MILITOU: Gil do Vigor prega diversidade na TV e defende propaganda com casais gays

Gilberto Nogueira, o Gil do Vigor, não gostou nada das respostas de uma pesquisa do Datafolha sobre publicidade na televisão. O resultado mostrou que a maioria dos brasileiros é contra casais homossexuais em comerciais. “Por isso vamos continuar mostrando”, se indignou o ex-BBB.

“Essa pesquisa mostra claramente que ainda não estamos em um país que entende o papel e importância da diversidade na televisão”, declarou o economista, ao defender propagandas com casais gays na TV em um tuíte em resposta ao post do jornal Folha de S.Paulo no Twitter.

De acordo com o Datafolha, 51% dos entrevistados --sendo a maioria homens, evangélicos e eleitores de Jair Bolsonaro (PL)-- concorda que “comerciais com casais homossexuais devem ser proibidos para proteger as crianças”. 45% discordaram da afirmação, enquanto 2% não souberam opinar.

Grandes marcas começaram a investir na diversidade em seus comerciais há alguns anos, mas sempre sofrendo retaliação do público. O Boticário, por exemplo, lançou uma propaganda com um casal homossexual no Dia dos Namorados de 2015 e foi alvo de boicote e ataques homofóbicos.

Apesar das críticas e rejeição, especialistas do mercado publicitário concluíram que campanhas com diversidade trazem ganhos à marca por aumentarem a ligação com consumidores alinhados ao discurso de maior tolerância.

Gil do Vigor é um grande defensor da diversidade na televisão. Ele foi o primeiro homem a protagonizar um beijo gay no Big Brother Brasil quando ficou com Lucas Penteado. Além disso, mesmo sendo religioso, não deixou de assumir a orientação sexual diante do público.

Mesmo com a maioria dos brasileiros rejeitando demonstrações homoafetivas na televisão, o pernambucano chegou ao 4º lugar do reality show da Globo.

Confira abaixo:

King