Microsoft leva Epic games Store e mais outras pra sua loja no windows 11

A Microsoft anunciou, nesta terça-feira (28), a integração da Microsoft Store com a Epic Games Store. A empresa já havia comentado os planos para tornar sua loja de apps mais flexível e interessante para desenvolvedores durante a apresentação do Windows 11, em junho. Na ocasião, a companhia afirmou que teria políticas mais flexíveis para a admissão de aplicativos. O suporte se estende a mais lojas alternativas, que devem chegar em breve à plataforma.

De acordo com a publicação no blog oficial da empresa, a Microsoft Store permitirá encontrar apps de lojas alternativas, “assim como qualquer outro aplicativo”. Elas contarão com uma página de detalhes, e poderão ser instaladas facilmente no PC.

“Hoje, estamos compartilhando que a Amazon e a Epic Games trarão seus aplicativos de vitrine para a Microsoft Store nos próximos meses, e estamos ansiosos para dar as boas-vindas a outras lojas também no futuro”, diz a Microsoft em comunicado.

A parceria com a Amazon Appstore já havia sido anunciada — por meio deste acordo que aplicativos para Android poderão rodar no Windows 11. A chegada desses apps, especificamente, porém, deve acontecer depois da liberação da nova versão do sistema em 05 de outubro. A empresa diz que uma prévia será disponibilizada “em breve” para Insiders.

A abertura da loja do Windows vai na contramão do que é praticado por outra gigante da tecnologia. Atualmente, Epic e Apple disputam uma batalha “épica” (se me permite o trocadilho) na Justiça. Enquanto o processo não chega ao fim, a desenvolvedora de Fortnite permanece banida da loja do iPhone.

Novos navegadores na Microsoft Store

Uma das novidades da Microsoft Store apresentadas em junho diz respeito aos navegadores. A companhia agora permite que usuários façam o download de seus browsers preferidos por meio da plataforma, em vez de serem obrigados a acessar páginas da web por meio do Edge.

Nesta terça, a Microsoft anuncia a chegada de dois novos navegadores, o Opera e o Yandex Browser. A expectativa é de que outros populares acabem entrando na loja posteriormente, como Google Chrome e o Mozilla Firefox.

fonte:

1 curtida