídeo em questão que não é educadora física e apenas mostra — como tantos outros artistas e influencers — sua rotina de exercícios físicos em suas redes sociais, que também serve como motivação para que seus seguidores procurem hábitos de vida saudáveis”, completa a nota.

A assessoria de Comunicação da cantora Pabllo Vittar esclarece que a notícia-crime protocolada pelo Conselho Regional de Educação Física da Primeira Região (CREF1) contra a artista é infundada e inverídica. A cantora nunca prescreveu, deu aula como profissional ou orientou nenhum treino. A cantora ainda deixa claro no vídeo em questão que não é educadora física e apenas mostra – como tantos outros artistas e Influencers – sua rotina de exercícios físicos em suas redes sociais, que também serve como motivação para que seus seguidores procurem hábitos de vida saudáveis.

Entenda o caso

Após denúncias sobre os vídeos publicados por Pabllo Vittar nos quais a cantora mostra como fazer exercícios em casa, o Conselho Regional de Educação Física da Primeira Região (CREF1) protocolou uma notícia-crime por exercício ilegal da profissão junto ao Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro.

Procurado por esta coluna, o CREF1 informou que os vídeos publicados por Pabllo Vittar em seu perfil no Instagram configuram atuação profissional irregular já que a artista, segundo o conselho, prescreve e orienta os treinos. Isso, segundo a instituição, só pode ser realizado por profissionais de educação física.

Hummmm