Marina Silva acusa campanha de Ciro Gomes de "violência política"

Na entrevista que deu a Sergio Roxo, no Globo , a ex-presidenciável Marina Silva coloca o dedo em duas grandes feridas de Ciro Gomes e Sergio Moro.

No caso do pedetista, ela bate na parceria com o ex-marqueteiro petista João Santana, que desconstruiu com mentiras a candidatura dela em 2014:

“O Ciro tem feito um esforço de debater propostas, não só fazendo disputa política em si. Agora, a violência política, que é uma das estratégias mestras do João Santana, não é base de construção de absolutamente nada. Dificilmente, alguém conseguirá ser mais violento do que o Bolsonaro, talvez eles consigam empatar. A forma como a gente ganha determina a forma como governa”.

Sobre Sergio Moro, Marina lembra os desvios cometidos na condução da Lava-Jato: “Não vejo o Sergio Moro como alguém que possa romper com esse pacto político do que há de mais atrasado no país. Ele deu uma contribuição como juiz em relação a investigar e punir poderosos. Infelizmente, deu com uma mão e tirou com a outra quando não obedeceu à risca o devido processo legal. Ele sai da condição de juiz e vai para o governo Bolsonaro. Qualquer pessoa com discernimento político sabia que o Bolsonaro não tem compromisso com a democracia, com o combate à corrupção e com qualquer avanço”.

7 curtidas

Meu Deus kkkkkkkkkkkkkkkk

5 curtidas

Tinha tópico garantindo que ela seria vice dele kkkkkkkk

Ela ta criticando o João Santana, não? Me deu a entender q ela critica a estratégia do marketeiro q vai ser violenta, não q ele tá fazendo isso

Tanto q ela fala q ele tá se esforçando pra debater propostas políticas etc

Marina Silva acusa campanha de Ciro Gomes

Espero ter ajudado

Não é.sobre o Ciro ,é sobre o João Santana ,já que na campanha de 2014 ele e o pt dissemiram um monte de fake news dela ,ela praticamente disse que só não foi pior que o bolsonaro

Antes do comentário tem um ponto ,enfim a Dilma falhou na pátria educadora kkkkk

1 curtida

Ela está criticando algo q pode ser feito pq o marketeiro tem histórico, não que tá sendo feito

Quem precisa de ajuda é vc… de um professor de português

Se você for do Ceará, talvez eu tenha corrigido a sua redação em algum colégio grande, amore

2 curtidas

Eu queria é ver fazer tópico sobre isso, iriam chamar ela de fracassada só pelos fatos ,como todo petista faz kkkkkk

1 curtida

Nem parece q foi justamente na campanha do PT que o João Santana pintou e bordou com a Marina kkkkkk morrendo com esse tpc

Jogou na cara desse cretino o que ele merecia ouvir

É disso que ela tá falando:

2 curtidas

A ex-ministra Marina Silva, candidata à Presidência em três ocasiões, afirmou que nenhuma opção que se lançou até o momento se mostrou pronta comandar o Brasil a partir de 2022. Em entrevista ao jornal O Globo desta terça-feira 7, a ex-ministra do Meio Ambiente disse que os atuais pré-candidatos não trataram de ‘questões estratégicas’ para o futuro do País e, enquanto seguirem assim, não seriam boas alternativas.

Para ela, portanto, nenhuma das quatro candidaturas com mais intenções de votos nas pesquisas eleitorais estariam preparadas para assumir a Presidência em 2022. Lula (PT), segundo ela, seria uma ‘volta ao passado’; Jair Bolsonaro (PL) é um ‘desastre’; Ciro Gomes (PDT) escolheu um caminho da ‘violência política’ que reduziu suas chances; e Sergio Moro (Podemos) não teria atributos para ‘romper o atual pacto político’.

Sobre Ciro, ela diz que o pedetista tem feito um esforço para apresentar propostas, mas que, a estratégia do marqueteiro João Santana o colocou em um caminho de ‘violência política’ que não permite ‘construir nada’.

“O Ciro tem feito um esforço de debater propostas, não só fazendo disputa política em si. Agora, a violência política, que é uma das estratégias mestras do João Santana, não é base de construção de absolutamente nada. Dificilmente, alguém conseguirá ser mais violento do que o Bolsonaro, talvez eles consigam empatar. A forma como a gente ganha determina a forma como governa”, avaliou.

Questionada sobre Moro ser ou não uma alternativa, Marina defendeu que não:

“Não vejo o Sergio Moro como alguém que possa romper com esse pacto político do que há de mais atrasado no país”.

3 curtidas

Maria é boa demais para um país sujo como esse.

Gosto dela, mas com isso ela praticamente soltou um “não tem um candidato bom”. Eu não aguento mais essa vaidade de que ainda estamos na condição democrática de ficar escolhendo o candidato perfeito.

Bem feito pro cretino do Ciro Gomes

1 curtida

Já foi postado ,e tem um ponto entre oq ela diz do Ciro e oq ela fala do João Santana.
Ela quis dizer o seguinte , o Ciro é um ótimo quadro ,mas o João Santana quando trabalhou para o pt disseminou um monte de fake news sobre mim

Eu tenho certeza quase absoluta que ela vai ser a vice do Ciro ano que vem.

Com o João Santana sendo o marqueteiro da campanha? Kkkkk
Faz me rir

1 curtida

Amado não foi o Ciro que fez isso aqui. O JS agora trabalha para o Ciro não para o pt ,ou seja , não vai ter fake news ,o Ciro não precisa disso ele tem um bom embasamento técnico para criticar adversários

1 curtida

Pior que cansou mesmo esses ataques ao lula. Agora, muito me surpreende essa senhora falar isso sabendo ela quem é lula e o PT. Não é como se a crítica ao governo petista fosse errada ou mentirosa, só extremamente cansativa.

Pode enterrar @hooliguinho