Mariana Ferrão diz que ganhava menos na Globo do que na Band

Mariana Ferrão saiu da Globo em 2019 após 11 anos trabalhando na emissora e em entrevista ao podcast Inteligência LTDA., a jornalista contou que iniciou sua carreira fazendo estágio na líder de audiência e em 2004 estreou na Band. Ela contou como foi o processo de sair da emissora paulista, onde fazia a previsão do tempo, para o canal carioca para ganhar dez mil reais a menos.

“Era a época que estava começando o Globo.com e quando me ligaram, me falaram: ‘já tá acertado com a direção. Quem está bancando o seu nome é a direção’. Eu falei que eu estava desconfiada já que eu já tinha passado pela emissora e estava insegura. Eu não ia pedir demissão [da Band] sem uma garantia. Na semana seguinte, a direção foi deslocada para Nova York, nos Estados Unidos. A pessoa que estava em contato comigo me ligou e disse que não tinha mais como bancar a minha ida. Foi outra frustração”, relatou Mariana Ferrão.

A ex-apresentadora do Bem Estar afirmou que sempre que passava pela porta da Globo em São Paulo pensava que iria voltar para a empresa. “O caminho que me levava para a Band, eu passava pela Globo. Eu sempre dizia que eu iria voltar. Muito tempo depois, eu esqueci. Estava muito divertido trabalhar na Band e foi uma escola maravilhosa, mas começaram a acontecer coisas que me deixaram desestimulada”, pontuou ela ao contar que propunha projetos que eram engavetados por falta de verba.

“Depois de um tempo, veio uma oferta para ser repórter da Globo e era dez mil reais a menos do que eu ganhava na Band. Eu tinha estabelecido uma meta de salário aos 20 anos para quando eu tivesse 30 e tinha chegado na meta naquele mês. Eu decidi sair e contei para a Band que me ofereceu o dobro do que eu ganhava e participação de lucros no jornal. Eu falei para eles que sonho não tinha preço e fui embora”, declarou.