Marjorie Estiano revela truque de Sob Pressão para crescer audiencia

Marjorie Estiano está certa de que a quarta temporada de Sob Pressão tem um ingrediente a mais para ser bem-sucedida. Intérprete de Carolina, ela afirma que todo projeto com criança é abraçado pela audiência, e um bebê é justamente uma das novidades da série. “É como um mais um igual a dois. Bota criança, cachorro, é sucesso, todo mundo vai amar. Quando tem velhinho a gente ama também, falo como espectadora”, diz a atriz.

Dois meninos gêmeos de pouco mais de um ano se revezaram nas gravações no papel de Francisco. A criança é filha de Diana (Ana Flavia Cavalcanti), que teve um relacionamento com Evandro (Julio Andrade) após o casamento do médico com Carolina entrar em crise. Elenco e direção tentam esconder o óbvio, que o pequeno é fruto desse romance passageiro do médico.

O x da questão é que uma bomba vai rolar no terceiro episódio da nova temporada --muito provavelmente, Diana morrerá, já que Carolina vai se tornar mãe por força do acaso. A construção dessa família, com um filho que veio bater à porta e que não é biológico da médica, será o grande conflito do casal de protagonistas ao longo dos capítulos.

O significado da palavra ‘mãe’ volta a trazer reflexões sob diferentes aspectos, seja no lugar de mãe ou de filha, e a importância dessa figura na vida de uma pessoa. Acredito que entra em questão a idealização desse momento, do que é constituída uma família na perspectiva do Evandro, da Carolina e da Diana. Família é um organismo muito forte e muito complexo na vida de todos. E esse é um lugar muito sensível na relação dos dois.

A química entre Julio Andrade e Marjorie Estiano é grande, e o público percebe que eles se entendem em cena apenas pelo olhar. Carolina e Evandro formam um casal muito shippado, e fazer o vai e volta desse casal já era o desafio da série nas temporadas anteriores.

“A premissa muito importante é que esse não é um casal comum”, explica o autor Lucas Paraizo. A relação agora fica diferente, e o roteirista adianta o principal motivo.

Eles têm de surpreender nas decisões e no avanço do arco de transformação. Eles não podem ser um casal previsível. Os problemas deles não podem ser inferiores aos problemas que os pacientes sofrem no hospital porque, senão, a gente perderia aí em profundidade. A novidade, nessa temporada, é que a gente passa por um estágio em que esse filho vai transformar essa relação. Vai dizer para eles que o sonho que eles tinham, que é ter um filho, vai acontecer de um outro jeito.

Carolina já apresentou automutilação devido a um trauma, que depois se descobriu que era um “buraco” que ela tinha dentro dela por ter sido vítima de abuso sexual de seu próprio pai. Ela também já perdeu um bebê que esperava, e sofrer um aborto espontâneo mexeu muito com a cabeça dela.

Já Evandro se automedicava, e entender a dependência química e se livrar dela foi apresentado praticamente ao mesmo tempo que seu drama de ter perdido a primeira mulher na mesa de cirurgia, com a vida dela em suas mãos.

Os dois defendem seus ideais com veemência e têm características muito diferentes. “É um conjunto todo que faz com que esse casal exista. O que conecta essa química e o que faz o espectador comprar esse casal é porque acredita nele. Esse casal é verdadeiro”, conclui Marjorie.

Sob Pressão estreia a quarta temporada nesta quinta (12), e o elenco já se prepara para gravar uma nova temporada que irá ao ar primeiramente no Globoplay para depois ser exibida na TV aberta, diferentemente do que aconteceu até agora.

O spoiler do nada no meio do texto q inferno

Sempre esqueço disso, vou arrumar

Mais uma atuação aclamada Marjorie?? Não cansa de ser a maior atriz do século XXI não?

a aclamação A+

1 curtida

A surra em Greys Anatomy

1 curtida